Rebeldes sírios lançam ataques em corredor humanitário em Aleppo

O leste de Aleppo está tomado pelos rebeldes que lutam contra o regime de Bashar al-Assad

Rebeldes sírios dispararam foguetes em um corredor humanitário aberto para saída de insurgentes e civis sitiados no leste da cidade de Aleppo, segundo autoridades sírias e russas informaram nesta sexta-feira (4).

Um jornalista sírio e dois soldados russos ficaram feridos. O leste de Aleppo está tomado pelos rebeldes que lutam contra o regime de Bashar al-Assad. O Exército sírio, por sua vez, mantém um cerco à região desde julho.

O ataque interrompeu a trégua unilateral declarada pela Rússia, país aliado de Assad e que tem feito bombardeios no local.

Moscou e o Exército sírio acordaram que os rebeldes poderiam deixar os bairros sitiados até as 19h desta sexta (15h em Brasília) portando armas leves por meio de dois corredores. Os civis, por sua vez, poderiam usar seis outros pontos para sua evacuação.

Não houve, contudo, sinais de que grupos tenham deixado Aleppo nesta sexta.Cerca de 250 mil pessoas estão isoladas na parte leste de Aleppo, enquanto outro 1,5 milhão vive nos bairros à oeste, controlados por forças do regime sírio.

BATALHA POR ALEPPO

Bombardeios realizados por aviões da Rússia e da Síria sobre Aleppo mataram centenas de civis e destruíram hospitais, atraindo críticas de líderes ocidentais.Em parceria com o regime sírio, a Rússia prepara uma ofensiva final retomar Aleppo das mãos dos rebeldes.

A retomada de Aleppo, uma das maiores cidades da Síria, é considerada estratégica para enfraquecer a insurgência armada contra o regime de Assad.Iniciada em 2011, a guerra na Síria já deixou mais de 400 mil mortos e forçou milhões de pessoas a sair de suas casas.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário