STJ julga indenização de R$ 93 milhões para Cicarelli por vídeo de sexo

Sessão deveria ter ocorrido na terça-feira passada (6/10), mas foi remarcada para hoje. Imagens feitas em 2006, mostravam a apresentadora e o ex-namorado em cenas picantes na praia

O vídeo com cenas íntimas da modelo e apresentadora Daniela Cicarelli com seu ex-namorado Tato Malzoni, na praia de Tarifa, na costa da Espanha, voltou à cena. Nesta terça-feira (13/10) está previsto, na 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o julgamento sobre os valores da indenização que o Google talvez tenha de pagar por não ter tirado o vídeo do ar – a soma deve ultrapassar R$ 93 milhões. A sessão deveria ter ocorrido na terça-feira passada (6/10), mas foi remarcada para hoje, por determinação do ministro relator Luis Felipe Salomão.

Em 2012, o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que o vídeo fosse retirado do YouTube, sob pena de R$ 250 mil por dia. O ex-casal afirma que a ordem foi desobedecida e apresentou um recurso que corrige os valores da indenização para a cifra milionária.

Relembre
As imagens de 2006, gravadas na praia, mostravam Cicarelli e seu então namorado, Tato Malzoni, em um clima acima do nível “impróprio para menores” dentro do mar. O vídeo, é claro, acabou viralizando rapidamente no Youtube. A ação movida pela ex-VJ da MTV vem então se arrastando por anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *