Traficante inglês é preso em apartamento de luxo em Fortaleza

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Polícia Federal prendeu, nesta sexta-feira (19), um homem britânico conhecido por ser extremamente violento e acusado de fazer parte de uma organização criminosa que praticava crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e porte ilegal de armas e explosivos. James White, de 42 anos, estava escondido em um apartamento de luxo no bairro Meireles, em Fortaleza, e é acusado, entre outros crimes, de homicídio e sequestro.

O alvo principal da operação é um dos criminosos mais procurados pela polícia do Reino Unido. Ele e outros quatro escoceses já tinham mandados de prisão expedidos na Europa desde fevereiro de 2019. Segundo a polícia escocesa, os homens foram alvo da Operação Escalada e a divulgação do caso foi feita como um pedido de ajuda da polícia ao público para conseguirem mais informações sobre os suspeitos.

James Gillespie, de 46 anos, seu irmão Barry, de 42, Jordan Owen, de 25, James White, de 42, e Christopher Hughes, de 31, são conhecidos por transitarem por todo mundo e, no período que a operação foi deflagrada, tinham paradeiro desconhecido. Até fevereiro de 2018, nove pessoas haviam sido presas na operação, segundo a polícia local. Em outubro do último ano, uma recompensa de 6.5 mil euros foi oferecida para quem fornecesse novas informações sobre o grupo.

Quadrilha é responsável pela movimentação de grandes quantidades de drogas Foto: Police Scotland

“A operação Escalada é uma investigação em andamento sobre uma das maiores organizações criminosas do país. Estamos apelando ao público para apresentar qualquer informação que possa ter sobre o paradeiro desses indivíduos nomeados que são procurados em conexão com uma série de ofensas graves”, declarou na época o detetive superintendente Stephen Grant.

De acordo com a imprensa britânica, detetives acreditam que James e Barry Gillespie foram os fundadores desse império multimilionário de drogas e armas na Escócia. Quando as identidades foram reveladas, foi divulgado que a rede de ação do grupo se estendia pela América do Sul.

Uma fonte anônima afirmou na época: “Seria difícil encontrar um grama de cocaína na Escócia, do qual os Gillespies não tenham ganho dinheiro. Seu domínio na cadeia de suprimentos não pode ser subestimado. Eles não estão nem perto do mesmo nível em termos de seriedade, mas têm uma influência semelhante às redes de narcotraficantes sul-americanas”.

No Brasil, a ação teve a participação da Representação Regional da Interpol no Ceará. Os mandados de prisão preventiva para extradição e de busca e apreensão foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Via Época

Bebê de 3 meses com coronavírus morre no Ceará

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Menina nasceu com síndrome nos rins e apresentava sintomas semelhantes à gripe

Uma bebê de três meses diagnosticada com o novo coronavírus (SARS-Cov-2) morreu na sexta-feira (3), na cidade de Iguatu, no interior do Ceará. A criança foi encaminhada a um hospital no município em 30 de março com dificuldades respiratórias e faleceu em decorrência de complicações como bronquiolite e pneumonia.

O exame que detectou o coronavírus foi feito no dia em que a criança faleceu, a partir de amostras de secreções. A secretaria de Saúde do município confirmou o resultado positivo do teste. O Ceará possui 1.013 casos de Covid-19 confirmados pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), de acordo com dados atualizados nesta segunda-feira (6). Ao todo, 29 pessoas morreram.

A bebê começou a apresentar sintomas parecidos com os de uma gripe no dia 5 de março e foi levada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Depois de atendida, a criança voltou para casa com a recomendação do uso de antialérgicos e vitaminas.

Os pais da bebê afirmaram que não suspeitaram da doença porque a menina apresentava problemas de saúde desde o nascimento, quando foi diagnosticada com Síndrome de Bartter – uma alterações nos rins que afeta a taxa de potássio no sangue.

Devido à síndrome, elafazia acompanhamento no Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza, para onde os pais e a criança viajaram no dia 11 de março. “Quando a gente se deslocou para ir para Fortaleza, no dia, ela não teve contato com ninguém. A consulta dela foi à tarde, mas estava só eu e ela. Eu fiquei na casa de uma colega até a hora da consulta pra gente não ficar exposta na rua”, conta a mãe da criança.

Após a viagem, no dia 30 de março, as dificuldades da criança para respirar aumentaram e os pais levaram a menina novamente à UPA. De lá, a paciente foi encaminhada ao hospital onde ficou até falecer. “Depois que entubaram, ela teve três paradas cardíacas e saiu uma secreção como se fosse sangue”, lembra uma familiar. Via G1

Governo do CE demite 42 PMs amotinados; todos são soldados

Político - https://politico.painelpolitico.com

PM diz em nota que eles serão reintegrados e cria mais um impasse

O Governo do Estado do Ceará decidiu excluir dos serviços ativos 42 policiais militares por deserção. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (3). Todos eles já estavam na lista dos 230 afastados por 120 dias durante as investigações do motim da categoria que durou 13 dias no Ceará. Em nota, a Polícia Militar do Ceará fala que os agentes serão reincluídos “logo após a inspeção de saúde, sem que haja qualquer prejuízo remuneratório a nenhum deles”.

Todos os excluídos são soldados. Abaixo, a listagem:

PMs excluídos

  • Warbenio Telmo Rodrigues Filho
  • Edson Ribeiro Gomes
  • Jamerson José Martins Rodrigues
  • Mateus Alves Ferreira
  • Mauricio Carlos de Souza Filho
  • Harthely Guttierry Alves de Oliveira
  • Philipe Arruda Dias
  • Ítalo Mateus Terto Lima
  • Ivo Barreto Dutra
  • Emerson Castro Alves de Souza
  • Alexandre Garcia Lima Carneiro
  • David Alisson dos Santos Santiago
  • Bruno Marinho Viana
  • Dimas Sombra Mateus Filho
  • João Alberto Lima de Freitas
  • Lauro Lima Silva
  • Roberto Junior Costa Ricardo
  • Moisés Batista Rolim Neto
  • Mauro Rubens Alves De Sousa
  • Francisco Mike Chaves Rebouças
  • Francisco Ângelo Barbosa Felício
  • Francisco Edivaldo da Silva Lima Filho
  • Breno Cassio Ribeiro de Lima
  • Pedro Silva Araujo
  • Hanney Tiago Sousa da Silva
  • Ranielli de Almeida Borges
  • Antônio Wagner Brito de Aquino
  • José Ivan de Almeida Júnior
  • Francisco Leonerico de Brito
  • Hugo Wanderley Soares Nogueira
  • Matheus Freire de Almeida Pires
  • José Walter Ferreira Bonfim Junior
  • Jose Vinicius do Monte Oliveira
  • Wanderley Pereira de Oliveira
  • Paulo Henrique de Lima Silva
  • Roney Sousa
  • Michael Jackson de Sousa Raulino
  • Matheus de Souza Fernandes
  • Thiago Francisco dos Santos de Carvalho
  • Renan Firmino Costa
  • Jader Augusto Bruno de Mesquita e Silva
  • Rodrigo Diniz Peixoto

Em nota a Polícia Militar afirmou “nesses casos há reinclusão imediata aos quadros para que os referidos policiais possam responder ao processo dentro da corporação”. Leia abaixo a nota na íntegra.

Nota na íntegra

Policia Militar do Ceará (PMCE) informa que foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (3) os nomes de 42 policiais militares que não possuíam estabilidade no serviço público e que foram excluídos dos quadros da PMCE por terem cometido o crime de deserção. Pelo Código de Processo Penal Militar, nesses casos há reinclusão imediata aos quadros para que os referidos policiais possam responder ao processo dentro da corporação.

sse procedimento está de acordo com o parágrafo 4° do artigo 456 e do parágrafo 1° do artigo 457, ambos do Código de Processo Penal Militar. A reinclusão desses policiais militares ocorrerá logo após a inspeção de saúde, sem que haja qualquer prejuízo remuneratório a nenhum deles.

Assessoria de Comunicação da PMCE

O governo do Ceará ainda não se manifestou sobre a nota da PM.

Na última terça-feira, os deputados do Ceará aprovaram uma PEC proibindo a anista aos amotinados:

  • Policiais não poderão ser perdoados caso comentam motim, paralisação, greve ou movimentos paredistas.
  • Caso haja paralisação de parte ou totalidade dos policiais, a Assembleia Legislativa fica impedida de votar qualquer projeto que aumente o salário dos militares pelos seis meses seguintes.
  • Irregularidades como revolta e qualquer insubordinação que atente contra a autoridade militar também não poderão ser perdoadas.

Durante o motim, quase 300 policiais foram punidos:

  • 230 policiais foram afastados do cargo por motim, insubordinação e abandono de posto;
  • Quatro policiais foram presos em flagrante, sendo três por motim e um por incêndio a um carro particular;
  • 43 policiais foram presos por deserção, ao deixarem de comparecer a uma convocação para trabalhar no carnaval.

Com informações do G1 e Diário do Nordeste – FOTO DE CAPA – JARBAS OLIVEIRA / EFE

VOTE NA ENQUETE

Deputados do Ceará aprovam em primeiro turno PEC que proíbe anistia a PMs amotinados

Político - https://politico.painelpolitico.com

Segunda votação acontece ainda nesta terça; amotinados não terão anistia

Foi aprovada, em primeira votação, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Ceará que proíbe a concessão de anistia a militares que aderirem a motins ou paralisações. A sessão foi iniciada na manhã desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa, e, desde o começo, governistas e oposição já davam como certa a aprovação da PEC.

A proposta foi apresentada pelo governador do Ceará, Camilo Santana, no último 28 de fevereiro, dois dias antes de policiais militares decidirem pelo encerramento do motim no Ceará, que já chegava ao 13º dia.

O segundo turno de votação da PEC acontece ainda nesta terça-feira.

No primeiro turno, 34 deputados votaram a favor da PEC e dois votaram contra (Delegado Cavalcante, do PSL, e Soldado Noelio, do Pros). Houve uma abstenção (David Durand, do Republicanos). Quatro parlamentares estiveram na sessão, mas não votaram. Outros quatro não estiveram presentes.

A greve de policiais militares é inconstitucional, entendimento que foi reforçado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2017. A anistia foi o ponto mais reivindicado pelos policiais amotinados no Ceará. Contudo, eles aceitaram encerrar o movimento sem qualquer possibilidade de perdão às infrações cometidas com a paralisação. Com G1

VOTE NA ENQUETE

A íntegra do acordo que acabou com o motim da PM no CE; presos por deserção foram soltos por decisão judicial

Político - https://politico.painelpolitico.com

O acordo prevê acompanhamento com ‘imparcialidade, ampla defesa e contraditório’ aos militares que responderem a processos administrativos disciplinares; anistia não foi concedida

Policiais militares amotinados acataram na noite deste domingo, 1º, seis cláusulas em acordo fechado com representantes dos três Poderes do Ceará após 13 dias de greve ilegal. O acordo prevê acompanhamento com ‘imparcialidade, ampla defesa e contraditório’ aos militares que responderem a processos administrativos disciplinares. A anistia não foi concedida. Leia abaixo a íntegra do acordo:

Termos do acordo

Pelo presente instrumento e na melhor forma do Direito, as pessoas e instituições que ao final subscrevem têm entre si ajustada a celebração deste termo de acordo e compromisso, mediante as seguintes cláusulas e condições:

CLÁUSULA GERAL: Com o fim da paralisação dos Servidores Militares do Estado do Ceará, até às 24h do dia 1º de março de 2020, os seguintes compromissos serão implementados:

CLÁUSULA PRIMEIRA: Na apuração administrativa da responsabilidade disciplinar do militar envolvido em atos ilícitos e infracionais cometidos durante o período de 1º de setembro de 2019 a 1º de março de 2020, relacionados com a paralisação indevida, será garantido a todos um devido e justo processo, com a impessoalidade, imparcialidade, ampla defesa e contraditório, com absoluta publicidade e transparência, admitida a reavaliação de atos administrativos praticados durante o período para viabilizar possíveis revisões que se fizerem necessárias.

§1º Na tramitação dos processos disciplinares referidos nesta Cláusula, assegurar-se-á atuando junto à Controladoria Geral de Disciplina-CGD a participação de Comissão externa, integrada por representantes da OAB, Defensoria Pública do Estado do Ceará, Ministério Público do Estado do Ceará e Ministério Público Federal, com o fim de assegurar a observação do devido processo legal.

§2º Não haverá transferências, durante o prazo de 6 (seis) meses, contados a partir da assinatura do presente acordo.

CLÁUSULA SEGUNDA: Haverá, no curso do processo legislativo, o reestudo e a efetiva rediscussão da tabela salarial enviada por mensagem do Poder Executivo à Assembleia Legislativa, respeitados os limites orçamentários ali previstos.

CLÁUSULA TERCEIRA: O Ministério Público Estadual irá requerer a suspensão da Ação Civil Pública, processo nº. 0211882-32.2020.8.06.0001, com vistas a eventual celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para fins de extinção da demanda.

CLÁUSULA QUARTA: Será constituída no prazo de 30 (trinta) dias corridos, a contar do retorno às atividades normais e regulares previstas neste termo, Comissão Paritária Permanente, formada pelos subscritores do presente acordo, bem como por representantes do Poder Executivo, Poder Legislativo, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Defensoria Pública Estadual e OAB, a fim de analisar e encaminhar soluções às demais reivindicações.

CLÁUSULA QUINTA: Os policiais militares deverão desocupar todos os batalhões até às 24h do dia 1º de março de 2020.

Parágrafo único: Todos os policiais militares deverão se apresentar prontos para o serviço às 08:00 do dia 2 de março de 2020 nos seus respectivos Batalhões em que estão lotados.

CLÁUSULA SEXTA: As cláusulas do presente termo foram devidamente aprovadas na Assembleia dos Militares Estaduais do Ceará diante do documento de compromisso assinado pelos representantes dos policiais e bombeiros militares do Estado do Ceará.

E por estarem assim justos e acordados, subscrevem o presente Termo de Acordo e Compromisso, que vai assinado em 4 (quatro) vias de igual teor e forma.

Fortaleza, 01 de março de 2020

Desertores foram soltos

A vara da auditoria militar da Justiça Estadual do Ceará mandou soltar, nesta segunda-feira (2), 46 policiais militares que foram presos por deserção ou por motim. Três deles haviam sido presos em 18 de fevereiro, 1º dia do movimento, por esvaziar pneus de carros da polícia. Os demais foram presos por deserção, após faltarem a uma convocação para trabalhar durante o carnaval.

A decisão ocorre um dia após os policiais votarem pelo fim da paralisação, que ocorria há 13 dias. A principal reivindicação dos policiais, a anistia para os militares envolvidos no motim, não foi atendida pelo governo. Veja abaixo os detalhes do acordo que pôs fim à greve ilegal da categoria.

Conforme o juiz Roberto Soares Bucão Coutinho, autor da decisão, a prisão dos policiais “teve como fundamento a garantia da ordem pública e a necessidade de manter a hierarquia e disciplina”. Com o fim do motim, ainda conforme o juiz, “a prisão, diante do novo cenário, torna-se desarrazoada [sem razão]”

“Não vislumbro outra medida cautelar com utilidade no presente momento, bastando a liberdade provisória”, conclui o magistrado.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), dos 43 casos de deserção, em 38 os policiais se apresentaram espontaneamente. A deserção especial é um infração contida no Código Penal Militar, que prevê pena de detenção de até três meses em caso de punição. Com G1 e Estadão

VOTE NA ENQUETE

‘Greve’ da PM no Ceará chega ao fim, mas amotinados não serão anistiados

Político - https://politico.painelpolitico.com

Categoria deve voltar às ruas nesta segunda-feira (2)

Os policiais militares que seguiam amotinados no 18º Batalhão da PM, em Fortaleza, votaram por terminar o motim na noite deste domingo (1º). Os policiais aceitaram a proposta definida no mesmo dia pela comissão especial formada por membros dos três poderes no Ceará, assim como por representantes dos policiais.

Um dos pontos do acordo é que os policiais retornem aos postos de trabalho nesta segunda-feira (2).

A proposta aceita pelos policiais tem os seguintes tópicos:

  • Os policiais terão apoio de instituições que não pertencem ao Governo do Estado, como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Defensoria Pública, Ministério Público e Exército;
  • Os policiais terão direito a um processo legal sem perseguição, com amplo direito a defesa e contraditório, e acompanhamento das instituições mencionadas anteriormente;
  • O Governo do Ceará não vai realizar transferências de policiais para trabalhar no interior do estado em um prazo de 60 dias contados a partir do fim do motim;
  • Revisão de todos os processos adotados contra policiais militares durante a paralisação (entenda os processos abaixo);
  • Garantia de investimento de R$ 495 milhões com o salário de policiais até 2022;
  • Desocupação de todos os batalhões onde havia policiais amotinados até 23h59 deste domingo;
  • Retorno aos postos de trabalho às 8h de segunda-feira.

As propostas foram apresentadas pelo ex-deputado federal Cabo Sabino, líder dos policiais amotinados e que tem mandado de prisão em aberto por motim. “Vocês acabaram de assinar minha demissão”, afirmou Sabino, após a votação.

Principal reivindicação dos policiais para encerrar o motim, a anistia aos militares envolvidos na manifestação não foi atendida pelo Governo do Estado.

A Assembleia Legislativa do Ceará deve votar na terça-feira (3) a Proposta de Emenda à Constituição Estadual (PEC) que proíbe anistiar policiais militares que atuem em motim ou paralisação da categoria. A greve de policiais militares é inconstitucional, entendimento que foi reforçado pelo Supremo Tribunal Federal em 2017.

A PEC foi uma das ações do governador Camilo Santana em reposta ao motim.

Os deputados estaduais vão decidir também sobre o projeto que reestrutura o plano de carreira dos policiais. O projeto que tramita atualmente aumenta o salário de um soldado da PM dos atuais R$ 3,4 mil para R$ 4,5 mil, em aumento progressivo até 2022.

O Governo do Estado afirmou que tem um teto de gasto de R$ 495 milhões com os servidores da Polícia Militar até 2022. Como proposta do poder executivo, a própria categoria poderá debater como seria o aumento de cada patente, desde que se obedeça ao limite.

Durante o motim, quase 300 policiais foram punidos:

  • 230 policiais foram afastados do cargo por motim, insubordinação e abandono de posto;
  • Quatro policiais foram presos em flagrante, sendo três por motim e um por incêndio a um carro particular;
  • 43 policiais foram presos por deserção, ao deixarem de comparecer a uma convocação para trabalhar no carnaval.

Sem citar detalhes, o Governo do Estado afirmou que iria rever todos esses processos, após o fim do motim. Foi afirmado também que não haveria “perseguição” aos agentes de segurança que participaram da mobilização da categoria. Com G1

VOTE NA ENQUETE

Governo do Ceará propõe emenda à Constituição que proíbe anistia a policiais

Político - https://politico.painelpolitico.com

Estado passa por crise na área da segurança pública depois que policiais militares e bombeiros se amotinaram em greve. De 1º a 25 de fevereiro, foram 364 assassinatos; Paralisação dura 12 dias

O governador do Ceará , Camilo Santana (PT), enviou à Assembleia Legislativa do estado uma proposta de emenda à Constituição que proíbe concessão de qualquer tipo anistia a policiais militares que fazem motins . O Ceará passa por uma crise na segurança e essa é a principal demanda dos policiais para que eles voltem a trabalhar. Apesar do pedido dos agentes, o governador não pretende ceder à reivindicação. A informação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo .

Nesta sexta-feira (28), depois de participarem de uma reunião com a comissão que está fazendo as negociações, os militares não conseguiram chegar a um acordo e decidiram continuar amotinados . A paralisação já dura 11 dias.

Devido à falta de perspectiva do caso se resolver, o presidente Jair Bolsonaro renovou também nesta sexta o decreto de Garantia da Lei e da da Ordem (GLO), permitindo que as Forças Armadas fiquem mais uma semana no estado. O prazo acabava hoje.

A iniciativa do governador de propor a proibição da anistia, segundo interlocutores dele, é evitar que, mais tarde, deputados ou mesmo um sucessor dele no governo acabe fazendo essa concessão, o que tem sido comum em vários estados.

Dobro de assassinatos

O número de assassinatos no Ceará cresceu 138% quando comparados os primeiros 25 dias do mês de fevereiro de 2019 e 2020. O aumento ocorre em um contexto de paralisação de parte da Polícia Militar, que chega ao 12° dia de braços cruzados neste sábado (29).

Foram registradas 153 mortes violentas em 25 dias de fevereiro de 2019; em igual período deste ano, a Secretaria da Segurança Pública contabilizou 364 assassinatos. A secretaria informou na quinta-feira (27) que não iria mais divulgar os dados diários de homicídio durante o motim dos policiais. Conforme a pasta, “com o fim do carnaval, há um acúmulo de trabalho no setor de estatística, que deve ser normalizado nos próximos dias”.

Os dias em que policiais militares estão com atividades paralisadas são os mais violentos deste ano. Durante o motim, foram registrados, oficialmente, 198 homicídios em sete dias (19 a 25 de fevereiro). Em média, ocorreram 28 assassinatos por dia ou um a cada 51 minutos em todo o Ceará. Antes da paralisação, a média de oito homicídios por dia neste ano.

Os números são superiores aos que haviam sido divulgados anteriormente pela secretaria, que havia contabilizado 170 assassinatos em sete dias. Em nota, o órgão explicou que a soma dos homicídios desde o motim “está maior atualmente do que havia sido divulgado anteriormente, por causa das ocorrências que inicialmente tinham sido registradas como lesão corporal seguida de morte, mas evoluíram para óbito”.

A Secretaria da Segurança complementou dizendo que, por razões como esta, “evita divulgar dados parciais”.

O Ceará chegou a registrar 37 homicídios em um único dia, 27 de fevereiro. Com baixo policiamento nas ruas, o Governo Federal autorizou o envio do Exército ao Ceará, numa aplicação da Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Com a GLO, as Forças Armadas assumem o policiamento nas ruas. O decreto que garante a atuação do Exército foi autorizado até sexta-feira (28) e prorrogado até 6 de março.

Bolsonaro não vai renovar GLO no Ceará e pressiona governador

Político - https://politico.painelpolitico.com

Presidente afirmou que decreto de “GLO não é para ficar eternamente” e disse que espera “um ponto final” na questão do motim de PMs no estado

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante transmissão ao vivo pelo Facebook, que não irá renovar as operações de Garantia da Lei e da Ordem ( GLO ) para o Ceará . O estado vive uma crise na segurança pública depois policiais militares e bomberiros entraram em greve por reajuste salarial.

Durante a transmissão, Bolsonaro disse que “a gente espera que o governo resolva o problema da Polícia Militar do Ceará e bote um ponto final nessa questão”. Ele pediu que o governador Camilo Santana (PT) negocie com a PM do estado.

“No momento eu não tenho tranquilidade”, argumentou Bolsonaro contra a prorrogação para além do prazo de oito dias vigentes, que expira nesta sexta-feira (28). “Precisamos ter uma retaguarda jurídica”, afirmou o presidente.

Santana chegou a pedir a Bolsonaro que o decreto fosse prorrogado , uma vez que ele não vê possibilidade de que o caso se resolve no curto prazo. Ao recusar, no entanto, o presidente disse que “GLO não é para ficar eternamente atendendo um ou mais governadores. GLO é uma questão emergencial”. Bolsonaro também pediu apoio aos governadores “para que o Parlamento vote o excludente de ilicitude”.

Os 43 policiais militares presos por deserção, quando deveriam ter se apresentado para o trabalho, mas não o fizeram, passam por uma audiência de custódia na manhã desta quinta-feira (27), na Vara Única e Privativa de Audiências de Custódia, localizada no Centro da Capital. A audiência deve definir se eles continuam presos ou não.

Nesta sexta, os policiais pediram como moeda de troca para o fim da greve a anistia aos agentes que aderiram à paralisação e o reajuste salarial.

Confira todos os pontos elencados na pauta de negociação (a redação é do dos manifestantes):

1) Anistia Administrativa e Criminal do CPM;
Não serão abertos procedimentos administrativos a partir de 01.09.2019, e os que já estiverem abertos serão sobrestados até a publicação da referida lei e o Executivo encaminhará mensagem desta Lei solicitando autorização para extinção destes procedimentos.
2) Reajuste Salarial conforme tabela anexa, garantida a aplicação da inflação dos anos vigentes, ou seja, 2021 e 2022;
3) Equiparação do auxílio-alimentação dos militares aos valores dos demais servidores do estado do Ceará;
4) Regulamentação da Escala de Serviço: 12×24 e 12×72 – viatura;
8h (moto) 2×2 – Viatura 3×3 – Policiamento a pé 2×2;
5) Reajuste do pró-labore do BSP, valores equivalentes a 30% (trinta por cento) dos valores salarias percebidos da respectiva graduação e/ou postos da ativa;
6) Auxilio Saúde ou Recriação do Hospital da Polícia Militar;
7) Fim da Idade Limite para concorrer ao CFO por militares estaduais;
8) Reajuste das diárias de pousada e alimentação;
9) Plano Habitacional, podendo dar-se mediante valor pecuniário; conjunto habitacional destinado a militares ou ainda percentual de casas destinados aos militares estaduais quando construídas para programas habitacionais;
10) Isenção de ICMS para aquisição de armas e munições pelos militares estaduais; salientando que a empresa Imbel já possui este benefício fiscal, que deve ser estendido a outras empresas do ramo;
11) Auxilio Uniforme, garantido anualmente o valor correspondente a um uniforme completo;
12) Auxílio de Risco de vida; 
13) Auxilio Insalubridade;
14) Adicional Noturno;
15) Revisão de Pontos da Lei de Promoções;
16) Isenção de condutores de viaturas policiais e bombeíristicas por danos causados em acidentes;
17) Equiparar as viúvas e pensionistas com benefícios dos anos de 2004 a 2011 (as abrangidas pela emenda constitucional 41/2003) em relação aos benefícios concedidos as demais viúvas e pensionistas  dos anos até 2003 e de 2011 à frente, de forma que as mesmas percebam a totalidade da remuneração dos proventos remuneratórios, equiparando aos militares da ativa;
18) Exclusão da proibição da consignação das associações contida no Decreto 33.474/2020. 

Com 147 assassinatos, assaltos, roubos e ataques a veículos policiais, Moro diz que ‘não há uma situação de absoluta desordem nas ruas’ do Ceará

Político - https://politico.painelpolitico.com

Estado vive motim de PMs. Ministro da Justiça sobrevoou a região metropolitana de Fortaleza acompanhado do titular da Defesa, Azevedo e Silva, nesta segunda-feira

O ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmou nesta segunda-feira (24) que, apesar de o Ceará ter registrado um aumento nos crimes violentos, “não há uma situação de absoluta desordem nas ruas”. Moro participou de uma reunião para acompanhar a operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Ceará, junto com o governador Camilo Santana e os ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e da Advocacia-Geral da União, André Luiz Mendonça.

Segundo o ministro da Justiça, a situação no estado “está sob controle”, mesmo com o crescente índice de assassinatos no Ceará. Moro disse ainda que as Forças Armadas estão no Ceará temporariamente, até que a paralisação de parte da Polícia Militar seja resolvida.

“As forças estão aqui subsidiariamente pra atender a uma situação que nós entendemos ser temporária e que deve ser resolvida brevemente. Existe um indicativo de aumento de alguns crimes mais violentos, mas não há uma situação de absoluta desordem nas ruas. As pessoas estão nas ruas, nós circulamos nas ruas. Não existem, por exemplo, saques a estabelecimentos comerciais, nem nada disso. A situação está sob controle, claro dentro de um contexto relativamente difícil em que parte da polícia estadual está paralisada”.

Durante a paralisação da PM, houve um aumento no número de mortes violentas no estado. Entre quarta-feira (19) e domingo (23), 147 homicídios foram registrados no estado pela Secretaria da Segurança Pública (SSPDS). Com mais de 70 mortes somadas, a sexta-feira e o sábado foram os dois dias mais violentos do estado desde 2012, ano da última paralisação de PMs no Ceará.

A média de assassinatos em 2020 era de seis casos por dia antes do motim.

Por conta da crise na segurança, a Força Nacional e o Exército passaram a atuar em Fortaleza. Atualmente, a segurança no estado é reforçada por 2,5 mil soldados do Exército e 150 agentes da Força Nacional.

Policiais punidos

Até a noite de domingo (23), mais de 200 agentes de segurança haviam sido afastados por participação nos atos e 37 foram presos por deserção.

Desde terça-feira (18), homens encapuzados que se identificam como agentes de segurança do Ceará invadiram e ocuparam quarteis, depredando veículos da polícia. Policiais militares reivindicam aumento salarial acima do proposto pelo governador Camilo Santana.

Com G1

VOTE NA ENQUETE

++destaques

Governo do Ceará afasta 230 PMs amotinados; veja a lista

Político - https://politico.painelpolitico.com

150 dos 230 PMs afastados por motim no Ceará são soldados; lista inclui cabos, sargentos e subtenentes. 8 policiais foram suspensos, mesmo sem participação comprovada, por convocarem as manifestações em redes sociais

Um total de 150 soldados estão na lista dos 230 policiais militares afastados por participação na paralisação da categoria no Ceará. A lista de agentes também inclui 33 cabos, 31 sargentos e 14 subtenentes.

Dois agentes punidos não tiveram as patentes divulgadas. A maioria está fora da folha de pagamento a partir deste mês de fevereiro.

Desse total, 8 policiais que foram suspensos, mesmo sem participação comprovada, por convocarem as manifestações em redes sociais.

Conforme a Controladoria-Geral de Disciplina, órgão que investiga e pune militares em caso de infrações e crimes no exercício da função, nos vídeos, os policiais pediam que colegas de deixassem de exercer a função em apoio à reivindicação de aumento salarial.

A maioria já está fora da folha de pagamento a partir deste mês de fevereiro. 

Neste domingo (23), 62 nomes de PMs foram publicados no Diário Oficial do Estado, complementando a lista de 168 afastamentos, divulgada na sexta-feira (21)

Dos 62 nomes revelados por último, 61 foram afastados por “deserção especial” e 8 por “estimular a paralisação nas redes sociais”. No domingo, ainda foi divulgada a prisão de 37 desertores

Novo Batalhão

Os policiais militares que participam do movimento estarão sujeitos ao novo Batalhão Provisório para Custódia de Crimes Militares, criado no último sábado (22), conforme portaria do Comando Geral da Polícia Militar. A unidade será encabeçada pelo tenente-coronel Alexandre Rodrigues. 

A portaria define a criação “de forma temporária” para receber os policiais e bombeiros militares submetidos a autos de prisão em flagrante e termos de deserção e condenações, todas relacionadas “com as manifestações de paralisações das atividades” no Estado. 

O documento considera a necessidade da administração militar empreender esforços “no tocante a sufocar tais movimentos, em nome dos valores da República e do Estado Democrático de Direito”, além de ponderar a perspectiva do “considerável quantitativo de militares estaduais a serem submetidos à privações da liberdade, uma vez tipificadas as respectivas condutas delitivas”. Foto de capa – José Leomar. Com informações do G1 e Diário do Nordeste

MILITARES AFASTADOS NO DOMINGO

PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR (PADs)

  • DESERÇÃO

1) SD PM 34370 THIAGO FRANCISCO DOS SANTOS DE CARVALHO – MF 309.073-7-X,   

2) SD PM 33622 COSMO HENRIQUE RODRIGUES FREITAS – MF 309.078-3-3,   

3) SD PM 34276 MATHEUS DE SOUZA FERNANDES – MF 309.048-0-X,   

4) SD PM 26873 ALEXSANDRO COSTA DA SILVA – MF 588.070-1-X,   

5) SD PM 34803 RODRIGO DINIZ PEIXOTO – MF 309.175-7-X,   

6) SD PM 34002 RENAN FIRMIANO COSTA – MF 309.081-8-X,   

7) SD PM 37725 JADER AUGUSTO BRUNO DE MESQUITA E SILVA – MF 309.162-2-0  

8) ST PM AUGUSTO CÉSAR DE FARIAS MAGALHÃES – MF:035.287-1-5,   

9) 1º SGT PM ANTÔNIO EDSON ALVES DE SOUSA – MF: 125.526-1-0,   

10) SD PM EVANDRO SANTOS DA SILVA – MF: 300.097-1-1,   

11) SD PM JOSIVÂNIO MORAIS DE SOUSA – MF: 300.260-1-2,   

12) SD PM ROBERTO GARCIA LOURENÇO – MF: 305.571-1-5  

13) SD PM JONILSON DA SILVA BRAZ – MF: 305.590-1-0,   

14) SD PM JOSÉ BORGES DE MORAES NETO – MF: 306.302-1-1,   

15) SD PM DIEGO YURI BARRAL PINHEIRO DA SILVA – MF: 307.395-1-5,   

16) SD PM FRANCISCO MÁRCIO GOMES DE SOUSA– MF: 306.114-1-1  

17) SD PM IVONILDO MARQUES DOS SANTOS – MF: 587.946-1-9,   

18) SD PM RONEY SOUSA – MF: 309.031-7-X,   

19) SD PM JOSÉ VINÍCIUS DO MONTE OLIVEIRA – MF: 309.184-0-1,  

20) SD PM WANDERLEY PEREIRA DE OLIVEIRA – MF: 308.758-0-X,   

21) SD PM MICHAEL JACKSON DE SOUSA RAULINO – MF: 309.044-6-X,   

22) SD PM PAULO HENRIQUE DE LIMA SILVA – MF: 308.981-0-9;  

23) SD PM 34203 FRANCISCO MIKE CHAVES REBOUÇAS – MF 309.054-2-3,   

24) SD PM 34383 FRANCISCO EDIVALDO DA SILVA LIMA FILHO – MF 309.064-3-8,   

25) SD PM 34200 MAURO RUBENS ALVES DE SOUSA -MF 309.048-1-8,   

26) SD PM 34427 MOISES BATISTA ROLIM NETO – MF 309.045-9-1,   

27) SD PM 34450 FRANCISCO ÂNGELO BARBOSA FELÍCIO – MF 309.056-0-1,   

28) SD PM 34182 BRENO CASSIO RIBEIRO DE LIMA – MF 309.064-9-7,  

29) SD PM 34604 FRANCISCO ANERY OLIVEIRA SOUZA – MF 309.055-7-1  

30) SD PM HANNEY TIAGO SOUSA DA SILVA MF:309.078-6-8,   

31) SD PM RANIELLI DE ALMEIDA BORGES – MF: 309.079-2-2,   

32) SD PM PEDRO SILVA ARAÚJO – MF: 309.067-6-4,   

33) SD PM JOSÉ IVAN DE ALMEIDA JÚNIOR – MF: 309.092-7-5,   

34) SD PM ANTÔNIO WAGNER BRITO DE AQUINO – MF: 309.089-0-2  

35) SD PM DANIEL FILIPI DE CASTRO DANTAS – MF: 308.903-0-2,   

36) SD PM DIMAS SOMBRA MATEUS FILHO – MF: 308.995-6-3,   

37) SD PM BRUNO MARINHO VIANA – MF:308.990-7-5,   

38) SD PM DAVID ALISSON DOS SANTOS SANTIAGO – MF:308.985-3-2  

39) SD PM 33026 PHILIPE ARRUDA DIAS – MF 308.879-8-0,   

40) SD PM 32792 HARTHELY GUTTIERRY ALVES DE OLIVEIRA – MF308.863-2-1,   

41) SD PM 33063 EMERSON CASTRO ALVES DE SOUZA – MF308.893-3-9,   

42) SD PM 33074 MAURICIO CARLOS DE SOUZA FILHO – MF308.840-4-3,   

43) SD PM 34659 ALEXANDRE GARCIA LIMA CARNEIRO – MF 308.983-6-2,   

44) SD PM 33153 IVO BARRETO DUTRA MF 308890-8-8,  

45) SD PM 33349 ITALO MATHEUS TERTO LIMA – MF 308.890-5-3  

46) SD PM FRANCISCO LEONERICO DE BRITO – MF:309.156-8-2,   

47) SD PM JOSÉ WALTER FERREIRA BONFIM JÚNIOR –MF:309.174-8-0,   

48) SD PM HUGO WANDERLEY SOARES NOGUEIRA– MF: 309.166-4-6,   

49) SD PM MATHEUS FREIRE DE ALMEIDA PIRES –MF: 309.166-7-0  

50) SD PM 32219 EDSON RIBEIRO GOMES – MF 308.801-2-9,   

51) SD PM 31872 WARBENIO TELMO RODRIGUES FILHO – MF 308782-4-8,   

52) SD PM 32551 JAMERSON JOSE MARTINS RODRIGUES – MF 308.817-5-3,   

53) CB PM FRANCISCO CLAUDENE FERREIRA DA SILVA – MF 308.574-1-0,   

54) SD PM 31997 TALYSON NASCIMENTO SOUSA – MF 308.723-6-3,   

55) SD PM 3326 MATEUS ALVES FERREIRA – MF 308.839-6-9  

56) SD PM 34637 ROBERTO JUNIOR COSTA RICARDO – MF 309.036-0-9,   

57) SD PM 34186 LAURO LIMA SILVA – MF 309.017-6-2,   

58) SD PM SAULO DE OLIVEIRA SILVA – MF 309.014-5-2,   

59) SD PM 33860 ALISSON DE SOUZA HOLANDA – MF 309.010-4-5,  

60) SD PM 34188 VICTOR HUGO LIMA DOS SANTOS, MF 309.018-5-1,  

61) SD PM 34271 JOAO ALBERTO LIMA DE FREITAS – MF 309.016-4-9; 

  • REDES SOCIAIS

62) CB PM PAULO JOSÉ MONTEIRO DA CUNHA, MF. 301.686-1-5

MILITARES AFASTADOS NA SEXTA-FEIRA (21)

1) ST PM JOSE ALCIMAR DOMINGOS SOUSA – M.F Nº. 098.419-1-1; 

2) 2º SGT PM 19070 MAURO CESAR BARROSO BRAGA – M.F Nº. 127.287-1-9; 

3) SD PM 29.631 EDGLEYSON FEIJO DE SOUSA – M.F. Nº 307.731-1-X 

4) 1º SGT PM ARI JOSE DOS SANTOS MARINHO- M.F Nº. 106.886-1-2; 

5) SD PM DANILO CAVALCANTE SOUSA – M.F Nº. 305.945-1-7; 

6) SD PM 26.575 ADALBERTO DE FREITAS OLIVEIRA – M.F. Nº 587.792-1-0; 

7) ST PM FRANCISCO IRINEU OLIVEIRA DO NASCIMENTO – M.F Nº 049.388-1-X; 

8) SD PM 34.602 CICERO PESSOA ANDRADE – M.F Nº 308.984-0-0; 

9) CB PM 24.946 RAPHAEL DE QUEIROZ PINHEIRO – M.F Nº 303.663-1-X; 

10) 1º SGT PM 16.782 REGINALDO DE SALES – M.F Nº 109.806-1-5; 

11) 2º SGT PM JUSCELINO DE OLIVEIRA PEREIRA – M.F Nº 134.737-1-4; 

12) SD PM 26474 ALEX ARLEY LUZ DE ANDRADE – M.F. Nº 587.233-1-2; 

13) SD PM 27.203 LUIS CARLOS DE SOUZA PEREIRA – M.F Nº 587.671-1-5; 

14) SD PM 30525 DANIEL HENRIQUE CUNHA GUIMARÃES – M.F Nº 308.143-1-2. 

15) 2º SGT PM 19.929 RAIMUNDO JACKSONNELES DA SILVA – M.F Nº 134.477-1-3; 

16) CB PM 25091 FRANCISCO EDIVARDO DA SILVA FILHO – M.F Nº 303.808-1-9; 

17) SD PM 27888 VIVIANN MENDES SANTIAGO – M.F Nº 305.516-1-3. 

18) SUBTENENTE PM OZEIAS MOURA DOS REIS – M.F Nº 106.916-1-3; 

19) 1º SGT PM 18719 FERNANDES ALEXANDRE DE OLIVEIRA – M.F Nº 125.713-1-3; 

20) SD PM 30857 ALEX PAULO OLIVEIRA – M.F Nº 308.643-1-X 

21) 1ºSGT PM 17.831 JOSE EVIRLANDE COSTA SILVA – M.F Nº 113.051-1-3; 

22) CB PM 22330 MARCOS LIMA E SILVA – M.F Nº 300.981-1-0; 

23) SD PM 29513 EUDES DE CARVALHO TAVARES – M.F Nº 307.194-1-7. 

24) 3ºSGT PM 21.304 CLEBER DE LIMA OLIVERIA – M.F Nº 136.450-1-9; 

25) SD PM 29030 JOCICLEISON DE LIMA ALVES – M.F Nº 306.275-1-2; 

26) SD PM 31725 AKACIO DA SILVA VARELA – M.F Nº 308.643-7-9; 

27) SGT PM 20271 ANTONIO ARAUJO ESTACIO – M.F Nº 134.447-1-4; 

28) SD PM 30584 RICHARLLESON JOSE DE OLIVEIRA – M.F Nº 308.329-1-4; 

29) SD PM 29970 MAGNO MACIEL DANTAS DE OLIVEIRA – M.F Nº 307.230-1-5; 

30) SD PM 32245 LEDUARDO PAULO MARTINS LUZ – M.F Nº 308.801-9-6.  

31) 1º SGT PM 19167 JOCICLECIO SANTOS DE SOUSA – M.F Nº 127.384-1-2; 

32) CB PM 23.202 ALYSOMAX SOARES NUNES – M.F Nº 301.989-1-3; 

33) SD PM 34.133 ANTONIO SÉRGIO FERREIRA DE OLIVEIRA FILHO – M.F Nº 308.999-1-1; 

34) ST PM RAIMUNDO NONATO DA SILVA – M.F Nº 099.182-1-3; 

35) SD PM 28.083 FRANCISCO HELTON SOUSA DE OLIVEIRA – M.F Nº 305.451-1-7; 

36) SD PM 30.770 CAIO KELVEN ALVES AZEVEDO – M.F Nº 308.652-6-X; 

37) 2º SGT PM 20928 ALDENIR SOARES RODRIGUES – M.F Nº 135 .825-1-3; 

38) CB PM 23312 LEONARDO MANUEL DE MORAIS ARAUJO – M.F Nº 302.133-1-9; 

39) SD PM 29.522 GLEISON AMORIM DA COSTA – M.F Nº 306.961–5; 

40) CB PM 25.233 JOÃO PAULO SILVA DIAS – M.F Nº 303.950-1-8; 

41) SD PM 34.609 FRANCISCO MARIO ERVEN EUFRASIO DA SILVA – M.F Nº 309.054-6-6; 

42) SD PM 34436 JOSE VANDERSON DE OLIVEIRA DA SILVA – M.F Nº 309.033-6-6; 

43) 3º SGT PM 21.388 FRANCISCO CARLOS DA SILVA PEREIRA – M.F Nº 136191-1-5; 

44) SD PM 33.528 MARCELO DE OLIVEIRA BOTELHO – M.F Nº 309.013-5-5; 

45) SD PM 28.491 LEONARDO SILVA DOS SANTOS – M.F Nº 306.416-1-2. 

46) 1º SGT PM 17845 JOAO BATISTA RODRIGUES DA SILVA – M.F Nº 113.065-1-9; 

47) SD PM 30088 LUCAS MATIAS FERREIRA – M.F Nº 306.936-1-2; 

48) SD PM 28563 JAIME SILVA SAMPAIO – M.F Nº 306.228-1-2; 

49) SD PM 34.440 FLAVIO ALVES COSTA – M.F Nº 309.055-0-4; 

50) 1º SGT PM 19208 ENILSON VANDERLEI FARIAS JUNIOR – M.F Nº 127.425-1-7; 

51) CB PM 23.290 DANILO DA PENHA SALES – M.F Nº 301.592-1-7; 

52) SD PM 28.996 RUDSON AVILA GADELHA MENDES – M.F Nº 306.603-1-5; 

53) CB PM 25520 EDER BARBOSA DE OLIVEIRA – M.F Nº 304.237-1-2; 

54) SD PM 28697 JOSE AIRTON FERREIRA PONTES – M.F Nº 306.295-1-5; 

55) SD PM 31274 LARISSA DE OLIVEIRA BENEVIDES – M.F Nº 308.674-1-6; 

56) CB PM 23078 JOSE FERNANDO LIRA DE ABREU – M.F Nº 301683-1-3; 

57) CB PM 25665 CICERO STTEFFSSON DE OLIVEIRA MARQUES – M.F Nº 304.382-1-3; 

58) SD PM 35070 EWEVERTON DA SILVA DOS SANTOS – M.F Nº 309.179-9-5. 

59) SD PM 26508 JOSE HORLANDIO DANTAS MOREIRA – M.F. Nº 587.915-1-2 

60) 1º SGT PM 18.141 JOSE ESTELINO DA SILVA MORAIS – M.F Nº 118.922-1-3; 

61) SD PM 32.573 AURIELIO SANTIAGO DA SILVA – M.F Nº 308.912-8-7; 

62) SD PM 28908 JOSÉ REGILANE FEITOSA DAMASCENO MF 306.339-1-1 

63) 1º SGT PM FABIANO DA SILVA FORTE – M.F Nº 127.235-1-2; 

64) CB PM 19555 MARCOS HENRIQUE MESQUITA DE ALMEIDA – M.F Nº 134.673-1-5; 

65) SD PM 27.107 MICHEL BRUNO PEREIRA PINHEIRO – M.F Nº 588.203-1-8. 

66) SGT PM 19303 MARCOS ANTÔNIO DE BRITO SILVA – M.F Nº 127.520-1-6; 

67) CB PM 22137 FRANCISCO FABIO CARVALHO TEIXEIRA – M.F Nº 300.583-1-3 

68) ST PM JUCIER OLIVEIRA MENEZES – M.F Nº 108.949-1-3; 

69) SD PM 26654 WESCLEY DE SOUSA SERPA – M.F Nº 587.485-1-X; 

70) SD PM 34.014 MATHEUS LOPES DA SILVA – M.F Nº 309.046-2-1. 

71) CB PM 25.501 DAVID GONZAGA FORMIGA – M.F Nº 304.218-1-7 

72) SD PM 26.587 JOSÉ CARLOS SOARES DE MORAES JÚNIOR – M.F Nº 587.914-1-5 

73) SD PM 34.371 FRANCIER SAMPAIO DE FREITAS – M.F Nº 309. 065-9-4 

74) SD PM 29.918 JARDESON FEITOSA TABOSA – M.F Nº 307.645-1-X 

75) 1º SGT PM 17.081 ROBERTO DA SILVA ALMEIDA – MF: 109.380-1-5 

76) SD PM 26.756 EDIDANJO DA SILVA MARTINS – MF: 588.077-1-0, 

77) SD PM 26.833 FRANCISCO JOSÉ GOMES FROTA – MF: 588.194-1-7 

78) SD PM 28.499 LUCAS AGUIAR SENA – MF: 306.426-1-9 

79) 2º SGT PM 20118 JOSÉ FÁBIO VIEIRA – MF 135111-1-X 

80) CB PM 21586 ERONILDO SATURNO FERREIRA – MF 151628-1-3 

81) SD PM 28994 ERBESON THIAGO REIS MELO – MF 306008-1-9 

82) 3º SGT PM 20998 ROGÉRIO FERREIRA RODRIGUES – MF 136046-1-4 

83) CB PM 24133 FRANCISCO NARCÉLIO DA SILVA – MF 302441-1-7 

84) SD PM 28225 IVO BRAGA LIMA JUNIOR – MF 305459-1-5 

85) 1º SGT PM FRANCISCO ROMULO FALCÃO RIBEIRO- MF 118883-1-3 

86) CB PM 24784 EMILSON CAJAZEIRAS NOGUEIRA – MF 303501-1-1 

87) SD PM 31133 PAULO VICTOR SOARES DA FONSECA – MF 308712-1-9 

88) ST PM ANTONIO DOMINGOS DE SOUZA – MF 104530-1-1 

89) SD PM 28437 RENATO GUIMARÃES NUNES – MF 306571-1-X 

90) SD PM 30193 NATANAEL FRANKLIN MARCIEL DA COSTA – MF 307029-1-3 

91) 2º SGT PM 19145 JOSÉ OCÉLIO SILVA DE AGRELA – MF 127362-1-5 

92) SD PM 27404 NATHANAEL SE SOUZA MONTEIRO – MF 305477-1-3 

93) CB PM 25352 DENIS SALES DE ALENCAR – MF 304069-1-5 

94) SD PM 33.444 FRANCISCO RAYMISON SOARES DE SOUSA – MF: 309.058-2-2 

95) SD PM 34.987 MAYKON NARDELLI SANTANA OLIVEIRA – MF: 309.167-1-9 

96) SD PM 34.181 IRANILDO DA SILVA TEIXEIRA – MF: 308.978-6-2 

97) SD PM 33.910 PEDRO HENRIQUE SOUZA DA SILVA – MF: 309.069-1-8 

98) SD PM 34.281 MELYSSA JULIAO DE OLIVEIRA – MF: 309.043-3-8 

99) SD PM 33.419 JOSE CAIO FERNANDES GAMELEIRA – MF: 309.036-5-X 

100) SD PM 31.631 IBENY PEREIRA MOREIRA – MF: 308.676-9-6 

101) SD PM 34.035 JANDERSON ARAUJO PORTELA – MF 309.037-0-6 

102) SD PM 33.772 FRANCISCO DAS CHAGAS GALENO GOMES – MF 309.050-5-9 

103) SD PM 32.208 JAIRLLY JOSE MARQUES MESQUITA – MF 308.817-1-0 

104) SD PM 34.393 CARINA MAGALHAES DE SOUSA – MF 308.973-8-2 

105) SD PM 34.802 EDSON DE OLIVEIRA RODRIGUES – MF 309.178-9-8 

106) ST PM FRANCISCO DAS CHAGAS GOMES DE SOUSA – MF 109208-1-7 

107) 2º SGT PM 18.975 LEIVA ROBERTO ALBUQUERQUE CONSTANCIO – MF 127.192-1-3 

108) 2º SGT PM 21.171 BENJAMIN CARNEIRO BRAGA FILHO – MF 136.168-1-7 

109) SD PM 33.966 JOSE RICARDO PIRES – MF 309.034-7-1, 

110) SD PM 34.000 CICERO ROMARIO MOREIRA DOS SANTOS – MF 308.984-3-5 

111) SD PM 34.505 ZACARIAS MENDES FILHO – MF 309.070-3-5 

112) SD PM 32.498 PAULO VITOR ARAUJO – MF 308.871-5-8 

113) SD PM 32.815 FRANCISCO ALEXANDRE DA SILVA NEGREIROS-MF:308.815-5-9 

114) SD PM 34.559 ANTONIO PAULO AGUIAR FERNANDES – MF:309.088-2-1 

115) SD PM 33.222 KELVIN LAVOISIER DE SOUZA MENESES – MF: 308.842-8-0 

116) SD PM 33.645 KELSON FONTENELE DE SOUSA MF:309.000-9-X 

117) SD PM 34.808 WELISON PEREIRA SILVA – MF: 309.174-7-2 

118) SD PM 31.586 JOSE LOCHAIDER LIMA MAGALHAES – MF:308.754-9-4 

119) SD PM 32.289 LUCIVAN LUCIO RODRIGUES DO CARMO – MF:308.850-0-7 

120) SD PM 33.195 JOSE BENARDONE XIMENES ALBUQUERQUE-MF:308.827-4-1 

121) SD PM 31.828 FRANCISCO HELDER LOURENÇO SOUSA – MF 308741-3-7 

122) SD PM 32.158 GLEITON RODRIGUES BOTO – MF:308.881-5-4 

123) SD PM 34.023 GERARDO JUNIOR DE SOUZA – MF:309.004-2-1 

124) CB PM 24.890 WESLEN BATISTA MONÇÃO – MF:303.607-1-0 

125) SD PM 33.919 ISAAC LUCAS DO NASCIMENTO AZEVEDO MF:308.977-7-3 

126) SD PM 33.608 LIKONY DOS SANTOS SOUSA – MF:309.041-9-2 

127) SD PM 32.323 CARLOS RAFAEL MELO SOBRINHO – MF:308.810-3-6 

128) SD PM 32.942 ALEXIS DONATO SAMPAIO – MF:308.796-6-X 

129) SD PM 34.756 JOSE VITOR LIMA DO NASCIMENTO – MF:309.174-4-8 

130) CB PM 23759 WELLINGTON FREIRE DE SOUZA JÚNIOR – MF: 302.659-1-2 

131) ST PM JOSÉ FRANCISCO DE MELO NETO – MF: 056.534-1-X 

132) 1º SGT PM 17724 JOSÉ TOMAZ ARAÚJO DA SILVA – MF: 112.967-1-8 

133) CB PM 25473 RAMON DIAS PEREIRA – MF: 304.190-1-4 

134) CB PM 24588 DIOGO VIEIRA BARBOSA – MF: 303.305-1-X 

135) CB PM 25777 ALEX LIMA VIANA – MF: 304.494-1-X 

136) ST PM FRANCISCO INÁCIO DE ARAÚJO – MF: 107.054-1-X 

137) CB PM 23523 PAULO INÁCIO DA SILVA JÚNIOR – MF: 302.586-1-4 

138) CB PM 23587 THIAGO MARTINS TEIXEIRA FLORENTINO – MF: 301.455-1-8 

139) CB PM 34969 IGOR RENNAN FERREIRA RODRIGUES – MF: 309.177-4-X 

140) CB PM 25324 JOSÉ BENVINDO DE MELO JÚNIOR – MF: 304.041-1-4 

141) CB PM 25388 IVO NAPOLEÃO LUCIANO LEITE – MF: 304.105-1-3 

142) SD PM 27079 JOÃO CLEBER ARAÚJO MOREIRA – MF: 587.368-1-3 

143) SD PM 32056 WELINTON LIMA DE OLIVEIRA – MF: 308.896-9-X 

144) 3º SGT PM 20940 FAGNER JULHIARDY FELIPE MOREIRA – MF: 136.438-1-4 

145) CB PM 23727 CARLOS REGIS CORREIA DE OLIVEIRA – MF: 302.566-1-1 

146) CB PM 25508 RAIMUNDO NONATO FERREIRA DA SILVA – MF: 304.225-1-1 

147) SD PM 30199 ESTENIO FERREIRA E SILVA – MF: 307.461-1-2 

148) ST PM CÍCERO SILVA ALVES SANTOS – MF: 107.387-1-7 

149) 2º SGT PM 19117 ERLON FABRÍCIO FERREIRA DE OLIVEIRA – MF: 127.334-1-0 

150) SD PM 25373 MAYRON MYRRAY BEZERRA ARANHA – MF: 304.090-1-9 

151) ST PM BONFIM RODRIGUES DA SILVA – MF: 045.649-1-X 

152) SD PM 29703 APARECIDO MONTEIRO LEAL – MF: 307.218-1-0 

153) SD PM 30512 LEONARDO LEITE DA SILVA – MF: 308.273-1-7 

154) ST PM GENIVAL SABINO DE BARROS – MF: 094.506-1-0 

155) SD PM 29104 JOSÉ HELDER DA COSTA RIBEIRO – MF: 306.321-1-7 

156) SD PM 31277 ANTÔNIO WESLLEY SILVA – MF: 308.782-1-3 

157) 3º SGT PM 21160 JOSE ISAAC BARBOSA DE ALMEIDA – MF: 136.423-1-1 

158) SD PM 27730 JEREISSATY PEREIRA LIMA – MF: 305.747-1-0 

159) SD PM 29370 OLIVAN ALVES DA SILVA – MF: 307.058-1-5 

160) SD PM 29902 ADRIANO CAVALCANTE GOMES – MF: 306.855-1-2 

161) CB PM 15331 FLÁVIO ALVES SABINO – MF: 105.377-1-1  

162) 2º SGT PM JOÃO EVANGELISTA MONTEIRO DA SILVA MF: 134.352-1-9 

163) SD PM ORLANDO FREIRE DA SILVA, MF. 300.313-1-8. 

164) 1º SGT PM 7321 EUGÊNIO CONSTANTINO DE SOUSA – MF: 029.055-1-5 

165) ST PM JOSÉ AIRTON AGUIAR BIZERRIL – MF: 029.428-1-X 

166) SD RUSEMBERG VASCONCELOS CÂMARA – MF: 587.574-1-1 

167) CB PM 24529 FRANCISCO ANDRÉ DE LIMA – MF: 303.246-1-7 

168) SD MÁRCIO WESCLEY OLIVEIRA DOS SANTOS – MF: 309.162-0-4 

VOTE NA ENQUETE

++Destaques