Quinta-feira sangrenta deixa população apavorada e secretario silencia

Uma noite de tiroteios por toda a cidade deixou a população de Porto Velho apavorada na última quinta-feira, quando duas pessoas foram mortas e 20 baleadas por atiradores que circulavam a cidade. Nas redes sociais o clima era de desespero, pais telefonando para seus filhos, pedindo que eles voltassem para casa e a todo momento, notícias de pessoas feridas. Ao mesmo tempo, circulavam informações sobre uma possível retaliação, por parte de policiais militares, que estariam se vingando da morte do PM Osmar Júnior, baleado na cabeça durante uma emboscada. Ele era lotado no gabinete da deputada estadual Ana da 8 e estava à paisana na hora do crime.

Também circulavam informações sobre a liberação de 414 presos do complexo penitenciário, que teriam sido beneficiados com o indulto de natal.

O secretário de Defesa, Marcelo Bessa não se manifestou sobre a onda de crimes, como costuma fazer em seu perfil no Facebook, utilizado para mostrar fotos de solenidades, vídeos de treinamento de tiro executados por ele, e outras banalidades. O silêncio do governo, deixou a população ainda mais apreensiva.

A secretaria de Defesa também não divulgou se vem trabalhando alguma estratégia de segurança para o fim de ano, que promete ser um dos mais violentos dos últimos tempos. O Executivo entra em recesso a partir desta sexta-feira, 20, retornando apenas em janeiro.

 

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário