PMDB ensaia candidatura própria em 2018 e seu afastamento do PT

O PMDB começa nesta terça-feira (17) a formalizar os preparativos para seu voo solo presidencial de 2018. Já se vão 21 anos desde a última candidatura do partido à presidência da República, com Orestes Quércia e seus pífios 4,4%, quando conseguiu a proeza de ficar em quarto lugar, atrás de Enéas Carneiro (do Prona). Segundo integrantes da legenda, o objetivo é evitar os fiascos do passado preparando-se de forma adequada para oferecer uma candidatura viável aos eleitores que não querem mais ter de optar por PT e PSDB. A discussão programática passará pelo aprofundamento das divergências com as teses defendidas pelo PT.

Para evitar uma leitura clara de ruptura, o partido optou por fazer essa tarefa num congresso da Fundação Ulysses Guimarães, entidade responsável pela formulação de políticas e propostas do partido. Esse fórum não tem poder decisório ou capacidade de produzir resultados formais dentro da estrutura partidária. Isso dá mais liberdade para críticas ao PT, o principal aliado do PMDB num casamento idealizado pelo ex-presidente Lula e que, em seu 12º ano de duração, já não encontra nas entranhas peemedebistas quem defenda a continuidade da relação para o cenário eleitoral de 2018.

Uma resposta para “PMDB ensaia candidatura própria em 2018 e seu afastamento do PT”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *