Garçonete devolve dinheiro que roubou em restaurante nos EUA após mais de 20 anos

Atitude da ex-funcionária comoveu dona de restaurante no Arizona, que gostaria de devolver o dinheiro.

A proprietária de um restaurante no Arizona, sul dos Estados Unidos, recebeu uma carta de uma ex-garçonete com US$ 1000 e um pedido de desculpas escrito à mão. Ela tinha roubado o dinheiro há mais de 20 anos.

A mulher tinha trabalhado no restaurante “El Charro”, em Tucson, nos anos 1990, enquanto ainda estava na universidade, de acordo com a CNN.

“Um dos garçons com quem eu trabalhei me encorajou a esquecer de contabilizar alguns drinques e guardar o dinheiro. Por alguma razão estúpida, eu fiz isso”, afirmou a mulher, que assinou o bilhete apenas como “ex-funcionária agradecida”.

“Felizmente, eu era uma garçonete terrível e todos vocês me demitiram antes que [o montante roubado] pudesse chegar a algumas centenas de dólares no total”, disse, sem precisar o quanto desviou da patroa.

“Eu cresci na igreja. Eu nunca tinha roubado um centavo antes, nem fiz mais isso desde então”, declarou a ex-funcionária.

“Já faz 20 anos, mas ainda carrego muito remorso. Sinto muito que roubei de você. Por favor, aceite minhas desculpas e este dinheiro como um reembolso, com mais de 20 anos de juros. Que Deus abençoe você e sua família para sempre”, conclui.
A proprietária Carlotta Flores, que não conseguiu identificar a ex-funcionária, disse à CNN que a carta a comoveu profundamente e que gostaria de enviar o dinheiro de volta. Alguns de seus gerentes também choraram depois de ler a mensagem.

“Eu tive minha bolsa roubada e isso renovou a fé que tínhamos muitas pessoas boas por aí”, disse a proprietária a uma afiliada da CNN.

Fonte: g1

Mulher de 92 anos mata filho após recusar ir para um asilo

Blessing está sob custódia acusada de assassinato em primeiro grau e sua fiança ficou estabelecida em 500 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões).

Anna Mae Blessing, de 92 anos, atirou e matou seu filho de 72 anos na última segunda-feira ( 02/07) no estado do Arizona (EUA), depois de ter se recusado a ser enviada para um asilo. A informação é do “USA Today.”

Segundo os policiais que a escoltaram até a delegacia, ela teria dito ao filho: “Você tirou minha vida, então eu estou tomando a sua.” Anna ainda disse aos policiais que o filho queria que ela fosse embora porque “se tornou difícil conviver com ela”.

No dia do homicídio, Anna se dirigiu ao quarto onde o filho dormia com a namorada e, após discutir com ele, tirou uma pistola do bolso e disparou contra o rapaz. A senhora ainda tentou matar a companheira do filho, mas ela conseguiu tirar a arma das mãos da mulher e ligar para a polícia.

Ao chegarem no local do crime, os agentes encontraram Anna sentada na poltrona. Ela disse aos investigadores que queria se matar, mas não tinha mais armas para fazê-lo. O filho foi encontrado morto com dois tiros, um no pescoço e outro no queixo.

Blessing está sob custódia acusada de assassinato em primeiro grau e sua fiança ficou estabelecida em 500 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões).

Fonte: istoe

 

O filhote de cachorro que levou uma picada de cascavel no rosto para salvar sua dona

O caso ocorreu no Estado americano do Arizona

O filhote Todd, da raça golden retriever, foi considerado um herói por se colocar em perigo para proteger sua dona de uma cascavel. Na aventura, ele acabou sendo picado no rosto e está se recuperando.

O caso ocorreu no Estado americano do Arizona, na última sexta-feira. A dona, Paula Godwin, postou a história no Facebook, junto com fotos do rosto inchado de Todd.

“Nós estávamos caminhando pela montanha e eu quase pisei em uma cascavel. Mas o filhote Todd, meu herói, me salvou”, disse ela.

À esquerda, foto de Todd na caminhada; à direita, fotos de Todd com o rosto inchado pela picada / Imagem: Paula Godwin

Todd entrou em ação quando Paula ficou cara a cara com a cascavel, em uma caminhada na montanha. “Ele correu para junto da minha perna”, disse Paula para a BBC. “Foi quando ele foi picado”.

“Todd começou a ganir logo em seguida, chorando. Eu o peguei no colo, corri pela montanha com o meu outro cachorro, o Copper, e nós o levamos para o hospital. Chegamos lá cerca de 10 minutos depois.”

“Ele tomou antídoto para a picada logo em seguida. E ficou no hospital por cerca de 12 horas”, relata a dona do filhote. “Com certeza ele me salvou de ser picada pela cascavel. É o meu herói.”

Paula e o cachorrinho Todd / Imagem: Paula Godwin

Paula contou que sabia dos riscos de encontrar uma cascavel pelo caminho. Mas, segundo ela, o réptil que picou Todd passou despercebido.

“Eu sou natural do Arizona. Eu sei dos perigos e fico atenta aos lugares onde piso e seus arredores. Mas essa cobra não deu nenhuma pista de que estava ali. Geralmente, se eu ouço o chocalho da cascavel, eu fico alerta e me afasto. Eu acho que essa cobra estava apenas descansando na estrada. Era uma cascavel cinza, se parecia com a estrada”, falou Paula.

“Eu sou tão alerta, tão vigilante, mas eu não vi a cobra”, lamentou.

As fotos de Todd foram muito compartilhadas. Paula disse que ficou surpresa com a reação das pessoas nas redes sociais, mas acrescentou que “Todd merece”. “É incrível. Eu sou apenas uma garota de cidade pequena, com seus cachorros. Mas eu adorei que as pessoas estão vendo Todd como o herói que ele realmente é.”

E como está a saúde de Todd? “Ele está indo muito bem. Parece que vai ter uma ótima recuperação e que vai ficar completamente bom”, completa. “Ele está agindo como um filhote normal. É o meu herói.”

Fonte: bbc

Noiva é detida após se envolver em acidente a caminho do casamento nos EUA

”Até que a morte nos separe’ não precisa de ajuda’, tuitou o porta-voz da polícia do Arizona

Uma noiva no Estado do Arizona, nos Estados Unidos, foi detida suspeita de dirigir sob efeito de álcool ou drogas ao se envolver em um acidente a caminho de seu próprio casamento.

Amber Young usava seu vestido branco quando foi algemada e colocada em uma viatura na segunda-feira, 12, na cidade de Marana.

Chriswell Scott, porta-voz da polícia, afirma que uma pessoa ficou levemente ferida na batida. Ele ainda tuitou: “Não dirija impossibilitado. ‘Até que a morte nos separe’ não precisa de ajuda”, informa a AP.

Não se sabe se Amber tem um advogado que possa responder em seu nome. Ela foi levada a um delegacia de polícia para que seu sangue fosse coletado e foi liberada sem ir à prisão.

Não se sabe se Amber chegou ao casamento a tempo.

*Com informações da AP

Fonte: emais.estadão

Irritado com choro, pai mata bebê de seis meses ao ‘dobrar’ seu corpo ao meio

A cidade de Arizona, no estado americano de Phoenix, ficou chocada com um caso de crueldade que aconteceu na última semana. De acordo com o portal Daily Mail , Robert Resendiz, de 30 anos, ficou irritado com o choro de seu filho – um bebê de apenas seis meses – e dobrou seu corpo ao meio, o que levou a criança à morte.

O crime foi descoberto quando o homem ligou para a polícia porque seu filho tinha parado de respirar. As autoridades e os paramédicos chegaram até a casa e tentaram reanimar o bebê , que foi encaminhado ao Phoenix Children’s Hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Os médicos determinaram que o garoto sofreu lacerações em seu fígado e pâncreas, teve um pulso quebrado e uma das pernas machucadas.

Resendiz, que é pai de outra criança, foi interrogado pela polícia e confessou ter “pressionado as pernas do filho contra a cabeça”, o que dobrou seu corpo ao meio. O acusado explicou que suas ações foram motivadas pelo choro contínuo da criança.

O homem, que pesa quase 100 kg, disse não ter percebido a intensidade da pressão que colocou no corpo do filho. Ele ainda declarou ter mordido a criança duas vezes, e só parou com o ataque quando o garoto, cujo nome não foi divulgado, parou de se mexer.

Ele foi levado para a Penitenciária do Condado de Maricopa sob duas acusações de abuso infantil. Agora ele aguarda, sob fiança de 250 mil dólares, sua próxima audiência, marcada para esta quarta-feira (27).

Homem se entrega em Taiwan

Um caso semelhante também deixou muita gente chocada em outubro deste ano, quando um homem, identificado pelo sobrenome Lin, se entregou à polícia 12 anos após matar sua filha, que na época tinha meses de idade, de forma “acidental”. Em um saco de lixo, ele levou o corpo da criança às autoridades . De acordo com o portal Daily Mail , caso aconteceu na cidade de Kaohsiung, em Taiwan.

Lin explicou que tudo foi um acidente. Muito nervoso porque a filha não parava de chorar, ele bateu na criança e a matou “sem ter a intenção de fazê-lo”. Em pânico, o taiwanês colocou o corpo em um saco de lixo e o escondeu sob a sua cama.

