Para roubar moto, ladrões matam homem a marteladas e golpes de facão

Vítima ainda teve o corpo jogado em uma fossa; crime aconteceu em Porto Velho

Um homem de 49 anos, que trabalhava em uma casa de material de construção, teve a motocicleta roubada e foi assassinado a golpes de martelo e facão, na manhã desta sexta-feira (12), na Zona Leste de Porto Velho. O corpo do homem foi localizado por moradores da região por volta das 17h da tarde, dentro de uma fossa séptica nos fundos da casa onde a vítima morava.

Um jovem de 18 anos foi preso pela Polícia Militar (PM), apontado como um dos suspeitos de envolvimento no latrocínio. Segundo a polícia, ele estava com a chave da moto roubada e com duas chaves da casa da vítima. Uma testemunha disse à polícia que o suspeito também foi visto conversando com o comerciário minutos antes do crime.  Ele também estava no local onde o corpo foi jogado e segurava o martelo que teria sido usado para matar a vítima.

O latrocínio aconteceu na Rua Blumenau, no Bairro Ronaldo Aragão. Depois de matar o comerciário, os criminosos teriam ido passear em uma praça com a moto dele. Segundo consta em boletim de ocorrência, uma equipe da PM fazia patrulha de rotina pelo bairro Ronaldo Aragão, quando avistou a motocicleta estacionada. Foi feito pesquisa no banco de dados, mas não foi verificado registro de furto ou roubo.

Os militares continuaram a patrulha e avistaram dois jovens em uma praça. Foi feito abordagem, mas nada foi encontrado. Um PM caminhou por onde os suspeitos haviam andado e localizou uma chave de moto. Foi perguntado a um dos suspeitos sobre a chave, mas ele negou ser o proprietário. Os policiais retornaram até onde estava a moto, testaram a chave na ignição e o veículo ligou.

Suspeitando de roubo recente, os PMs fizeram contato com parentes da vítima e com uma mulher que mora vizinha a casa dele. A vizinha disse que viu o homem sair de casa, de moto, por volta das 7h, mas não o viu retornar. Foram feitas inúmeras tentativas para localizar o dono da moto, os policiais chegaram a ligar para o celular dele, mas sem sucesso. Como não havia crime comprovado, os dois suspeitos foram liberados.

Horas depois, os policiais estavam na base da PM, no Bairro Ulisses Guimarães (no antigo 6º DP), quando apareceu um amigo da vítima dizendo que tinha encontrado o corpo dentro de uma fossa séptica. Os policiais foram até o local e encontraram e confirmaram o fat. O suspeito também estava no local. Ele foi detido por uma testemunha e entregue à PM.

O homem teve o rosto desfigurado, tamanha a violência dos golpes, segundo informou um PM.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário