STF julga recurso de Cassol nesta quarta; ele pode perder o mandato

Já está confirmado na pauta desta quarta-feira do Supremo Tribunal Federal, o julgamento do último recurso do senador Ivo Narciso Cassol (PP-RO), condenado em 2013 por fraudes em licitação ocorridas quando foi prefeito de Rolim de Moura, entre 1998 e 2001.

Se o recurso for rejeitado, o julgamento já encerra com o mandado de prisão e a perda do mandato de senador da República. Cassol, pela condenação de 2013, terá que cumprir 4 anos e 8 meses de prisão, além do pagamento de multa.

No processo, a defesa do senador tentou desqualificar a acusação e convencer os ministros de que o Ministério Público não tinha direito de coordenar as investigações, além de negar as acusações de fraude.

Foram condenados ainda os réus Salomão da Silveira e Erodi Matt, respectivamente presidente e vice-presidente da comissão municipal de licitações, à época dos fatos. Cassol foi condenado ainda a pagar multa de R$ 201.817,05. Salomão da Silveira e Erodi Matt foram condenados a 4 anos, 8 meses e 26 dias de detenção em regime semiaberto, multa de R$ 134.544,70 e à perda do cargo ou emprego públicos que eventualmente exerçam.

PAINEL POLÍTICO acha que o italiano não vai conseguir escapar dessa, mas é bom lembrar que ele vem surpreendendo a cada julgamento.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário