Seguridade aprova proposta que fixa jornada do psicólogo em 30 horas semanais

O autor da proposta ressaltou que a fixação da jornada semanal é uma reivindicação dos psicólogos, pois atualmente não há uma regra sobre o tema

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou o o Projeto de Lei 769/15, do deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), que pretende fixar em 30 horas a jornada semanal de trabalho do psicólogo. O texto inclui o dispositivo na Lei 4.119/62, que dispõe sobre os cursos de psicologia e regulamenta a profissão.

O autor da proposta ressaltou que a fixação da jornada semanal é uma reivindicação dos psicólogos, pois atualmente não há uma regra sobre o tema. “Leis estaduais não necessariamente são seguidas pelos municípios, o que provoca atritos entre profissionais e diversos órgãos no momento da contratação”, disse Felipe Bornier.

A relatora, deputada Laura Carneiro (DEM-RJ), recomendou a aprovação. “Trata-se de proposta relevante, uma vez que não há lei federal que defina tal carga horária, o que gera divergências significativas entre cidades no Brasil”, disse. “Há várias cidades com leis sobre esse assunto, com definições de jornada variando entre 20 e 40 horas semanais.”

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: agenciacamara
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário