Ninguém aguenta mais o coronel Caetano no DER

Inferno

Com os órgãos de fiscalização analisando as contas dos municípios e os eventuais malfeitos dos respectivos agentes políticos, muitos prefeitos estão sendo obrigados a se explicar e outros sendo afastados. Em Rondônia não é diferente. Há um murmurinho nas coxias políticas de que novas ações contra malfeitos estão pra ocorrer a qualquer momento em prefeituras rondonienses.

Receio

Embora 2016 seja ano de eleição municipal, não há movimentos de filiações em massa nos partidos e muita gente está desistindo de ser candidato a candidato a prefeito receoso com a forte fiscalização dos órgãos de controle. Os atuais prefeitos, eventualmente candidatos à reeleição, sabem que a maioria das prefeituras virou mausoléu de políticos. Isso quando conseguem escapar das garras judiciais ou da língua do eleitor.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Poderoso

Em silêncio o Governo do Estado vem fazendo mudanças em várias secretarias, em particular nos cargos de adjuntos. Na última semana três deles foram substituídos sem alarde governamental. As modificações, segundo apurou a coluna, foram feitas por iniciativa política do Chefe da Casa Civil (Emerson Castro) que tem aumentado a influência pessoal junto ao governador. Castro é o auxiliar mais poderoso atualmente, desde que Lúcio Mosquini deixou o governo para assumir uma vaga na Câmara Federal. Diz o ditado: quem pode, pode, quem não pode se sacode.

Abuso

O Espaço Alternativo – obra inacabada onde as pessoas caminham todos os dias para manter a silhueta sob controle – virou território sem lei nas madrugadas dos finais de semana. O policiamento é precário e as blitz feitas não conseguem impor as regras básicas instituídas para coibir os abusos de trânsito. É “normal” a presença de usuários de drogas e de menores em situações de risco.

Esculhambação

Não adianta recolher carro de som com decibéis acima do permitido, pois o problema ali é mais complicado do que se imagina. Quem desembarca sábado à noite no aeroporto tem que fazer manobras bruscas para evitar acidentar pessoas que atravessam a avenida embriagadas, além das filas duplas enormes de carros obstruindo o trânsito. É uma esculhambação geral.

Transposição

Todo mundo quer faturar pela enésima vez em cima da questão da transposição. Não fosse a atuação firme dos sindicatos e o reconhecimento do direito pela Justiça Federal a União ainda estaria colocando todas as dificuldades inimagináveis para retardar os processos que passam para os quadros federais os servidores estaduais e municipais abrangidos pela Emenda Constitucional.

Butantã

Os principais aliados do governador cassado estão possessos com a inoperância do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) em resolver problemas simples afetos à área no interior do estado. Confúcio Moura por duas vezes chegou a confidenciar a assessores próximos a demissão do coronel Caetano, mas desistiu imediatamente sem explicar as razões aumentando a insatisfação dos aliados. Membros da bancada federal também não poupam o diretor de críticas acerbas.

Time

Embora tenha o direito de expressar livremente suas opiniões sem a obrigação de dar explicação a ninguém, a ex-senadora Fátima Cleide perdeu o time com a realidade local e usou as redes sociais para reclamar da preventiva contra José Dirceu. Se o objetivo era provocar polêmica sobre a Lava Jato escolheu um péssimo momento para fazê-lo, já que até os candirus do madeira (bagres ensaboados) sabiam que Moro decretaria a prisão de Zé. Há controvérsias processuais no caso, haja vista que bastaria uma nova denúncia para regressão ao regime prisional anterior.

Homenagem

Por compromissos assumidos anteriormente fora da capital não poderei compartilhar da festa de aniversário dos 50 anos do amigo (e compadre) Rubens Coutinho, nesta quarta-feira (5). Portanto, faço o registro público de minhas singelas homenagens a esta figura da melhor qualidade e que tenho satisfação de usufruir da amizade. No meu retorno, faremos um novo regabofe com um número mais modesto de comensais para comemorarmos este meio século de vida. Em sua maioria entre a boêmia e a produção intelectual.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário