[Coluna] – Só a retomada da economia poderá segurar Bolsonaro no cargo

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Presidente já criou todo tipo de confusão, está sempre envolvido em polêmicas mas não resolveu o principal problema do país, o desemprego e o destravamento da economia

Timer

Jair Bolsonaro foi eleito com grande expectativa por parte de seu eleitorado, e que ele iria “destravar a economia” com seu “posto Ipiranga”, Paulo Guedes. Desde então surgiram desculpas, escândalos, reforma da previdência, golden shower e todo tipo de asneira, menos o principal, a retomada da economia, e principalmente, a geração de emprego.

E lá se vai 2019

Foram feitas projeções no início do ano que agora estão sendo revistas e reduzidas. Bloqueios sem critérios à título de “economia”, programas sociais importantes sendo destruídos, como a fabricação de medicamentos para diabéticos e nem vamos falar da educação e do nepotismo descarado do filho. Bolsonaro e sua trupe estão promovendo um desmonte do Estado, com critérios tão mesquinhos que chegam a ser pedantes, e nada de empregos ou retomada econômica.

E não…a culpa não é do Congresso

Por mais que nas redes sociais Bolsonaro tente culpar o Congresso por sua incapacidade, alegando que “os deputados querem dinheiro”, ou “eles sabotam”, qualquer pessoa que não seja “bolsonarista cego”, sabe bem que tudo não passa de uma enorme cortina de fumaça. Principalmente quem de fato manda no país, que é o mercado financeiro. Se Bolsonaro e seu posto Ipiranga não apresentarem resultados concretos, 2020 será um ano turbulento para essa turma, é bom ‘jair’ se precavendo para a tempestade.

Só a retomada econômica

Vai garantir a permanência de Bolsonaro e sua trupe no poder. Não tem “amor que aguente a falta de dinheiro”…

Reflexos

O setor imobiliário está parado igual água de poço, e o turismo só para destinos baratos e próximos. As famílias estão reduzindo despesas e cortando o máximo possível. E nesta segunda, a Ford anunciou que vai demitir 750 trabalhadores em São Paulo. Cenário de terra arrasada. 

Então…

Na semana passada falei aqui sobre um servidor comissionado do governo de Rondônia que havia protocolado denúncia contra alguns colegas de trabalho e uma empresa, que estariam fraudando manutenção de veículos oficiais, inclusive o do governador. Durante o fim de semana, o denunciante afirmou ter recebido alguns telefonemas com ameaças, possivelmente feitas pelos denunciados. O Ministério Público deve entrar no circuito…

No mesmo dia

O sábado foi tenso em Porto Velho. Dois incêndios foram registrados na capital, sendo que em um deles, na loja da empresa Rondobrás, 36 horas após o início ainda havia pequenos focos de fogo na estrutura. 

Lá vem

Pelos próximos dias teremos barulheira daquelas pelo Estado. Tic-tac.

Cetamina é promissora no tratamento da dependência a cocaína

Uma infusão única de cetamina combinada com terapia de prevenção de recaída por meio da atenção plena (PRAP) aumenta a incidência de abstinência e reduz a fissura em adultos dependentes de cocaína, sugere nova pesquisa. Os resultados de um ensaio clínico randomizado mostraram que as taxas de abstinência foram significativamente maiores em pacientes que receberam cetamina + PRAP em comparação com pacientes do grupo de controle. Além disso, a probabilidade de os pacientes no grupo da cetamina apresentarem recaídas foi significativamente menor em comparação com os controles. A fissura também foi significativamente menor no grupo da cetamina durante todo o estudo. “Em indivíduos que fizeram PRAP, uma única infusão de cetamina levou a uma probabilidade significativamente maior de abstinência e aumentou o tempo para o primeiro uso ou o abandono, sugerindo que uma infusão única de cetamina promoveu o envolvimento com o tratamento comportamental e levou a melhores resultados terapêuticos”, disse ao Medscape o pesquisador do estudo, Dr. Elias Dakwar, professor associado de psiquiatria, Columbia University Medical Center, em Nova York. “A modificação comportamental para transtornos por uso de substâncias pode se beneficiar de certos medicamentos, mesmo quando eles são administrados em dose única”, acrescentou. O estudo foi publicado on-line em 24 de junho no periódico American Journal of Psychiatry.

[Coluna] – “Gancho” do PDT à deputados rebeldes deveria ser expulsão sumária

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Quem se candidatou pela legenda conhece as diretrizes do partido e rebeldia, dessa natureza deveria ser punida com firmeza

Insubordinação

A deputada federal por Rondônia, Silvia Cristina (PDT) levou “um gancho” de suspensão da sua legenda por ter votado a favor da reforma previdenciária. Além de Silvia, outros seis parlamentares da legenda se “rebelaram” e desobedeceram a diretriz do partido, que sempre se colocou contrário ao texto aprovado. Porém, o PDT por mais que tente vender a imagem de partido “duro” com seus rebelados, termina não punindo ninguém. Quem não lembra, por exemplo, do voto de Acir Gurgacz a favor do impeachment de Dilma Rousseff quando o PDT era contrário?

Mas, Ciro tem razão

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes levantou um ponto importante no debate sobre a posição principalmente de Tabata Amaral, que virou “a queridinha” de parte da população que acompanha o cotidiano político, a “clandestinidade partidária”. O tal “movimento Acredito”, que tem regras e diretrizes próprias, “cacifou” Tabata e outros ‘novatos’ que atuam como independentes, mesmo tendo concordado, no momento da filiação, com as propostas de seu partido. Não dá para o sujeito, por exemplo, ter sido eleito pelo PSL e querer concordar com as propostas do PSOL, que foi mais ou menos o que Tabata e os demais pedetistas fizeram. 

Quem não quer

Quem não quer seguir esse tipo de regra, pode optar, por exemplo, pela “candidatura cidadã”, um mecanismo criado pelo Rede, onde o sujeito apenas se filia para disputar a eleição, sem qualquer tipo de compromisso com a legenda. Quem fez isso, e foi eleito, foi o senador Styvenson Valentim (RN), cuja plataforma está mais à direita que à esquerda. Mas, foi eleito pelo Rede.

O PDT

Historicamente tem um passado à favor do trabalhador, e defende a bandeira do Brizolismo, de Getúlio, e não tem como concordar com a reforma tal qual foi proposta. Realmente estamos vivendo tempos estranhos na política brasileira.

Olha essa

Circula a informação que servidores administrativos da Seduc de Rondônia  estariam em Manaus (AM) para “conhecer o sistema de segurança com câmeras” que foi implantado naquele estado. O problema é que esta é a terceira turma que está viajando para “conhecer o sistema”. Deve ser bem complicado conhecer isso ai, né?

Agronegócio

Na sexta-feira, 9 de agosto, no escritório Rocha Filho, Nogueira e Vasconcelos Advogados, acontece o evento “Desafios do Agronegócio – problemas e soluções”, com a proposta de traçar cenários, perspectivas e soluções para o setor. O evento acontece a partir das 13h30 às 18, com entrada franca, na sede da banca, na Avenida Lauro Sodré, 2331. Mais informações pelo 69 3223-0499.

Enfim, uma medida acertada

A prefeitura de Porto Velho publicou resolução isentando 292 atividades da necessidade de licenciamento ambiental. De acordo com a resolução, a maioria das 292 atividades que passarão a ficar isentas de licenciamento são exercidas por comerciantes, representantes comerciais e atividades de escritórios, tornando Porto Velho a primeira capital do país a definir uma lista de dispensa de autorizações ambientais, de acordo com o poder municipal. Com a decisão, a prefeitura também já estima que, no mínimo, quatro mil pequenos escritórios sejam regularizados no município.

Quem sabe assim

A economia na cidade desemperra e as coisas começam a fluir, porque dinheiro virou artigo raro na praça portovelhense. 

