No Brasil, há uma tentativa de fraude a cada 14,8 segundos

O mês de julho registrou 180.919 tentativas de roubo de identidade, nas quais dados pessoais são usados por criminosos para obter negócios sob falsidade ideológica ou ganhar créditos com a intenção de não realizar os pagamentos. Esse valor representa uma tentativa de fraude a cada 14,8 segundos no Brasil, segundo dados da Serasa Experian.

Em relação a junho, houve uma alta de 19,9%, mas no acumulado do ano, em comparação com o mesmo período de 2013, houve queda de 5,5%.

O principal motivo para as fraudes, segundo a empresa, é que as pessoas fornecem seus dados pessoais em cadastros na web sem verificar a idoneidade e segurança dos sites. Entre as maiores tentativas de golpe com identidade falsa ou roubada apontadas pela pesquisa, estão a emissão de cartões de crédito, financiamento de eletrônicos, compra de celulares, abertura de conta bancária, compra de automóveis e abertura de empresas.

O Indicador da Serasa Experian foi realizado com o cruzamento de consultas de CPFs e estimativa do risco de fraude, obtida pela aplicação dos modelos probabilísticos de detecção de fraude desenvolvidos pela própria companhia.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário