'The New York Times' ganhou mais de 340 mil novos assinantes desde eleição de Trump

‘The New York Times’ ganhou mais de 340 mil novos assinantes desde eleição de Trump

No fim de março, cerca de 2,2 milhões de pessoas contrataram o serviço online do jornal americano, que espera aumentar ainda mais esse número nos próximos três meses

O jornal americano The New York Times anunciou na quarta-feira que registrou 348 mil novos assinantes do seu conteúdo online no primeiro trimestre do ano, um recorde que teve impulso pela eleição do republicano Donald Trump.
“Esses resultados mostram a força atual e o potencial futuro de nossa estratégia digital, não apenas para alcançar uma grande audiência, mas também para fornecer rendimentos substanciais”, disse Mark Thompson, presidente e CEO da New York Times Company.

A eleição presidencial e a chegada de Trump à Casa Branca provocaram no público um interesse por informação e permitiram ao NYT registrar no fim de março um total de 2,2 milhões de assinantes do serviço online, o que representa um aumento de 62% em um ano.

O novo presidente republicano mantém uma relação complicada com o jornal, o qual critica regularmente, ao mesmo tempo em que lhe concede entrevistas.
Um total de 308 mil novos assinantes se inscreveram no serviço de informação online, e o restante, cerca de 40 mil, só acessam as palavras cruzadas. O grupo de imprensa prevê ganhar ainda mais assinantes nos próximos três meses, mas em um ritmo mais baixo do que nos dois trimestres anteriores, indicou o NYT em um comunicado.
Os rendimentos das edições em papel e assinaturas do site cresceram 11,2% em um ano, até US$ 242 milhões, compensando a queda da receita publicitária. Embora os assinantes do serviço online sejam agora cerca de três quartos do total, só representam 31,2% da receita das assinaturas e da venda das edições em papel.
No primeiro trimestre, o New York Times registrou um lucro líquido de US$ 13,1 milhões, contra uma perda de US$ 13,5 milhões no mesmo período de 2016.
Fonte: O Estado de S. Paulo

Deixe um comentário