Em Governador Jorge Teixeira, uma obra milionária do Governo Federal segue abandonada pelo poder público local há quase dois anos.

Orçada em R$ 1.321.045,70 (Um milhão trezentos e vinte e um mil quarenta e cinco reais e setenta centavos) e construída em acordo com as especificidade do Ministério da Educação (MEC), a nova Escola de Educação Infantil é uma necessidade antiga da população e que deveria estar atendendo as crianças do município.Enquanto a obra segue abandonada, as crianças frequentam a Creche Branca de Neve, que fica instalada em um prédio inadequado para atender a grande demanda de alunos que a rede municipal de educação tem. Um exemplo da falta de estrutura da Creche, é a ausência de local apropriado para que as crianças desenvolvam atividades de recreação.

Atualmente, durante os intervalos entre as aulas, as crianças possuem dois tipos de recreação: correr de um lado para o outro e jogar bola no entorno da escola. Para inaugurar a nova Escola, a Prefeitura alega dificuldades financeiras em arcar com cerca de R$ 100mil para serem aplicados na construção de um muro, na perfuração de um poço e na instalação de uma subestação elétrica.

A Prefeita do município, Cida do Nenê, assim como seus assessores alardeiam pelos quatro cantos do município que já conseguiram mais de R$ 16 milhões em recursos e convênios para serem aplicados em diversos setores da região, entretanto, não se sabe a dificuldade que a atual gestão encontra em investir R$ 100 mil na inauguração de uma escola praticamente pronta, enquanto gasta mais de R$ 320 mil em diárias nos 8 primeiros meses de agosto.

Diante da morosidade da Prefeitura e da falta de interesse da Secretaria Municipal de Educação, alguns pais de alunos relataram a nossa reportagem que irão denunciar situação na Promotoria de Justiça.

Redação Painel Político

Redação Painel Político

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *