Reajuste da CIDE pode aumentar combustíveis em 21%

Aumento da CIDE vai inflacionar todos os demais setores

Caso o governo aumente mesmo a Contribuição sobre Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) de 0,10 centavos para 0,60 centavos, aumentará sua receita em R$ 15 bilhões. Em compensação, o preço da gasolina na bomba vai subir algo como 21%, de acordo com [su_frame align=”right”] [/su_frame]estimativa do consultor Adriano Pires. Imagine-se o impacto inflacionário da medida.

A CIDE FOI criada por emenda constitucional em 2001. O imposto é cobrado sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás e álcool etílico.

Desde a última terça-feira que o governo estuda formas de aumentar a arrecadação no país para tentar fechar as contas, e uma das medidas seria o aumento da CIDE. Outra proposta é aumentar o imposto de renda ou retornar com a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que era uma cobrança que incidia sobre as movimentações bancárias dos contribuintes e vigorou entre 1997 e 2007. A alíquota inicial era de 0,25% aumentando para 0,38% em 2002. O imposto foi criado inicialmente para ter seus recursos destinados à melhoria do sistema de saúde do país, mas isso nunca foi feito.

Durante jantar em Brasília na última terça-feira, o governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB) defendeu enfáticamente o retorno do imposto.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário