Promotor que chamou negros de “catinguentos” será investigado

O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio – chefe do Ministério Público paulista – mandou abrir um procedimento para investigar uma publicação do promotor José Avelino Grota em uma rede social. Em um grupo fechado na internet, Avelino escreveu que “negro em geral é catinguento, fede demais”.

À reportagem e também em publicações no grupo MPSP Livre, no Facebook – onde o texto foi divulgado – o promotor afirmou que as mensagens são ironias contra decisão judicial que arquivou uma investigação sobre a exigência de uniformes brancos para babás em clubes paulistanos. “Foi ironia pura, sarcasmo”, disse Avelino.

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário