Pedido de cassação do governador do TO deve ser julgado nesta terça (28)

Pedido de cassação do governador do TO deve ser julgado nesta terça (28)

Recurso entrou na pauta de julgamento do Tribunal Superior Eleitoral.
Miranda é acusado de captação ilícita de recursos durante eleições de 2014.

O pedido de cassação dos diplomas do governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV) deve ser julgado nesta terça-feira (28), em Brasília (DF). O recurso está na pauta de julgamento do Tribunal Superior Eleitoral. Miranda é acusado de captação ilícita de recursos durante as eleições de 2014. Na época, um avião foi encontrado em Goiás com R$ 500 mil e santinhos de políticos do Tocantins, entre eles o governador.

O TSE chegou a confirmar uma data para julgamento, no dia 23 de fevereiro, o que não aconteceu. Na época, o tribunal informou que o processo havia sido enviado para a assessoria de plenário e deveria ser julgado em breve.

Entenda

O processo que pede a cassação dos diplomas foi proposta pela coligação ‘A mudança que a gente vê’, do ex-governador Sandoval Cardoso e pela Procuradoria Regional Eleitoral do Tocantins. Os políticos são acusados de captar recursos financeiros de forma ilícita.

No ano de 2014, durante a campanha eleitoral, um avião foi apreendido em Goiás levando R$ 500 mil, além de santinhos do governador Marcelo Miranda. Além disso, de acordo com o Ministério Público Eleitoral (MPE), o veículo utilizado para levar o dinheiro até a aeronave estava no nome do PMDB.

A denúncia chegou às ser analisada pelo Tribunal Regional Eleitora (TRE), onde o julgamento acabou sendo suspenso após pedido de vistas. Naquela época, o relator do processo, José Ribamar Mendes Junior, se posicionou contrário a cassação.

Fonte: g1/to

Deixe um comentário