Pães e refrigerantes provocam epidemia de diabetes entre índios de MT

Em função desses distúrbios alimentares aumentou consideravelmente o número de índios com diabetes e que é pior até mesmo crianças são atingidas

Reportagem deste domingo (09/08) do jornal Folha de São Paulo demonstra que índios xavantes de Mato Grosso, da aldeia Sangradouro, enfrentam uma epidemia de diabetes devido ao consumo exagerado de doces, pães e refrigerantes.

A matéria foi realizada por Lucas Reis que visitou a aldeia Sangradouro acompanhado do fotografro Marlene Bergamo/Folhapress e acompanhou de perto uma cerimônia indígena que seria para manter a tradição indígena e que na verdade foi uma espécie de banquete onde os índios se fartaram de comer pães,doces e refrigerantes.

Em função desses distúrbios alimentares aumentou consideravelmente o número de índios com diabetes e que é pior até mesmo crianças são atingidas. Vale dizer que o maior culpado por essa inversão de valores dos índios que antes se alimentação de caça e pesca foi o ‘homem branco’.

O contato com a ‘civilização’ fez os índios regredirem e hoje enfrentam problemas mais sérios do que os brancos. Como eles comem exageradamente guloseimas é claro que a tendência de um quadro diabético é maior ainda; mas hoje também tem crianças diabéticas até mesmo entre os brancos.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário