Caixa lança site para solicitar auxílio de R$ 600

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caixa também deve disponibilizar, ainda nesta terça-feira, um aplicativo para celular, assim como um número de telefone

A Caixa Econômica Federal disponibilizou nesta terça-feira (7) o site por meio do qual informais, autônomos e desempregados pode solicitar o auxílio emergencial de R$ 600.

Clique aqui para acessar: https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

A Caixa também deve disponibilizar, ainda nesta terça-feira, um aplicativo para celular por meio do qual os pedidos poderão ser feitos, assim como um número de telefone para que os trabalhadores possam tirar dúvidas.

O benefício será pago a trabalhadores informais, desempregados e MEIs.

Será preciso se enquadrar em uma das condições abaixo:

  • ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
  • estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;
  • cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;
  • ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.
Aplicativo Caixa Econômica Federal- FGTS.

Além disso, todos os beneficiários deverão:

  • ter mais de 18 anos de idade;
  • ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
  • não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.
  • A mulher que for mãe e chefe de família, e estiver dentro dos demais critérios, poderá receber R$ 1,2 mil (duas cotas) por mês.

Na renda familiar, serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.

Com G1

Coronavírus: veja como suspender o pagamento do financiamento imobiliário

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

De acordo com a Caixa, será possível pausar até dois meses de contratos habitacionais, tanto para pessoa física, quanto jurídica

A Caixa Econômica Federal anunciou, na última quinta-feira (dia 18), um pacote de medidas para minimizar os efeitos do coronavírus na economia. Entre elas, a redução dos juros em várias linhas de crédito e suspensão do pagamento de dívidas por 60 dias, inclusive das prestações de financiamentos imobiliários. Com isso, o banco pretende injetar R$ 78 bilhões na economia.

De acordo com a Caixa, será possível pausar até dois meses de contratos habitacionais, tanto para pessoa física, quanto jurídica, desde que estejam adimplentes ou com até dois meses em atraso. Os encargos pausados serão incorporados ao saldo devedor.

“O serviço Pausa Estendida, que está sendo oferecido em caráter emergencial, pode ser acessado através do Aplicativo Habitação Caixa ou pelo Telesserviço (telefones 3004-1105 para capitais ou 0800-726 0505 para demais cidades, opção 7 da URA, de segunda à sexta feira, das 08h às 20h), exclusivamente para contratos habitacionais Pessoa Física”, informou a Caixa.

O banco ressaltou ainda que uma nova versão do aplicativo com o este serviço foi disponibilizada nesta quinta-feira, sendo necessária sua atualização através da loja Google Play.

Para os contratos habitacionais com Pessoas Jurídicas, o cliente deverá entrar em contato com seu gerente para formalizar a solicitação.   

Confira abaixo o passo a passo para a solicitação da pausa no pagamento das parcelas do financiamento:

1. Acesse o aplicativo Habitação Caixa

2. Efetue o login

3. Acesse a aba “Serviços”

4. Clique na opção “Solicitar Pausa Emergencial”

5. Leia as orientações e clique em “Próximo”

6. Informe o número do celular e autorize a Caixa a enviar SMS sobre a solicitação

7. Clique em “Solicitar Pausa”

Via Extra

Novo juro da Caixa reduz em até R$ 14.182,69 financiamento de casa

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Menor taxa praticada nas linhas de crédito imobiliário do banco caiu de 6,75% para 6,50% e começa a valer a partir desta segunda (16)

Caixa Econômica Federal começa a oferecer, a partir desta segunda-feira (16), a taxa de 6,50% ao ano mais TR (Taxa Referencial, atualmente zerada) para o financiamento da casa própria.

Antes, o menor juro aplicado pela instituição era de 6,75%.

A pedido do R7, Miguel José Ribeiro de Oliveira, diretor-executivo da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), fez quatro simulações de financiamento – para imóveis de R$ 200 mil e de R$ 400 mil –, com a nova e a antiga taxa, para mostrar a economia gerada no financiamento.

“Por se tratar de financiamentos de alto valor e de longo prazo, qualquer redução de juros, por menor que seja, sempre trará enormes benefícios ao consumidor”, comenta.

Confira quatro simulações pelo SAC (Sistema de Amortização):

A)     Imóvel de R$ 200 mil pelo prazo de 360 meses (30 anos) com taxa de 6,75% ao ano (anterior)

1ª prestação – R$ 1.647,18
Última prestação – R$ 558,58
Total do financiamento – R$ 397.038,50.

A)     Imóvel de R$ 200 mil pelo prazo de 360 meses (30 anos) com taxa de 6,50% ao ano (nova)

1ª prestação – R$ 1.607,89
Última prestação – R$ 558,47
Total do financiamento – R$ 389.947,16.

Economia em todo o financiamento – R$ 7.091,34 – 1,79% menor

B)     Imóvel de R$ 400 mil pelo prazo de 360 meses (30 anos) com taxa de 6,75% ao ano (anterior)

1ª prestação – R$ 3.294,36
Última prestação – R$ 1.117,17
Total do financiamento – R$ 794.077,01.

B)     Imóvel de R$ 400 mil pelo prazo de 360 meses (30 anos) com taxa de 6,50% ao ano (nova)

1ª prestação – R$ 3.215,78
Última prestação – R$ 1.116,95
Total do financiamento – R$ 779.894,32.
Economia em todo o financiamento – R$ 14.182,69 – 1,79% menor

Taxas aplicadas pelos bancos vão de 6,50% a 11% ao ano + TR

R7 consultou as cinco principais instituições financeiras do país para levantar as taxas de financiamento imobiliário praticadas atualmente. Caixa, Banco do Brasil, Santander e Itaú Unibanco enviaram suas taxas. Bradesco até o final da apuração não informou. 

A menor é da Caixa, de 6,50% ao ano mais TR, que começa a valer nesta segunda-feira (16). A maior é do Santander, de 11% ao ano mais TR. Veja as opções abaixo:

Caixa

Taxas: a partir de 6,50% ao ano + TR
Valor financiado: até 80%
Parcelamento: em até 420 meses

Banco do Brasil

Taxas: a partir de 7,4% ao ano + TR
Valor: até 80% do valor do imóvel
Parcelamento: até 420 meses

Santander

Taxas: de 7,59% ao ano + TR a 11% ao ano + TR
Valor financiado: até 80% do valor do imóvel
Parcelamento: em até 420 meses

Itaú Unibanco

Taxas:  a partir de 7,45% + TR em todas as categorias, variando de acordo com o perfil do cliente e do imóvel
Valor financiado: até 82% do valor do imóvel
Parcelamento: em até 360 meses – Via R7

Continue lendo…

Caixa reduz juros do financiamento imobiliário e do cheque especial

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

As novas taxas são válidas a partir da próxima segunda-feira (16)

Após corte da taxa básica de juros (Selic) pelo Comitê de Políticas Monetárias (Copom) na noite de quarta-feira (11), a Caixa Econômica Federal anunciou a redução das taxas de juros do crédito imobiliário e do cheque especial.

A taxa mínima do crédito imobiliário passa de 6,75% ao ano mais TR para 6,5% ao ano mais TR. A maior taxa vai para 8,5% ao ano.

O juro do cheque especial para quem tem conta salário no banco passa de 4,99% ao mês para 4,95% ao mês. Para quem não é correntista, a redução é de 8,99% ao mês para 8% ao mês.PUBLICIDADE

As novas taxas são válidas a partir da próxima segunda-feira (16).

A Caixa foi o quarto banco a anunciar redução de taxas após o novo corte da Selic. Itaú, BB e Bradesco também divulgaram novos juros para suas linhas de crédito na noite de quarta-feira (11). Via Agência Brasil

Continue lendo…

FGTS: saque é liberado para nascidos em abril e maio

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Os saques de até R$ 500 por conta do FGTS estarão disponíveis nas lotéricas e nos terminais de autoatendimento

A Caixa libera a partir desta sexta-feira os saques de até R$ 500 por conta de FGTS para não correntistas do banco nascidos em abril e maio. A data limite de retirada do dinheiro é 31 de março de 2020.

Mais de 8,8 milhões de pessoas poderão sacar o fundo nessa nova fase, que soma R$ 3,4 bilhões. Para facilitar o atendimento, 2.381 agências da Caixa abrem em horário estendido hoje e na segunda-feira (11). A lista das unidades está no site fgts.caixa.gov.br.

Os saques de até R$ 500 por conta do FGTS estarão disponíveis nas lotéricas e nos terminais de autoatendimento, para quem possui senha do Cartão Cidadão. Quem tem Cartão Cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui com documento de identificação.

Já as retiradas de até R$ 100 por conta do fundo podem ser feitas em lotéricas, mediante apresentação de documento de identificação original com foto.

CALENDÁRIO DE SAQUE DO FGTS PARA QUEM NÃO TEM CONTA NA CAIXA

  • Nascidos em janeiro: ​18 de outubro
  • ​Nascidos em fevereiro e março: 25 de outubro
  • Nascidos em abril e maio: 8 de novembro
  • Nascidos em junho e julho: ​22 de novembro
  • Nascidos em agosto: 29 de novembro
  • Nascidos em setembro e outubro: 6 de dezembro
  • Nascidos em novembro e dezembro: 18 de dezembro

A data limite para sacar o fundo é 31 de março de 2020. Para agilizar o atendimento, a Caixa recomenda que o trabalhador leve a sua carteira de trabalho.

LEIA TAMBÉM

Mega-Sena custará R$ 4,50

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caixa ainda definirá a data em que os novos valores vão entrar em vigor

O Ministério da Economia autorizou a Caixa Econômica Federal a aumentar os preços das apostas das loterias no país. A Mega-Sena, que hoje custa R$ 3,50, passará a R$ 4,50, um aumento de 28,6%. O banco deverá definir a data em que os novos valores entram em vigor.

A portaria que autoriza o aumento foi publicada nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial, e foi elaborada pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do ministério.

A última atualização no preço da aposta da Mega-Sena ocorreu em 2015, quando passou de R$ 2,50 para R$ 3,50.

Veja abaixo os novos valores:

  • Dupla-Sena: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 2,00 para R$ 2,50
  • Loteca: a aposta múltipla mínima obrigatória passa de R$ 2,00 para R$ 3,00
  • Loteria Federal: a portaria não faz menção se haverá mudança
  • Lotofácil: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 2,00 para R$ 2,50
  • Lotogol: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 1,00 para R$ 1,50
  • Lotomania: a aposta única passa de R$ 1,50 para R$ 2,50
  • Mega-Sena: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 3,50 para R$ 4,50
  • Quina: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 1,50 para R$ 2,00
  • Timemania: a aposta única passa de R$2,00 para R$ 3,00

O aumento deverá entrar em vigor num domingo ou feriado nacional, após pelo menos 3 dias de propaganda em rádio, TV, jornais e revistas e internet.

A portaria também autoriza a Caixa a, a partir de 2020, fazer reajustes sem necessidade de autorização do governo desde que o percentual seja inferior ou igual à inflação acumulada nos 12 meses desde o aumento anterior. Para reajuste superiores, o banco ainda vai precisar do aval do governo.

Mudança da premiação

De acordo com a portaria, as loterias Lotofácil e Timemania terão os valores de premiação alterados:

Lotofácil

  • R$ 5,00 para apostas vencedoras com acerto de 11 números
  • R$ 10,00 para apostas vencedoras com acerto de 12 números
  • R$ 25,00 para apostas vencedoras com acerto de 13 números

Timemania

  • R$ 3,00 para apostas vencedoras com acerto de 3 números
  • R$ 9,00 para apostas vencedoras com acerto de 4 números
  • R$ 7,50 para apostas vencedoras com acerto do “Time do Coração”

Leia também

Saque do FGTS para nascidos em fevereiro e março começa hoje

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Banco antecipou o calendário de retirada de até R$ 500 por conta

A Caixa Econômica Federal inicia hoje (25) mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em fevereiro e março sem conta no banco poderão retirar o dinheiro.

O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total, os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia até o fim do ano.

Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

Atendimento
Os saques de até R$ 500 podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

No caso dos saques de até R$ 100, a orientação da Caixa é procurar casas lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. Segundo a Caixa, mais de 20 milhões de trabalhadores podem fazer o saque só com o documento de identificação nas lotéricas.

Quem não tem senha e cartão cidadão e vai sacar mais de R$ 100, deve procurar uma agência da Caixa.

Embora não seja obrigatório, a Caixa orienta ainda, para facilitar o atendimento, que o trabalhador leve também a Carteira de Trabalho para fazer o saque. Segundo o banco, a Carteira de Trabalho pode ser necessária para atualizar dados.

As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800 724 2019, disponível 24 horas.

A data limite para saque é 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta do FGTS do trabalhador.

Horário especial

Para facilitar o atendimento, a Caixa vai abrir 2.302 agências em horário estendido hoje e na segunda-feira (28). As agências que abrem às 8h terão o encerramento do atendimento duas horas depois do horário normal.

As que abrem às 9h terão atendimento uma hora antes e uma hora depois. Aquelas que abrem às 10h iniciam o atendimento com duas horas de antecedência. E as que abrem às 11h também iniciam o atendimento duas horas antes do horário normal.

A lista das agências com horário especial de atendimento pode ser consultada no site da Caixa .

Essas agências também abrirão no sábado (19), das 9h às 15h (horário local), para fazer pagamentos, tirar dúvidas, fazer ajustes de cadastro dos trabalhadores e emitir senha do Cartão Cidadão.

A Caixa destaca que o saque imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ou em outras hipóteses previstas em lei.

Essa modalidade de saque não significa que houve adesão ao saque aniversário, que é uma nova opção oferecida ao trabalhador, em alternativa à sistemática de saque por rescisão do contrato de trabalho.

Por meio do saque aniversário, o trabalhador poderá retirar parte do saldo da conta do FGTS anualmente, de acordo com o mês de aniversário.

Loteria ficará mais cara a partir de novembro, confirma Caixa

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caixa Econômica confirmou reajuste nos preços de todos os jogos; valores ainda não foram divulgados, mas passarão a valer a partir de 11 de novembro

A Caixa Econômica Federal recebeu, na última segunda-feira (14) autorização para reajustar os preços das loterias. As alíquotas dos novos valores ainda não foram divulgados, mas passarão a valer a partir do dia 11 de novembro de 2019.

Desde que o economista Pedro Guimarães assumiu a presidência da instituição, o banco estatal tentava emplacar o reajuste. Os  novos valores das loterias  impactam no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), definido pelo IBGE e utilizado para determinar o índice oficial de inflação no Brasil.

O presidente do banco chegou a afirmar durante uma audência pública na Câmara dos deputados, no início de outubro, que o pedido já havia sido feito. Segundo ele, no entanto, o Ministério da Economia ainda não tinha dado sua autorização.

Na última segunda-feira, porém, um vídeo de Pedro Guimarães afirmando que a autorização foi concedida passou a circular em grupos da internet.

“Quando tivemos reunião em julho, com o presidente da República, (Jair Bolsonaro), tínhamos seis pautas. Já realizamos cinco delas e hoje acabamos de realizar a sexta, que é a autorização para o reajuste, que estava atrasado , e mais do que isso autorização de ajuste anual”, disse o presidente da Caixa.

Segundo a Caixa, a divulgação o percentual de aumento será divulgado após a publicação de uma portaria. 

Caixa anuncia redução de taxas de juros para crédito imobiliário

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Taxa mínima passa a ser de 7,5% a.a e vale para crédito com correção da TR

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta 3ª feira (8.set.2019) redução dos juros cobrados em linhas de crédito imobiliário.

A medida vale para os financiamentos com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Haverá 1 corte de até 1 ponto percentual nas taxas.

A redução se aplica a créditos com saldo devedor atualizado pela taxa referencial (TR), tanto no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), quanto do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

A taxa efetiva mínima de imóveis residenciais será de 7,5% ao ano (a.a.) e a máxima será de 9,5% anuais, mais a taxa referencial. Antes, os juros eram de 8,5% (a.a.) a 9,75% (a.a.).

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a diminuição da taxa básica Selic é consistente e que, caso haja novas reduções, o banco deve continuar a cortar os juros de financiamento.

Inflação

Não houve alterações nas operações de financiamento que são atualizadas pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

De acordo com a Caixa, a modalidade de financiamento reajustada pela inflação entrou em vigor no dia 26 de agosto e, em 29 dias úteis, há 1 média de 67 milhões de operações em andamento ou contratadas por dia. Na linha, a taxa ficará entre 2,95% e 4,95% ao ano, mais a variação do IPCA. “O IPCA traz uma redução brutal incomparável. A diferença é uma volatilidade maior“, disse Guimarães.

Estagiário da Caixa está sendo investigado por desvios de R$ 468 mil em RR

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Ministério Público Federal acusa por improbidade administrativa 13 investigados, entre eles dois funcionários do banco cujas senhas foram usadas por estudante em fase de estágio na instituição

Procuradoria entrou com ação de improbidade administrativa contra um estudante, estagiário da Caixa em Roraima, por supostas fraudes na concessão de empréstimos para familiares que, somados, chegam a R$ 468 mil.

Além da condenação do estagiário, o Ministério Público Federal pede o bloqueio de bens dele de outros acusados para garantir o ressarcimento ao erário.

‘Para viabilizar a transação, eram falsificados contracheques para aumentar a renda de solicitantes’, diz a ação.

O estudante ainda usava a senha de superiores para autorizar a transação.

“Após a concessão do empréstimo, os valores eram sacados pelos requeridos, cujo montante jamais fora quitado perante a instituição financeira. Os requeridos, em nenhum momento, cogitaram fazer qualquer tipo de pagamento à Caixa, o que demonstra, de forma inequívoca, o intuito dos agentes em se apropriar indevidamente do dinheiro público”, descreve a ação.

O estudante oferecia a familiares e a amigos a possibilidade de empréstimos de valores maiores que o permitido, afirma a Procuradoria.

Algumas transações chegavam a R$ 55 mil, e parte do valor ficava com o estagiário.

As informações foram divulgadas pela Assessoria de Comunicação do Ministério Público Federal.

A acusação cita também dois funcionários da Caixa cujas senhas foram utilizadas pelo estagiário. Os dois não se beneficiaram dos repasses, mas ‘agiram de forma temerária ao permitir que o estudante tivesse acesso aos sistemas do banco que são de uso exclusivo dos servidores’.

COM A PALAVRA, A CAIXA

“A Caixa informa que está em contato permanente com as autoridades, prestando irrestrita colaboração, procedimento que continuará sendo adotado pelo banco.”