O Parlamento Mirim de Candeias do Jamari vive um clima tenso desde a sessão do dia 06 de Outubro, data em que o Presidente da Casa de Leis Neilton Bento, tentou impedir a entrada do requerimento pedindo apuração de denúncias relativas a sua gestão.

A denúncia feita por um de seus pares, indicava o direcionamento feito pelo Presidente na locação de um prédio para Secretaria Municipal de Saúde de Candeias do Jamari. De acordo com o Vereador, no Processo 185/2010/PMCJ de 26/11/2010, ficou mais do que comprovada o direcionamento no aluguel do prédio que atualmente serve como almoxarifado da Secretaria. O referido prédio pertence a familiares do Presidente Neilton que se beneficiam do contrato desde então.

Outro escândalo denunciado pelos Vereadores, Júnior Silva, Miguel Sena e Beijim foi a denúncia de manipulação e direcionamento na obra de reforma do prédio da Câmara Municipal de Vereadores, Processo 006/CMCJ/2013.

No ano de 2013, as obras deram inicio e como não foi concluída, foi necessária outra reforma em 2014. Como é apontada na denúncia feita.

Junior Silva afirmou que: “O VEREADOR NEILTON TOCOU A OBRA PESSOALMENTE, ADQUIRINDO MATERIAL, TRANSPORTANDO MATERIAL E CONTRATANDO TRABALHADORES DEMONSTRANDO ASSIM QUE A EMPRESA DO SR. CASSIMIRO (Assessor do Presidente na Câmara) SERVIU APENAS PARA VIABILIZAR O RECEBIMENTO DO RECURSO QUE VOLTOU PARA O PRESIDENTE NEILTON BENTO. COMO NÃO É POSSÍVEL VERIFICAR SE TODO O RECURSO FOI REAPLICADO NA OBRA, FICA CLARA A INTENÇÃO DE LAVAGEM DE DINHEIRO POR PARTE DO PRESIDENTE DA CÂMARA, NEILTON BENTO. (…) DAÍ VEM A SUSPEITA DE QUE INSTALOU-SE UMA QUADRILHA COM INTENÇÃO DE DESVIAR RECURSOS DA CÂMARA MUNICIPAL.”

De acordo com a Comissão que investiga esses supostos crimes, as mesmas denúncias foram apresentadas ao Ministério Público e Tribunal de contas do Estado, para que sejam feitas investigações paralelas.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário