O drama do bombeiro de Curitiba em busca da filha desaparecida em Brumadinho

Grávida de quatro meses, Fernanda é a filha caçula do sargento dos bombeiros

O sargento Justino, do Corpo de Bombeiros de Curitiba, vive momentos de drama desde a última sexta-feira (25). A filha dele, Fernanda Damian de Almeida, de 30 anos, é uma das vítimas desaparecidas na tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. Ela estava na Pousada Nova Estância com a família do noivo quando a barragem da Vale se rompeu, matando 65 pessoas e deixando outras 279 desaparecidas.

Muito chocado com o que aconteceu, o sargento Justino não estava em condições de falar com a reportagem. O sargento Newman, amigo pessoal de Justino, falou sobre o drama vivido por parentes das vitimas.”Estamos há três dias aqui em Brumadinho passando por momentos difíceis. Infelizmente, depois que ela saiu de Curitiba e veio de passeio até Minas Gerais, aconteceu isso. Estavam em cinco pessoas, todas desaparecidas. É uma situação muito triste. Criei esta menina, por isso estou aqui com o Justino”, descreveu.

De acordo com o sargento, o clima na cidade mineira é chocante. “Vocês não têm ideia da situação do que aconteceu aqui. Tem rochas de uma tonelada que desceram com o barro, em uma altura de oito metros. A esperança de encontrar alguém com vida é mínima. O desespero dos familiares choca”, lamentou.

Grávida de quatro meses, Fernanda é a filha caçula do sargento dos bombeiros, que tem residência no bairro Hauer. Acostumado a salvar vidas, agora Justino se vê impotente em meio ao mar de lama.  A jovem estava estudando na área de engenharia na Austrália. O plano era se reunir com o noivo e a família dele, então hospedados na Pousada Nova Estância, em uma área de mata em Brumadinho, para visitar o Museu de Inhotim.

Da rádio Banda B

2 Comentários

Deixe uma resposta para Após corpo de noivo ser encontrado, pai de curitibana não tem mais esperanças – Revista :: Tudo sobre tudo Cancelar resposta