PF realiza operação contra tráfico internacional de drogas

A Polícia Federal iniciou na manhã desta quinta-feira (23), em Rondônia e no Ceará, as Operações 01 e Nova Dimensão, de combate ao tráfico internacional de drogas. No total, estão sendo cumpridos 62 mandados, sendo 29 de prisão, 26 de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva, além do fechamento de dois estabelecimentos comerciais. A ação acontece em Porto Velho, Fortaleza (CE), Ji-Paraná (RO) e Guajará-Mirim (RO), município que faz fronteira com a Bolívia.

As investigações da Operação Nova Dimensão revelaram uma organização criminosa que seria responsável pela rota de tráfico de drogas entre Porto Velho e Fortaleza e lavagem de dinheiro obtido com a compra e venda dos entorpecentes. Segundo a PF, o grupo transportava aproximadamente 150 quilos de cocaína de Rondônia para o Ceará todos os meses.

A apuração teve início em janeiro deste ano e, desde então, vários membros da organização foram presos em flagrante durante o transporte de drogas. As apreensões ocorreram em diversos pontos do país, entre eles o Distrito Federal e o Maranhão. Os envolvidos começaram a ser investigados devido ao padrão de vida incompatível com os rendimentos recebidos de forma legal. Os suspeitos possuem imóveis e veículos Fortaleza e Porto Velho.

Já a Operação 01 descobriu uma suposta quadrilha que comprava drogas diretamente da Bolívia, na cidade de Guayaramerín, que faz fronteira com Guajará-Mirim, em Rondônia. Os entorpecentes eram adquiridos em um sistema de “consórcio”, para a distribuição para outros estados.

Em 2013, quando as investigações tiveram início, a Polícia Federal realizou apreensões de drogas do grupo quadrilha, a primeira de 56 quilos, a segunda de 38 quilos e uma terceira de 13 quilos de cocaína (cloridrato e pasta base). Alguns envolvidos foram presos em flagrante.
Parte da quadrilha também seria responsável pela receptação de veículos furtados em Porto Velho e região, que eram transportados até a fronteira com a Bolívia, nas margens do Rio Mamoré, para serem levados para o país vizinho servindo como pagamento pela droga enviada ao Brasil.

Ainda não foi divulgado o número de mandados cumpridos até agora. Apenas a PF de Guajará-Mirim informou que quatro pessoas foram detidas e serão encaminhadas à Casa de Detenção da cidade. Os envolvidos detidos na capital de Rondônia serão encaminhados ao Presídio Pandinha e à Penitenciária Estadual Feminina, após serem ouvidos na superintendência da PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *