PMDB vai perder um deputado estadual em Rondônia

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Deprimido

Abespinhado com a crise instalada após a operação policial ‘Plateias’, o chefe do executivo estadual anda deprimido e tem despachado de casa. Não surtiu o efeito esperado o périplo pelos veículos de comunicação eletrônicos para se defender, apesar do desgaste continuar enorme. Para piorar a situação, entram em pauta no TRE os processos de abuso de poder num clima totalmente conturbado. A crise afetou o governador de tal maneira que cancelou uma viagem particular a Goiânia, onde seria padrinho de um casamento.

Destrambelho

Pelo BLOG Confúcio Moura avisou que não vai mais falar sobre o assunto da ‘Plateia’ e que lutará como um guerreiro para defender a honra. Jura que não tem o que esconder e fará a defesa na hora adequada. Ao contrário do Secretário de Finanças, adiantou que não vai desafiar os órgãos investigadores. Concluiu, entre outras parábolas, explicando que a ‘Justiça tarda, mas, não falta’. Escreveu parte daquilo que deveria ter dito através de uma nota oficial no dia dos fatos, mas optou naquele momento por um pronunciamento destrambelhado e monocórdio.

Mudanças

O governador Confúcio Moura (PMDB) ainda não conseguiu definir todos os nomes para o primeiro escalão. Alguns secretários serão remanejados para outras pastas e muitos serão literalmente dispensados. Dadas como quase certas são as permanências de William Pimentel na Saúde, George Braga no Planejamento e Márcio Félix na Secretaria de Ação Social. Isto na hipótese de não haver nenhum fato novo que mude o rumo natural das coisas…

Coringa

Emerson Castro, uma espécie de coringa do governador e um dos mais exaltados cabos eleitorais, deixa a Secretaria de Educação e assume a Casa Civil, cargo que já havia dispensado antes de assumir a SEDUC. No Departamento de Estradas e Rodagens (DER), embora haja uma pressão enorme de um grupo de dez deputados estaduais eleitos para emplacar o nome do deputado Lebrão, Confúcio evita mostrar o cajado para descartar, mas pensa em colocar uma pessoa de perfil técnico.

Petistas

Os petistas que apoiaram e foram decisivos na reeleição do governador no segundo turno, deverão ser aquinhoados com a Secretaria Estadual de Educação. Três nomes estão bem cotados: a vereadora da capital Fatinha, a ex-senadora Fátima Cleide e a professora Claudir do Sintero. Uma das três será escolhida por Confúcio Moura, afastando o boato que surgir no segundo turno de que o cargo havia sido reservado para Roberto Sobrinho, ex-prefeito de Porto Velho.

Presente de grego

Dezenas de auxiliares em cargos comissionados estão sendo dispensados do governo sem direito a receber imediatamente as respectivas indenizações. Não há informações se estas demissões são em decorrência da descoberta dos 800 cargos utilizados no toma-lá-dá-cá, entre Legislativo e Executivo e revelados pela ‘Plateias’. Quem visita as secretarias percebe a agonia dos servidores de confiança, amarelos de medo de ganhar como presente de Natal uma portaria de exoneração.

Diplomações

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE) confirmou para o próximo dia 17 a diplomação dos candidatos eleitos. Alguns contam os dias para que a data chegue logo antes que ocorra algum imprevisto. Com a diplomação, os parlamentares passam a ser privilegiados com prerrogativa de foro, embora não tenha sido nada fácil a vida jurídica de políticos encalacrados em malfeitos nas cortes superiores.

Cadafalso

Reeleito deputado estadual pelo PMDB, Edson Martins assume o novo mandato com o risco de imediatamente perdê-lo. Basta que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) publique o acórdão confirmando uma condenação porque o antigo defensor não fez o preparo (recolhimento obrigatório das custas processuais).

Fatiota

Sem mais recursos capazes de modificar a coisa julgada, assim que houver a publicação, Edson Martins fica inelegível por oito anos e perde a função pública que atualmente exerce. Uma pena, quem conhece o recurso garante que uma vez recebido, as chances da sentença ser reformada seriam grandes. Portanto, o suplente pode providenciar a fatiota porque assume cedo ou tarde.

Lavagem

Há uma desconfiança de que o mercado imobiliário rondoniense tenha sido supostamente utilizado como meio de lavagem ilícita de capitais por várias quadrilhas, inclusive de tráfico internacional de drogas.

Identificados

Finalmente, desde que foi apreendida uma substancial quantidade de drogas escondida num carregamento de madeira no terminal portuário da capital, foram identificados e presos dois madeireiros de Ariquemes responsáveis pela cocaína. A PF fez hoje (terça-feira) uma operação em seis estados, inclusive em Rondônia, combatendo o tráfico internacional de drogas. Além das prisões, foram feitas buscas e apreensões de automóveis, bois e imóveis.

Queda de braço

A prefeitura de Porto Velho vem travando uma queda de braço com as empresas de transportes coletivos para abrir a concorrência e liberar que outras empresas explorem o setor. Não tem sido fácil quebrar este monopólio e a saída encontrada pela municipalidade foi impedir o aumento nas tarifas das passagens. As empresas vão reagir para aumentar as tarifas e impedir que novos concorrentes sejam convocados emergencialmente para explorar o rentável mercado.

Turvo

No próximo dia 9, em todo o país, haverá manifestações contra os malfeitos de nossas autoridades. É uma data emblemática que tende a dar muita dor de cabeça a corrompidos e corrompedores. É possível que os empreiteiros envolvidos no ‘Petrolão” sejam denunciados exatamente neste dia. Aqui não será diferente, visto que os céus de Rondônia não estão para brigadeiro.

Deixe um comentário