Presidente da Fecomércio-RO fala do impacto positivo dos saques do FGTS na economia

Presidente da Fecomércio-RO fala do impacto positivo dos saques do FGTS na economia

O presidente da Fecomércio-RO, Raniery Coelho, diz que a economia rondoniense vive um clima de certa expectativa o início do prazo para os saques das contas inativas do FGTS pelos contribuintes. A temporada de saque vai até o mês de julho, e, segundo a Caixa em Rondônia, O FGTS injetará R$ 197 mi na economia do Estado, distribuídos, em mais de 235 mil contas inativas.

“Pode parecer pouco, mas é um volume de dinheiro extra que entra em circulação na economia. Sobretudo, boa parte desse dinheiro é para pagamento de dívidas ou mesmo para consumo, o que é sempre bom para o comércio. É, sem dúvida uma política pública necessária de incentivo à economia criada pelo Governo Federal. A economia está saindo da estagnação”, avaliou o presidente.

Raniery Coelho disse ainda, que a situação econômica de Rondônia está bem mais favorável que muitos estados, que sequer têm dinheiro para honrar compromissos salariais de servidores públicos. Segundo ele, o agronegócio tem sido o grande divisor de águas da economia estadual, um setor que vem crescendo sobretudo na produção e exportação de carne bovina, peixe, e grãos.

“Todo dinheiro que entra em circulação na economia do Estado é bem vindo. O contribuinte deve estar atendo aos seus pagamentos e fazer um bom uso desse dinheiro para o seu próprio bem. O Governo Federal acertou em liberar esse dinheiro, mas essa política econômica deve avançar mais no sentido de gerar mais emprego e renda, através de investimentos maciços em grandes obras”, finalizou Raniery Coelho.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário