Para fugir de vítima, assaltante se joga dentro de carro da polícia, no Rio

Homem foi preso em flagrante depois de tentar assaltar duas mulheres

Um assaltante foi preso no Leblon, na Zona Sul do Rio, após se jogar dentro de um carro da polícia para fugir da perseguição de uma testemunha do assalto. Franklin Nascimento da Silva tinha tentado roubar duas mulheres no bairro, mas foi impedido por um homem, que foi agredido com um soco no nariz.

Segundo a polícia, o homem já foi detido várias vezes, mas sempre volta para cometer crimes no bairro. “Estava andando pela calçada, junto de uma senhora e de repente de trás de uma árvore saiu esse indivíduo, de olho vidrado no celular dela. Nessa, ele cruzou o meu caminho. Quando peguei ele, falei: segue sua vida. Ele virou e me deu um soco no nariz. Na hora, quebrou meu nariz. Pensei que fosse sair em fuga, mas não. Ele estava correndo e procurando o carro da polícia. Quando estava chegando nele, ele se jogou dentro do carro da polícia”, contou a vítima.

Segundo a delegada Monique Vidal, da 14ª DP (Leblon), responsável pelas investigações, Franklin tem mais de 20 anotações criminais e já esteve preso por roubo, extorsão, tentativa de homicídio, lesão corporal. A justiça decretou a prisão preventiva do acusado que trabalhava como flanelinha.

“Ele já foi preso por roubo, extorsão, tentativa de homicídio e volta sempre para o mesmo lugar, no Baixo Leblon e comete todo o tipo de crime. Então, ele tem de permanecer preso”, disse a delegada. Franklin foi preso em flagrante em uma das principais ruas do Leblon.

O homem agredido diz que tem a impressão que ele sabe como funciona o sistema e sabe que vai ser solto no dia seguinte. Tanto que já algemado, no chão, ele o ameaçou de morte.

G1

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário