Penitenciária federal de Porto Velho está na penúria segundo VEJA

Relatórios oficiais mostram que as penitenciárias federais que abrigam os criminosos mais perigosos do país estão funcionando em situação precária e alertam para riscos. A informação foi divulgada na edição desta semana pela Revista Veja, chamando a atenção para o presídio federal de Porto Velho que, a exemplo dos demais, passa por uma situação de penúria.

Segundo exposto na reportagem das páginas 94 e 95 da edição 2395, relatórios obtidos pela Veja, traçam um panorama da precariedade no sistema que deveria ser exemplo para o país. Em ofício encaminhado ao Ministério da Justiça, juízes relatam que vários dos apontamentos que refletem diretamente nas questões de segurança dos presídios federais e merece atenção especial, principalmente por se tratar de locais onde estão os presos mais perigosos do país.

Conforme o relatório obtido pela Veja, em alguns presídios federais como o de Catanduvas, no interior do Paraná, se encontrava com o sistema de iluminação prejudicado, além de uma parte do sistema de câmeras também estava inativa.

No presídio de segurança máxima de Porto Velho, conforme reportagem da revista, a situação não é diferente, destacando que dessa forma, se coloca em risco a segurança pública e do corpo funcional que atua diretamente com os presos mais perigosos do Brasil.

No fim de agosto, o caos no sistema provocou um pedido de demissão coletivo da cúpula do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão do Ministério da Justiça que tem a incumbência de administrar os presídios federais.

Fonte: RONDONIAGORA

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário