Policial militar é suspeito de assassinar a ex e fugir com a filha de 4 anos

O policial militar estava afastado de suas funções há cerca de três meses por conta de problemas psicológicos

As polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal da Zona da Mata estão em busca do policial militar Gilberto Novaes, de 35 anos, suspeito de matar a ex-esposa a tiros na noite passada e fugir com a filha de 4 anos. O caso ocorreu na cidade de Santos Dumont.

O policial trabalha no 29º batalhão, em uma unidade da cidade de Campestre, próximo a Poços de Caldas, no Sul de Minas. De acordo com o boletim de ocorrência, ele teria ido à casa de Stephânia Ferreira, de 29 anos, em um Palio cinza emprestado por um amigo, aguardou a entrada de um motoboy que foi entregar um pedido e invadiu a residência matando a ex com vários tiros na presença do namorado dela.

Ainda segundo a polícia, uma vizinha de 56 anos ouviu os tiros e foi até o local. Ela contou que viu o momento em que Gilberto fugiu levando a filha no colo. Segundo ela, todos na região sabiam das ameaças que o policial vinha fazendo a Stephânia.

O policial militar estava afastado de suas funções há cerca de três meses por conta de problemas psicológicos.

Está previsto para este domingo um posicionamento oficial da Polícia Militar em Santos Dumont.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário