Dois novos tipos de rotavírus são identificados no Brasil

Estudo foi publicado na revista científica Journal of General Virology e envolveu pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz e do Instituto de Medicina Tropical da USP

Desde 2006, a atual geração de vacinas tem dado conta de prevenir a maior parte dos casos de rotavírus, que causa vômitos, cólicas, diarreia e é responsável por 40% das internações hospitalares de crianças no Brasil.

No entanto, um sinal amarelo foi aceso com a identificação de duas novas cepas no país, de acordo com um novo estudo.

O trabalho, publicado na revista científica Journal of General Virology e que envolveu pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz (IAL) e do Instituto de Medicina Tropical da USP, mostrou que uma cepa que mistura material genético de vírus equino com vírus humano é hoje a mais comum nas análises que chegam ao IAL, o qual analisa material do Centro-Oeste, Sul e parte do Sudeste.

O rotavírus equino-humano apareceu no país em 2015. Em 2017, já correspondia a 80% de todas as amostras positivas para rotavírus.

Esse tipo de combinação das partes entre as cepas que infectam animais diferentes não é tão rara, afirma a pesquisadora Adriana Luchs, do Adolfo Lutz. Só que geralmente os vírus resultantes dessas combinações acabam num beco sem saída, infecciosamente falando –eles até conseguem infectar mamíferos ou aves, mas não conseguem ir adiante e infectar outro animal.

A explicação aventada pelos cientistas é que o rotavírus equino-humano teria se propagado pelo país a partir de Foz do Iguaçu, onde foi encontrado pela primeira vez em março de 2015 numa garota de dez anos que não havia sido vacinada. Desde então, o vírus circulou no Paraná até maio de 2016 até se espalhar por outros estados.

A pesquisa de Luchs e colaboradores, apoiada pela Fapesp, também identificou um outro vírus, o DS-1-like G1P[8], que só havia sido encontrado na Ásia. Essa cepa provavelmente chegou com alguém vindo daquele continente.

Apesar de ter sido um achado pontual, em 2013, ele tem importância: é justamente a partir da cepa G1P[8] que foi formulada a primeira vacina contra o rotavírus (da farmacêutica MSD). E ela tem funcionado bem contra todos os parentes que tem esse sobrenome P[8], que identifica uma das proteínas presentes na superfície do vírus, diz Luchs.

Uma emergência desse subtipo poderia indicar que a vacina está deixando de fazer efeito –o que, por ora, é apenas especulação. De todo modo, ressaltam os cientistas, é melhor ficar atento e manter o monitoramento a todo vapor.

A transmissão do rotavírus se dá geralmente pela via fecal-oral, ou seja, uma grande quantidade de vírus é dispersada pelas fezes. Resistentes, os vírus aguardam no ambiente até que surja uma nova oportunidade para infectar algum outro animal, reiniciando o ciclo. Com informações da Folhapress.

Fonte: noticiasaominuto

Descubra todos os benefícios do exercício físico na gravidez

Gravidez não é doença: ao contrário, é um momento de saúde plena da mulher

Quem engravida e é sedentária tem um bom motivo para começar a praticar uma atividade física: o exercício na gestação previne o diabetes, o ganho excessivo de peso e aumenta a disposição, porque aumenta a serotonina, hormônio ligado ao prazer. E quem já pratica uma atividade nem pode pensar em pará-la!

Gravidez não é doença: ao contrário, é um momento de saúde plena da mulher. E, para que esse momento perdure, é imprescindível que ela pratique atividade física regularmente, durante toda a gestação. “A gestante deve consultar seu obstetra e, estando com a saúde em dia, ela pode praticar atividades a partir do primeiro ultrasson morfológico, com 12 semanas de gestação”, aconselha a Dra. Mariana Rosario, ginecologista, obstetra e mastologista.

Para ela, é fundamental que todas as gestantes – salvo exceções, como aquelas que têm placenta prévia, problemas osteoarticulares ou risco de parto prematuro – tenham práticas físicas constantes, para evitar-se o diabetes gestacional, o ganho de peso excessivo e aumentar-se a disposição geral. A prática de atividade física também pode prevenir contra a eclampsia, uma complicação relacionada à hipertensão arterial que pode levar à morte da gestante.

Musculação, caminhada, ioga, pilates, bicicleta, corrida, zumba e dança, entre outras atividades, estão entre as mais indicadas para as gestantes – todas elas orientadas por profissionais especializados em gestantes. “É importante que a mulher grávida seja acompanhada em seu pré-natal, pelo obstetra, e por um profissional de Educação Física especializado em gestante. Não é aconselhável que ela exagere, é claro, mas é imprescindível que as sedentárias aproveitem esse período para começarem uma atividade, devagar, e as que já a praticam não a abandonem”, aconselha.

No consultório, Mariana diz que incentiva suas pacientes a procurar o prazer de cuidar do corpo na gravidez, porque presencia muitas mulheres sem estímulo de criar novos hábitos. “Vejo que há desculpas para não realizarem exercício físico na gestação, mas, este é um período em que se gasta muita energia e é necessário ter disposição para chegar à 40ª semana bem. A atividade física aumenta a serotonina e dá prazer, então, a sensação física é muito boa, só faz bem”, garante.

O ideal, segundo a médica, é que a prática seja realizada ao menos três vezes por semana, com duração de uma hora por dia. “Mais não fará mal, mas, nunca se pode esquecer do acompanhamento profissional. Com a atividade física, será muito mais fácil retomar a condição corpórea anterior à gestação após o parto”, finaliza.

Fonte: noticiasaominuto

Mensagens do WhatsApp, Instagram e Messenger serão ‘unidas’; entenda

Em breve, usuários poderão enviar mensagens de um aplicativo para outro

Dono do WhatsApp, Instagram e Messenger, o Facebook está trabalhando para que, em breve, os usuários possam enviar mensagens de um aplicativo para o outro, e não mais apenas entre o mesmo aplicativo.

“Estamos trabalhando para tornar nossos produtos de mensagens mais criptografados de ponta a ponta e considerando formas de facilitar o contato com amigos e familiares em todas as redes. Como seria de esperar, há muita discussão e debate enquanto começamos o longo processo de descobrir todos os detalhes de como isso funcionará”, disse ao The New York Times um representante do Facebook.

“Queremos construir as melhores experiências em mensagens que pudermos; e as pessoas querem que a conversa seja rápida, simples, confiável e particular,” prosseguiu.

Fonte: noticiasaominuto

Trump anuncia acordo provisório para encerrar paralisação do governo

Evento é tido como derrota do presidente americano por oposição democrata

O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira, (25/1), um acordo provisório com a oposição democrata para reabrir o governo por três semanas, encerrando a paralisação parcial do governo, que já dura 35 dias, é a mais longa da história dos Estados Unidos e deixou 800 mil funcionários públicos sem salários.

Trump afirmou ter pedido ao líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, que levasse a proposta orçamentária acordada com os democratas ao plenário da Casa “imediatamente”.

“Estou muito orgulhoso de anunciar hoje que chegamos a um acordo para encerrar o shutdown e reabrir o governo federal”, disse Trump nos jardins da Casa Branca. Ele acrescentou que, nesse meio tempo, um comitê bipartidário de deputados se reunirá para discutir as necessidades de segurança na fronteira dos EUA.

No discurso, Trump manteve a ameaça de declarar emergência para usar verba de outras áreas para a construção do muro caso os democratas não concordem com planos do governo até o dia 15 de fevereiro. “Se não tivermos um acordo justo, o governo ficará paralisado de novo ou eu usarei os poderes que tenho pelas leis e pela constituição para resolver essa emergência. Nós teremos segurança”, disse Trump, após fazer uma defesa da proposta de construção do muro para conter a imigração ilegal.

O anúncio de Trump é visto como uma derrota do presidente na queda de braço com os democratas e, especialmente, com a presidente da Câmara, a deputada Nancy Pelosi. Até agora, Trump vinha indicando que a previsão de US$ 5,7 bilhões no orçamento para construção do muro, sua promessa de campanha, era inegociável. Nas últimas semanas, no entanto, pesquisas mostraram que a população americana associava a Trump a culpa pelo ‘shutdown’ mais longo da história do país.

O discurso de Trump vem em linha com o que os democratas vinham solicitando ao presidente, ou seja, que as negociações sejam feitas com o governo aberto. O acordo anunciado hoje abre caminho para que o Congresso aprove as leis orçamentárias suficientes para reabrir o governo federal.

Fonte: metropoles

Jovem descobre traição e por vingança vende o videogame do namorado por R$ 14

Georgia Jackson estava grávida quando descobriu o caso de infidelidade

O que uma mulher é capaz de fazer quando sabe de uma traição? A britânica Georgia Jackson, de 24 anos, descobriu que estava sendo traída pela segunda vez durante a gravidez e resolveu se vingar do namorado vendendo pela internet algo que ele ama: o videogame.

Em um post no Facebook, Georgia explica que descobriu que seu namorado, Josh Maddock, de 25 anos, estava “colocando seu pênis em outra garota” e, por isso, ela resolveu vender o Xbox One dele. O detalhe que mais chamou atenção na publicação que revelou a traição foi o preço do produto.

Segundo informações do portal britânico “The Sun”, um videogame similar ao de Josh custa em torno de 186 libras (aproximadamente R$ 900), mas Georgia resolveu provocar e vender o Xbox por apenas três libras (aproximadamente R$ 14).

No post do Facebook, ela escreveu que o primeiro a se interessar pelo produto pagaria apenas esse valor simbólico e justificou que está precisando desse dinheiro para comprar uma faca nova.

Vingando a traição

A britânica tomou essa decisão depois que descobriu que Josh estava sendo infiel novamente. Em 2016, ela havia traído Georgia, mas ela perdoou e eles continuaram juntos, porém isso voltou a acontecer no ano passado quando ela estava grávida do único filho do casal. Ela disse que depois de quatro anos juntos considera essas ações como uma “grande traição”.

“Eu sempre tive em mente que, se ele fizesse alguma coisa, eu destruiria o Xbox dele, mas eu sabia que vendê-lo o deixaria mais doido. Eu queria humilhá-lo. Depois que eu postei, me senti muito melhor”, garante a britânica.

A publicação foi feita em um grupo fechado de moradores de Northumberland, na Inglaterra, região em que Georgia vive, mas logo o post viralizou e um print do anúncio começou a circular nas redes sociais somando mais de 25 mil compartilhamentos. “Isso me distraiu e me estimulou um pouco. Foi minha forma de vingança, mas eu não esperava uma reação tão grande a isso.”

A jovem diz que Josh quebrou completamente o seu coração e, por isso, não se arrepende do que fez. O “The Sun” tentou entrar em contato com Josh para ele dar a versão dele sobre esse caso de traição , mas ele se recusou a comentar o assunto.

Fonte: delas.ig

Adolescente desaparecida é encontrada em casa de prostituição

Jovem estava desaparecida há mais de um ano

A Polícia Militar encontrou uma adolescente de 16 anos que estava desaparecida há mais de um ano em Jundiaí (SP). De acordo com o G1, a jovem foi localizada trabalhando em uma casa de prostituição no Horto Santo Antônio, na noite desta quinta-feira (24).

A PM chegou até à jovem através de uma denúncia anônima, que informou que menores de idade eram exploradas sexualmente no local.

A adolescente contou aos policiais que era de Campinas (SP). Ela diz que foi levada até Jundiaí para trabalhar na casa de prostituição, onde fazia de nove a 12 programas por dia.

Ainda segundo o G1, a PM verificou que a adolescente constava como desaparecida desde setembro de 2017, data em que a mãe dela registrou boletim de ocorrência.

A menor e as duas mulheres foram encaminhadas à delegacia de Jundiaí. O caso foi como exploração de prostituição de menor.

Fonte: noticiasaominuto

Bombeiros confirmam 200 desaparecidos após rompimento de barragem

No total, 51 bombeiros militares e 06 aeronaves estão envolvidas nos resgates

O corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou, na tarde desta sexta-feira (25/1), o desaparecimento de ao menos 200 pessoas, em decorrência do rompimento da barragem em Brumadinho, próximo a Belo Horizonte.

Segundo informou a corporação, o Centro Social do Córrego do Feijão, nas proximidades de um campo de futebol, foi usado para montar a operação. O campo está sendo utilizado como área de avaliação e triagem de vítimas para atendimento médico.

No total, 51 bombeiros militares e 06 aeronaves estão envolvidas nos resgates. Conforme os bombeiros de MG, “às 15h50 o rejeito atingiu o Rio Paraopeba”.

“Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas. Parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida”, afirmou a companhia em comunicado à imprensa.

Desastre

Mais cedo, nesta sexta, a barragem Mina Feijão explodiu no município mineiro. O desastre espalhou lama pela cidade e fez alguns moradores deixarem as casas – os que residem na parte mais baixa da região. Equipes de bombeiros e da Defesa Civil foram mobilizadas para a área e estão em busca de vítimas.

A Prefeitura Municipal de Brumadinho chegou a pedir, por meio das redes sociais, que a população da cidade mantenha distância do Rio Paraopeba, um dos principais afluentes do Rio São Francisco. Até o momento, não há informações sobre o número de feridos.

Fonte: metropoles

Acha que a Terra é plana? YouTube vai esconder vídeos com teorias falsas

O YouTube é o lar dos mais diversos vídeos que você pode imaginar, mas um tipo de conteúdo bem particular incomodou o Google. São aqueles que apresentam teorias falsas sobre fatos históricos ou a respeito de temas já consolidados pela ciência.

Irritou tanto que a empresa vai evitar recomendá-los a quem que acessa a plataforma de vídeos. Se você está em dúvida sobre que tipo de conteúdo poderia ser, o próprio YouTube dá exemplos de que vídeo deverá ser escondido:

“Começaremos a reduzir as recomendações de conteúdos incertos ou que possam desinformar os usuários de maneiras prejudiciais, como vídeos que promovam uma cura milagrosa falsa para uma doença grave, afirmando que a Terra é plana ou fazendo afirmações descaradamente falsas sobre eventos históricos como 9/11 [dia do ataque às Torres Gêmeas em Nova York].”

O Google já havia declarado guerra a vídeos com teorias da conspiração no YouTube. Ainda assim, era uma abordagem menos radical: conteúdos desse tipo, como os que negam o pouso na Lua, passaram a ser acompanhados desde março de 2018 por textos da Wikipédia e de outras serviços de informação sobre o que de fato ocorreu.

Agora, no entanto, a empresa de internet foi além: informou nesta sexta-feira (25) que vai evitar sugerir que as pessoas assistam vídeos com teoria da conspiração e outros tipos de desinformação.

Você ainda poderá encontrá-los caso busque por eles dentro da plataforma. Mas eles deixarão de ser mostrados na página inicial do YouTube e ao final de outro vídeo, por exemplo.

LEIA A REPORTAGEM COMPLETA NO UOL.

Ações da Vale nos Estados Unidos despencam após rompimento de barragem

Impacto para a produção da companhia deve ser limitado, avalia especialista

Os recibos de ações da Vale negociadas nos Estados Unidos têm caído nesta tarde de sexta-feira (25/1), após o rompimento de uma barragem na Mina Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os papéis recuaram 9,56% por volta das 16h50, repercutindo o ocorrido. O papel chegou a subir 3,2% logo após a abertura, mas caiu forte com a notícia do acidente e chegou a recuar 11%. Como a B3 está fechada por conta do feriado municipal em São Paulo, os efeitos sobre os preços das ações da mineradora serão vistos apenas na segunda (28).

O impacto para a produção da companhia deve ser limitado, na avaliação do analista-chefe da XP Investimentos, Karel Luketic. “Para colocar em perspectiva, nas nossas contas, [a planta da Mina do] Feijão representa de 1,5% a 2,5% da produção da companhia, portanto, operacionalmente o impacto deveria ser limitado”, escreveu Luketic.

Luketic pondera que ainda é muito cedo para estimar o impacto financeiro do acidente. O rompimento da barragem de Fundão, na cidade mineira de Mariana, em novembro de 2015, gerou uma sucessão de multas e processos judiciais. “No caso de Mariana, o acordo anunciado com as autoridades brasileiras em 2016 tinha valor de R$ 11 bilhões a R$ 13 bilhões ou 4% do valor de mercado da companhia hoje”, escreveu o analista da XP.

Segundo relatou o Ibama, o volume represado pela barragem em Brumadinho era bem menor que o de Mariana. Segundo o instituto, o reservatório que foi rompido hoje era de aproximadamente 1 milhão de metros cúbicos de rejeitos. Já a barragem em Mariana mantinha um volume de rejeitos de aproximadamente 55 milhões de metros cúbicos, segundo informa o site da Samarco.

Impacto para a vida e para a cidade

Os analistas especializados em Vale trabalham neste momento em busca de informações sobre o rompimento da barragem. “O mais importante agora é saber o impacto para a vida e para a cidade. O aspecto financeiro é secundário”, diz o analista da XP Investimentos Karel Luketic. Ele fez contato com a área de Relações com Investidores (RI) da mineradora, que ainda apura e organiza as informações sobre o acidente para poder relatar.

Luketic acrescenta que é difícil estimar o impacto sobre a produção – “que tende a ser menor, mais manejável” – e mais ainda calcular os montantes com potenciais multas, acionamento de seguros.

Fonte: metropoles

Defesa de Beto Richa afirma que suspeitas já foram esclarecidas

Ex-governador do Paraná foi preso em caráter preventivo

Em nota enviada à jornalistas, os advogados do ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), questionaram a prisão em caráter preventiva do tucano. Richa foi detido na manhã de hoje (25), em Curitiba, por suspeitas de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa na concessão de rodovias estaduais.

Segundo a defesa de Richa, os fatos apresentados pelo Ministério Público Federal (MPF) no pedido de prisão preventiva acolhido pelo juiz federal substituto Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba, são “antigos”.

Os advogados sustentam que os fatos apresentados pelos procuradores da República foram devidamente esclarecidos, “não restando qualquer dúvida quanto à regularidade de todas as condutas praticadas” pelo ex-governador, no exercício de suas funções.

“Mais que isso. Os fatos ora invocados já foram anteriormente utilizados, na decretação das medidas cautelares expedidas contra o ex-governador”, sustenta a defesa, referindo-se ao primeiro mandado de prisão preventiva cumprido contra Richa, em setembro de 2018, quando o ex-governador passou menos de três dias no Regimento da Polícia Montada, da Polícia Militar, em Curitiba.

“Cumpre registrar que o Supremo Tribunal Federal, ao julgar referidas medidas, reconheceu a flagrante ilegalidade na ordem prisão decretada [em setembro]”, acrescentam os advogados, argumentando que a nova prisão, hoje, “afronta o quanto decidido pelo STF com o evidente objetivo de desrespeitar os julgamentos proferidos pela Suprema Corte, sobre o tema”, tendo baseado-se em “ilações do MPF, exclusivamente suportadas em falsas e inverídicas informações prestadas em sede de colaboração premiada, por criminosos confessos”.

Também a pedido do MPF, o juiz Paulo Sérgio Ribeiro autorizou a prisão preventiva de Dirceu Pupo Ferreira, contador da empresa da ex-primeira dama Fernanda Richa. Ferreira é apontado como “homem de confiança da família e administrador das empresas Ocaporã e BFMAR, ambas da família Richa e alvos da Operação Integração – uma fase da Operação Lava Jato deflagrda em fevereiro de 2018 para apurar suspeitas de irregularidades nos contratos de concessões de rodovias.

Segundo o MPF, há indícios de que André Richa, um dos filhos do ex-governador, foi beneficiado com pelo menos R$ 2,5 milhões em dinheiro vivo, usados para a aquisição de, pelo menos, três imóveis registrados em nome de uma empresa pertencente a Fernanda Richa.

A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Dirceu Pupo Ferreira. Já os advogados de Fernanda Richa seguem, em nota, a mesma linha apresentada pelos advogados do ex-governador.

“A operação federal desencadeada hoje baseia-se em fatos antigos e já esclarecidos na investigação estadual do GAECO. Há evidente conflito entre as duas investigações que versam sobre os mesmos fatos”, comentam os advogados, sustentando que a empresa Ocaporã nunca foi administrada formal ou informalmente por Carlos Alberto Richa.

“Não há qualquer fato que ligue a empresa ou seus sócios a qualquer fato ilícito sob investigação. Fernanda e André Richa estão, como sempre estiveram, à disposição da justiça, do Ministério Público e da polícia. É notório, inclusive, que ambos já prestaram depoimentos e responderam a todos os questionamentos que lhes foram feitos”, acrescentam os advogados.

A Polícia Federal realizará, esta tarde, uma coletiva de imprensa para fornecer detalhes sobre o cumprimento dos mandatos de hoje.

Fonte: agenciabrasil