Refugiados sírios que fugiam para o Líbano são encontrados congelados

Autoridades acharam os refugiados após serem alertadas de que havia um grupo em uma situação bastante difícil próximo à fronteira de Masnaa.

Relatos locais apontam que eles teriam sido abandonados por contrabandistas contratados para ajudá-los na travessia. Dois destes contrabandistas foram presos.

Diversos refugiados foram regatados, inclusive um menino que foi encontrado vagando sozinho.

O grupo estava fazendo a mesma rota que centenas de milhares de sírios já realizaram para escapar do conflito que tomou conta do seu país.

A Unicef, agência da ONU de proteção infantil, classificou o caso como uma “tragédia”.

Refugiados síriosDireito de imagemREUTERS
Milhões de sírios já enfrentaram um duro caminho para escapar do conflito que tomou conta do país

“O povo sírio continua a arriscar suas vidas e as de duas crianças em uma busca desesperada por segurança e abrigo. Nossos pensamentos estão com as famílias que perderam seus entes queridos, vítimas de uma guerra que, em breve, entrará no seu oitavo ano”, disse Geert Cappelaere, diretor da UNICEF para o Oriente Médio.

Cappelaere disse que a morte de duas crianças é um alerta que é preciso ampliar a assistência a refugiados. “Não há desculpa. Não podemos continuar a falhar com essas crianças.”

Autoridades libanesas impuseram restrições à chegada de sírios em 2015, na tentativa de limitar o número de refugiados que chegam.

Com 4 milhões de habitantes, o Líbano já recebeu mais de 1 milhão de cidadãos do país vizinho desde que a guerra começou, em 2011.

O conflito teve início com um levante contra o presidente Bashar al-Assad em uma revolta inspirada pela chamada Primavera Árabe.

Deu-se então uma perseguição da oposição pelo governo, e a violência rapidamente aumentou no país, com grupos rebeldes se reunindo para combater as forças oficiais e retomar o controle das cidades e vilarejos.

A guerra civil que já matou centenas de milhares de pessoas e obrigou milhões a deixarem suas casas e o país.

BBC/Mundo

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário