No Brasil, 193 pessoas foram presas por crimes eleitorais

Se comparado com o 1º turno, os números são quase três vezes menores

Em todo Brasil, 193 pessoas foram presas por prática de crimes eleitorais neste domingo, 28, segundo turno das eleições 2018. Os números são do Centro Integrado de Comando e Controle (CICCN) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

As prisões são resultado das 1.415 ocorrências registradas pelas policias estaduais e as superintendências regionais da Polícia Federal. Ao todo, 270 mil policiais estaduais e federais, bombeiros e guardas municipais atuam para garantir a segurança e ordem durante o pleito.

Se comparado com o 1º turno, os números são quase três vezes menores. No dia 7 de outubro, o CICCN registrou 3.251 ocorrências que resultaram em 929 prisões. Com informações do Estadão Conteúdo.

Fonte: noticiasaominuto

Deixe uma resposta