Investigado pela Lava Jato, o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB) xingou nesta quarta-feira (5) o procurador-geral da República, Rodrigo Janot de “filho da puta” durante um pronunciamento que fez na tribuna do Senado para se defender das acusações de que um grupo ligado a ele teria recebido R$ 26 milhões em propina do esquema de corrupção da Petrobras.

No discurso, o senador que é investigado na Operação Lava-Jato reclamava de despacho do procurador, negando a devolução dos carros. Collor disse que os carros foram comprados por empresas legalmente constituídas e das quais é sócio majoritário.

Em documentário enviado ao Supremo Tribunal Federal, Rodrigo Janot disse que não há razão para dedolver os carros de luxo – Lamborghini, Ferrari, Bentley e Land Rover- apreendidos no mês passado na casa do senador.

Os investigadores justificam que os carros podem ser produtos de crime. Além disso, os automóveis estão em nome de empresas, portanto, ele não teria a legitimidade direta para requerer a devolução. Uma das empresas, a Água branca, tem Collor como sócio.

Durante o discurso, o Collor acusou Janot que concorre a reeleição ao cargo, de usar vazamento seletivo de informação sigilosas da investigação como parte de uma “estratégia ardilosa” para permanecer no posto.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Senador Fernando Collor chama Janot de Filho da Puta

  1. QUE ME CORRIJAM SE EU ESTIVER ERRADO, MAS ISSO NÃO É FALTA DE DECORO PARLAMENTAR, OU ESSA NORMA LEGISLATIVA NÃO EXISTE MAIS???

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: