Mulher chamada de ‘prostituta’ em matéria da Record processa emissora

Processo foi aberto na 13ª Vara Cível da capital fluminense

Uma mulher está processando a Record por ter sido chamada de “prostituta” durante uma reportagem da emissora sobre seu marido, que tentou cometer suicídio de cima de um prédio no Rio de Janeiro. O processo foi aberto na 13ª Vara Cível da capital fluminense.

De acordo com o site ‘Famosidades’, a mulher exigiu R$ 40 mil de indenização por ataque à sua honra. Ela disse que precisou se mudar para o Rio Grande do Sul pois se sentiu humilhada.

Fonte: noticiasaominuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *