Forte neblina cancela dois voos no aeroporto de Porto Velho

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Dos voos cancelados, um vinha de Manaus (AM) e outro de Santarém (PA). Confira a previsão do tempo para esta terça-feira (29)

A forte neblina em Porto Velho afetou o funcionamento do aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira nesta terça-feira (29). Segundo a Infraero, dois voos já foram cancelados, sendo um vindo de Manaus (AM), da Gol, e outro da Azul que havia saído de Santarém (PA).

O aeroporto de Porto Velho ficou sem condições de pouso e decolagem por causa das condições meteorológicas até por volta de 8h (local).

O voo da Gol que foi cancelado, de número 1896, havia saído de Manaus e deveria ter pousado às 4h20 em Porto Velho.

Já o voo da Azul, n° 2892, decolou de Santarém para fazer uma escala em Manaus e depois seguiria para Porto Velho, mas a viagem precisou ser cancelada.

A previsão para esta terça (29), é de sol e aumento de nuvens de manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite. Conforme o Climatempo, a máxima prevista para a capital é de 35ºC e mínima de 24ºC.

Via G1/RO

Fumaça de queimadas fecha aeroporto de Porto Velho

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Infraero diz que pista não tem condições de pouso e decolagens

O aeroporto internacional Governador Jorge Teixeira, em Porto Velho, suspendeu no fim da manhã desta segunda-feira (26) os pousos e decolagens previstos para a capital do estado.

O fechamento é em decorrência da quantidade de fumaça de queimadas sobre a capital.

Segundo a Infraero, que administra o aeroporto, a pista do aeroporto está “sem visibilidade para pouso e/ou decolagem”.

Um voo da Latam, que saiu de Brasília às 9h30, está sobrevoando a capital Porto Velho para tentar pousar. O pouso estava marcado para 11h30 (local).

[Coluna] – Estacionamento do Aeroporto foi licitado, e não adianta reclamar, para parar por ali, vai ter que pagar

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Onda de privatizações que começa a crescer no país vai colocar tudo para ser cobrado; chega do Estado pagar a conta

O dilema

O aeroporto de Porto Velho licitou o estacionamento e claro, a empresa vencedora passou a cobrar, o que é natural. Também é natural que o entorno passe a ser fechado para quem costuma deixar o carro estacionado “de graça”. O Brasil caminha a passos largos para uma economia liberal, portanto é bom já ir se acostumando a pagar por tudo. O governo deve liberar para privatização, 16 mil quilômetros de estradas, o que representará pedágios em todos os trechos. A seguir essa tendência, o que deve ser mantido, é bom se organizar e preparar o bolso, porque está só no começo.

Quanto ao estacionamento

Foi feita uma licitação ainda ano passado, e a empresa vencedora paga cerca de R$ 30 mil/mês para a Infraero, portanto dificilmente será permitido novamente estacionar no entorno do aeroporto “de graça”. 

Falando em aeroporto

O governador Marcos Rocha anunciou em seu perfil: “estamos acelerando o alfandegamento do aeroporto Jorge Teixeira e caminhando, da forma correta, para que o mesmo seja privatizado. Esse é um dos objetivos conjuntos com o Presidente Jair Bolsonaro para Rondônia”. Tomara que com a privatização, seja ampliada a oferta de voos, pois Porto Velho e Acre se tornaram destinos caríssimos em termos de viagens aéreas.

Siri na lata

Os prefeitos estavam em polvorosa com a possibilidade do governo retirar R$ 9 milhões dos municípios para recuperação de estradas vicinais. A associação dos prefeitos chegou a emitir nota e estavam previstas algumas manifestações mais, digamos, acaloradas. Porém, o governo sinalizou que tudo não passou de um grande “mal entendido” e vai ficar tudo como está.

Mil crianças

Reportagem da Folha de São Paulo assinada pelo jornalista Felipe Corona relata o drama das cerca de mil crianças que vivem na zona rural de Porto Velho e praticamente perderam o ano letivo de 2018 por pura falta de competência da prefeitura em administrar o problema do transporte escolar. Tem desculpas para todos os gostos, de ação do MP, passando por investigação policial. Só não tem mesmo solução para a questão. 

Não colou

O Partido NOVO, em Rondônia, vai ficar fora do processo eleitoral de 2020. Isso se deve ao fato da legenda não ter conseguido o mínimo de 150 filiados necessários para a instalação de um diretório. No Estado todo, o NOVO conseguiu apenas 107 filiados, sendo que Porto Velho foram 68. O anúncio foi feito pelo presidente da legenda, Igor Trivério que concluiu esperançoso de, em 2022 “continuar contando com o apoio dos atuais filiados”. Se não convenceu gente para se filiar, vai ser difícil conseguir gente para votar…

“Tontos”

O vazamento gradual das conversas entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol mostrou que o ex-juiz não curtiu algumas ações do Movimento Brasil Livre, que Moro chamou de “tontos”, por terem feito protestos em frente a casa do falecido ministro do STF, Teori Zavaski. Moro tratou de pedir desculpas rapidamente e em um acesso de amnésia que o acometeu nos últimos tempos, disse “não lembrar” de ter dito o que pediu desculpas por ‘não dizer’. Tempos estranhos esse que vivemos.

IMC materno é o maior indicador de risco de obesidade na infância

O aumento dos níveis de glicose na gestação, mesmo abaixo do limiar do diagnóstico de diabetes gestacional está associado ao risco de obesidade para as crianças, reforçando a necessidade de mais empenho em reduzir os casos de hiperglicemia durante a gestação, revelam as conclusões de um estudo realizado com mais de 45.000 mulheres. Em comparação ao resultado normal no rastreamento da glicemia, o risco de obesidade infantil foi significativamente maior entre as mulheres com níveis glicêmicos alterados no rastreamento (razão de risco ou RR = 1,13; intervalo de confiança, IC, de 95%, de 1,06 a 1,20), quando ajustado por idade materna, raça/etnia e índice de massa corporal (IMC). Os pesquisadores também descobriram que ter diabetes gestacional não aumenta significativamente o risco de obesidade infantil entre as mulheres com peso normal ou sobrepeso, mas aumenta entre as mulheres obesas. O estudo, realizado pela Dra. Samantha Ehrlich, Ph.D., professora de saúde pública na University of Tennessee, em Knoxville, e pesquisadores colaboradores do Kaiser Permanente Northern California, foi publicado on-line em 10 de maio no periódico PLoS One.

Infraero dá início à instalação dos elos no aeroporto de Porto Velho

Anúncio havia sido feito em agosto do ano passado

O aeroporto internacional Jorge Teixeira, em Porto Velho, de internacional só tem o nome. Ou tinha. Nos próximos meses ele será internacionalizado de fato. A Infraero já deu início às instalações dos elos (ponte telescópica) que vão permitir que os passageiros desembarquem sem precisar descer na pista, sujeitos à sol e chuva. Além disso, a Receita Federal deve implantar nas próximas semanas, a alfândega, permitindo o desembarque de voos internacionais.

Apesar do governo federal vir anunciando há anos que adotaria essas medidas, nunca conseguia “dispor de orçamento” e o aeroporto era sempre deixado de lado. O deputado federal Luiz Cláudio (PR), cansado de ouvir as desculpas do governo, destinou uma emenda para resolver o problema, “já que a União está sempre sem dinheiro, então resolvi colocar uma emenda. Conversei com o senador Ivo Cassol (PP) e juntos resolvemos o problema dos elos e da Receita Federal”, disse o parlamentar.

O anúncio da instalação das pontes telescópicas foi feito em agosto do ano passado, e anunciada pelo parlamentar, “tinha gente achando que era conversa de político, mas a demora se dá em função dos trâmites burocráticos”, explicou o deputado.

No total, Luiz Cláudio e Cassol conseguiram recursos de R$ 5 milhões para investimentos na estrutura do aeroporto da Capital, que em 2017 registrou 13.128 pousos e decolagens e um fluxo de 794.109 passageiros.

Viadutos

A parceria Luiz Cláudio/Cassol também resultou em recursos para a conclusão das obras dos viadutos de Porto Velho, que viraram um enorme transtorno à população durante anos.

Ele e Cassol destinaram R$ 26 milhões em emendas para as estradas– R$ 13 milhões cada parlamentar-, e desse total R$ 8 milhões estão disponíveis para os viadutos. “É o dinheiro disponível para essas obras. Os pagamentos estão absolutamente em dia”, disse o superintendente regional do DNIT Sérgio Augusto Mamanny. O restante da verba está sendo utilizada na manutenção de outras rodovias, inclusive trechos precários da BR-364. “É importante lembrar que o país passa por uma grave crise financeira e muitas obras estão abandonadas por falta de recursos. Aqui o Ministério dos Transportes nos deu prioridade”, explicou o parlamentar.

Com modernização e novos equipamentos, aeroporto de Porto Velho finalmente será internacional

Parece que dessa vez o aeroporto de Porto Velho realmente passará a ser internacional e passará a conectar o Estado com os países andinos, através do transporte de passageiros e mercadorias.

Uma reunião ocorrida na última quarta-feira entre o presidente da Infraero Antônio Claret e o senador Ivo Cassol e deputado federal Luiz Cláudio, selou a liberação de R$ 5 milhões que serão usados na modernização do aeroporto internacional Jorge Teixeira, em Porto Velho. O dinheiro para as obras no aeroporto virão da assinatura de um termo de cooperação entre a Infraero e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Após a reunião eles declararam que no próximo dia 10, será feita a licitação para a construção do sistema ELO no aeroporto de Porto Velho. O objetivo é construir uma cobertura do terminal de passageiros até a aeronave. “

Com isso teremos mais comodidade e qualidade para os passageiros que embarcam em Porto Velho e no período de chuvas, contarão com mais conforto na hora do embarque”, anunciaram.

Em agosto desse ano, o deputado Luiz Cláudio já tinha anunciado que tinha destinado R$ 4,6 milhões em emendas para aquisição e montagem de duas pontes telescópicas e a implantação de um posto alfandegário no aeroporto, que é internacional, mas por falta de alfândega não pode receber voos externos.


Luiz Cláudio e Cassol falam sobre modernização… por painelpolitico

Aeroporto de Porto Velho, finalmente, terá ponte telescópica para facilitar embarque

Passageiros precisam enfrentar calor ou chuva no embarque e desembarque de aeronaves

O que parece ser uma coisa simples, e de fato é, e deveria ter sido instaladas durante as reformas da Copa do Mundo, mas não foram, finalmente devem chegar ao aeroporto de Porto Velho. São as pontes telescópicas, que ligam o embarque a aeronave, evitando que passageiros e tripulação fiquem expostos a chuva ou forte calor.

Serão duas pontes, obtidas através de uma emenda do deputado federal Luiz Cláudio (PR) que destinou R$ 4,6 milhões para aquisição e montagem dos equipamentos e implantação de um posto alfandegário no aeroporto, que é internacional, mas por falta de alfândega não pode receber voos externos.

As pontes também vão ajudar no embarque e desembarque de portadores de necessidades especiais e deixar o aeroporto da capital mais moderno e eficiente.

Luiz Cláudio (e) com secretário de aviação civil Dario Lopes

Em audiência na Secretaria de Aviação Civil essa semana, com o secretário Dario Lopes, Luiz Cláudio solicitou ainda a transformação do aeroporto do município de Rolim de Moura em regional, em virtude de que ainda é de cascalho e precisa urgentemente ser construído dentro dos padrões para que possa atender a população da cidade e região. Para tanto, Dario Lopes deverá marcar uma visita à cidade, onde será definida a obra e seus respectivos valores.

O parlamentar ainda cobrou providências no sentido de forçar as empresas aéreas a baixarem o preço das passagens aéreas para o estado, por entender que o valor é abusivo.