Para não ter que contar a verdade a sua esposa Kuo, que hoje tem 38 anos, ele inventou que sua mãe roubou a criança com o intuito de criá-la sozinha, e que a partir de então, eles não teriam como recuperá-la.

Depois de ter outro bebê, se divorciar de Kuo em 2013 e carregar o corpo da criança todas as vezes que se mudava, Lin decidiu contar toda a verdade aos policiais. Consciente de sua culpa, ele foi encorajado por outros casos de pais taiwaneses que também mataram seus filhos. Uma investigação antes de acusar o homem por homicídio culposo.

Fonte: ig

Filho de Jean-Claude Van Damme é preso por ameaçar colega de quarto com faca

Filho de Jean-Claude Van Damme é preso por ameaçar colega de quarto com faca

Nicholas Van Varenberg, filho mais novo do ator Jean Claude Van Damme, foi detido neste domingo (10) em Tempe, Arizona, após ameaçar seu colega de quarto com uma faca, segundo o site TMZ.

As autoridades foram chamadas por moradores do prédio de Nicholas, de 21 anos, após ele deixar um rastro de sangue em decorrência de um surto de fúria. Ele teria dado um soco na parede do elevador do prédio e ferido a mão.

Em seu apartamento, a polícia encontrou a faca utilizada por Nicholas para ameaçar seu colega e maconha. De acordo com esse colega, Nicholas teria ficado bravo por ele não ter aberto a porta do apartamento. Segundo o TMZ, o filho do ator foi detido acusado de ameaça de morte com uso de arma, posse de maconha e de instrumentos para a produção de drogas.

Fonte: noticiasaominuto

Idosa é agredida e roubada um dia antes de ir ao funeral do marido

Idosa é agredida e roubada um dia antes de ir ao funeral do marido

Uma idosa de 82 anos foi roubada brutalmente agredida na cidade Central Heights, Arizona, Estados Unidos. O caso foi contado por Deanna King-Poeling, neta de Virginia, por meio do Facebook. Segundo a jovem, depois de passar o dia inteiro com a avó para planejar o funeral do marido dela, a senhora estava cansada e decidiu se deitar. Dessa forma, Deanna foi embora e a deixou sozinha.

Logo depois que a jovem deixou a casa, Virginia foi terminar de lavar a louça. “Foi quando ela sentiu um tapa nos ombros. Quando olhou para trás, um homem estava com um máscara e começou a bater nela. Ele a puxou pelos braços e um copo quebrou atingindo a cabeça e as costas”, relatou a neta na rede social.

A idosa foi jogada próximo à piscina da casa e ficou por lá durante três horas, enquanto os bandidos levavam tudo que estava na residência. Quando percebeu que os homens já tinham ido embora, ela foi até o banheiro e ligou para o serviço de emergência. Segundo a neta, ela estava tão machucada que não pôde comparecer ao velório do marido no dia seguinte. A polícia investiga o caso.

Fonte: metropoles.com

Menino de 5 anos salva vida de mãe que teve convulsão durante o banho

Menino de 5 anos salva vida de mãe que teve convulsão durante o banho

Os bombeiros da cidade foram até a casa da família e deram um “certificado honorário” ao pequeno

Katelyn Cicalese estava tomando banho quando teve uma convulsão, desmaiou e bateu a cabeça na banheira. Ao ouvir o barulho, Salvatore, de 5 anos, foi ver o que tinha acontecido com a mãe e correu até a casa da vizinha para pedir socorro. O ato acabou lhe rendendo o apelido de “Super Sal”.

O caso ocorreu no dia 14 de março no estado do Arizona (EUA). Recuperada da convulsão, a mãe afirmou que o filho salvou sua vida. “Eu estava debaixo da torneira, que ainda estava aberta. Se ele não tivesse buscado ajuda, eu poderia ter morrido afogada”, contou ao Daily Mail.

Salvatore surpreendeu por sua eficiência. Ao encontrar a mãe desmaiada, ele tirou sua irmã mais nova, que tem apenas 2 meses de idade, da cama e a colocou no sofá. Em seguida, foi até a garagem e subiu num banquinho para alcançar o interruptor do portão.

Rapidamente, voltou ao sofá, pegou a irmã no colo e foi até a casa da vizinha. Quando ela abriu a porta, ele disse: “Minha mãe está morrendo no banheiro. Você pode cuidar de nós?”. Assustada com a visita inesperada, ela foi até a casa dos Cicalese e constatou a situação.

Por conta de sua atitude, os bombeiros da cidade foram até a casa da família e deram um “certificado honorário” ao jovem Salvatore. O menino também ganhou da corporação uma camiseta, um capacete e um brasão em reconhecimento aos serviços prestados.

Fonte: metropoles.com