Marcos Rocha pediu afastamento da presidente do SINGEPERON

O Governador Marcos Rocha, por meio da Procuradoria Geral do Estado, protocolou no final da tarde desta sexta-feira(18) uma manifestação ao Desembargador Roosevelt Queiroz Costa notificando o magistrado, que deferiu liminar sobre a suspensão do movimentos paredista, sobre o descumprimento da determinação de suspensão da greve dos agentes penitenciários.

Na manifestação, além de informar suposta a ilegalidade do movimento grevista de agentes penitenciários, o procurador geral Juraci Jorge da Silva, solicitou que o desembargador determinasse o imediato afastamento da presidente do Singeperon, Daihane Regina Lopes Gomes, do entorno das unidades prisionais, além de fixar uma multa de pelo menos R$10.000,00 por dia de descumprimento.

A presidente do Sindicato disse nesta sexta-feira que os servidores estão em “operação padrão”, atendendo apenas situações excepcionais, de urgência e emergência nas unidades prisionais de Rondônia, como a garantia de alimentação e saúde aos apenados, além de determinações judiciais para prisão ou alvarás de soltura.

Processo: 0801150-04.2017.822.0000

Participe do debate. Comente!