Coluna – MPT manda fechar o lixão mas esquece que as famílias estão lá não por opção, mas por necessidade

Louvável

A atitude do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Ministério do Trabalho em fechar o lixão de Porto Velho por encontrar crianças trabalhando no local e pediu a interdição do local, mas, pera lá, e as centenas que estão fora da sala de aula por falta de transporte escolar, essas aí não vão sofrer “abalos psicológicos” não?

A justificativa

É que o local é insalubre, as crianças convivem com urubus, cães e estão sujeitas a doenças. A empresa terá que passar a fiscalizar a área e a prefeitura tem que “adotar providências”. Eu não gosto de ser chato, mas tem coisa que não dá para não questionar. Vamos lá. Nenhum pai ou mãe quer ver o filho chafurdando no lixo, mas eles fazem isso não por opção, mas por necessidade. São famílias que vivem em condições de miséria total e não basta “proibir o acesso”. Tem que dar condições para que eles deixem o local, são pessoas, em sua maioria, em situação de extrema fragilidade social. E o lixão é uma alternativa, senão a única, que elas tem para garantir o sustento.

E todo mundo sabe

Que essas pessoas vão dar um jeito de seguir a vida tirando o sustento do lixão. O Ministério Público deveria obrigar o município e empresas que exploram o serviço, a oferecer alternativas de renda para que essas pessoas não precisem colocar seus filhos para catar lixo para sobreviver. Em um momento em que o brasileiro fala tanto em “mudanças”, a única coisa que está mudando mesmo é o ano.

IPVA em atraso não dá mais apreensão

Um projeto de lei de autoria dos deputados estaduais Hermínio Coelho e Laerte Gomes foi aprovado esta semana na Assembleia Legislativa proibindo a Polícia Militar e Detran de apreenderem veículos com IPVA em atraso. É bom lembrar que a grande maioria dos devedores desse imposto são pessoas que estão em dificuldades financeiras, e se o sujeito não consegue pagar o IPVA, por obviedade não conseguirá pagar as diárias, tampouco retirar o veículo do pátio do Detran. Esse foi um dos temas abordados em nosso Resumo da Semana, que se você ainda não viu, assiste ai. Aproveita e se inscreve em nosso canal e deixa um “like”.

Atrasou, de novo

A Rede Amazônica surpreendeu seus funcionários nesta sexta-feira, 7, ao anunciar que só vai pagar os salários de novembro no próximo dia 14. Mas não disse se vai parcelar de novo, ou se pagará integral. A empresa também ainda não pagou a segunda parcela do décimo terceiro e circula, nos grupos de Whatsapp dos funcionários, notícia de que o FGTS não estaria sendo recolhido desde julho deste ano. A rede, uma das maiores do país, vem passando por mudanças desde que o empresário Phelippe Daou faleceu e seu filho assumiu o comando. De qualquer forma, sabe-se com certeza que a emissora está enxugando sua folha de pagamentos. Sinal dos novos tempos.

“É verdade esse bilete”

A família Bolsonaro está em uma tremenda saia-justa por causa do ex-assessor que transferiu R$ 24 mil para a conta da futura primeira dama Michelle Bolsonaro e movimentou R$ 1,2 milhão em 12 meses em sua conta bancária. Nesta sexta-feira, Sérgio Moro se calou, Onyx Lorenzoni surtou, Jair Bolsonaro passou mal, mas antes disse que o “dinheiro foi para pagar um empréstimo feito ao ex-assessor que é seu amigo pessoal, mas que ele se afastou depois que soube das tais movimentações financeiras”.

Para piorar

A revista Veja, em sua edição digital, divulgou agora a noite que nas movimentações suspeitas encontradas na conta de Fabrício Queiroz, estavam transferências feitas por sete assessores de Flávio Bolsonaro, que teriam repassado um total de R$ 116.556 reais para a conta de Queiroz entre 1º de janeiro de 2016 e 31 de janeiro de 2017. Para o Coaf não há justificativa financeira para haver reiterados depósitos em conta bancária de uma pessoa sem vínculo profissional com quem depositou o dinheiro. Uma das transações suspeitas apontadas pelo órgão é a emissão de uma cheque de 24.000 reais para a futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Mais Médicos, só que não

O programa Mais Médicos vai receber inscrições de formados no exterior sem CRM para preencher vagas remanescentes. Brasileiros e estrangeiros deverão entrar no sistema entre 11 e 14 de dezembro. Será a segunda etapa na tentativa de substituir cubanos que deixaram o programa. Imagino o que vem por ai…

Pesquisadores australianos desenvolvem teste de 10 minutos capaz de detectar câncer

Pesquisadores na Austrália desenvolveram um teste de 10 minutos que pode detectar a presença de células cancerígenas em qualquer parte do corpo humano, de acordo com o artigo publicado na revista “Nature Communications”. O teste foi desenvolvido depois que pesquisadores da Universidade de Queensland descobriram que o câncer forma uma estrutura única de DNA quando colocado na água. O teste funciona identificando a presença dessa estrutura, uma descoberta que poderia ajudar a detectar câncer em humanos muito antes dos métodos atuais. Abu Sina, co-pesquisador, disse que o teste é uma “descoberta significativa” que pode ser um “fator de mudança” para a detecção do câncer. O teste de 10 minutos desenvolvido na Austrália ainda precisa ser testado em seres humanos, e grandes ensaios clínicos são necessários antes que ele possa ser usado em pacientes em potencial. Mas os sinais são positivos. Testes feitos em mais de 200 amostras de tecido e sangue detectaram células cancerígenas com 90% de precisão, disseram os pesquisadores.

Participe do debate. Comente!