Homens com vida sexual ativa tem menos sintomas de Parkinson

Homens com doença de Parkinson que são sexualmente ativos têm menos sintomas motores e não motores, e melhor qualidade de vida, mostra nova pesquisa. “Este é o primeiro estudo prospectivo longitudinal com uma grande coorte de pacientes com doença de Parkinson mostrando que a atividade sexual está associada a menor incapacidade motora e não motora, bem como a melhor qualidade de vida de homens”, escreveram os autores. “Esses achados devem alertar os especialistas em transtornos do movimento sobre a importância de perguntar periodicamente sobre a vida sexual dos seus pacientes”, acrescentaram. O estudo foi publicado on-line em 02 de julho no periódico European Journal of Neurology.

[Coluna] – Camionete oficial do governador passou por revisão “no papel” e serviços foram pagos, denuncia ex-comissionado

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Denunciante alega ainda que “esquema de corrupção segue no governo de Marcos Rocha”; entenda

Olha essa

Um funcionário comissionado formalizou uma denúncia de malversação do dinheiro público que teria ocorrido no apagar das luzes do Governo Daniel Pereira e que teria continuado a ocorrer já no atual governo Marcos Rocha. Segundo o denunciante, que foi assistente na  Superintendência Estadual de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos – SUGESP, ele começou a detectar uma série de irregularidades a partir da habilitação de uma empresa que fornecia peças e mão de obra para o Estado.

Segue o fio

De acordo com a denúncia, em um dos exemplos mais clássicos, a oficina fazia um diagnóstico, emitia uma Ordem de Serviço que, após, a autorização de duas pessoas da Sugespe, a empresa emitia nota e recebia mas os serviços nunca foram executados, mas eram testados como se tivessem sido. O denunciante afirma ainda que, mesmo após avisar sobre as irregularidades sua chefe imediata, não foi tomada nenhuma providência. Ele acredita que havia um conluio entre três servidores, que faziam a maracutaia. Ele informou ainda que “muita gente na secretaria sabe, mas não fala nada para manter o emprego”.

E ele prova

Um veículo Paraty, de placas NDR-4976, saiu da empresa com uma OS 5231209, para ser realizada uma série de troca de peças e consertos, mas nada disso teria sido feito, porém, as notas foram pagas. Noutro exemplo citado na denúncia, uma caminhonete de placas NDH-1439, veículo oficial do governador Marcos Rocha, a mesma teria passado pela suposta manutenção, mas só no papel, as  OS foram as 5489293 e 5275853. Ele informou que na Segep foi instaurada uma sindicância de nº 213, que até o momento não conseguiu aferir as informações entregues, com cópia dos documentos, OS’s e as fotos dos veículos e das peças “novas”.

Nada foi feito, mas…

O denunciante foi exonerado, e segundo ele informou ao Ministério Público, que se comprometeu a “averiguar a denúncia”, o “esquema segue correndo solto por lá”. 

Filhotismo explícito

Jair Bolsonaro declarou nesta terça-feira, “no que depende dele, a indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada americana já está resolvido”. Ele fez o anúncio no mesmo dia que o ministro do Supremo, Dias Toffoli, resolveu que as investigações contra Flávio Bolsonaro são ilegais e devem ser arquivadas. Jucá tinha razão quando dizia que “tinha que ser com Supremo e tudo”. Foi.

Retrocesso descomunal 

O procurador da República no Rio de Janeiro Eduardo El Hage, coordenador da Operação Lava Jato no Estado, afirmou nesta terça-feira, 16, que a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspenderá “praticamente todas as investigações de lavagem de dinheiro no Brasil.” Toffoli suspendeu provisoriamente, até que o plenário decida sobre o caso, todos os inquéritos e procedimentos investigatórios criminais (PICs) em que houve compartilhamento de dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), da Receita Federal e do Banco Central com o Ministério Público sem autorização judicial prévia. Para El Hage, a exigência de decisão judicial para a utilização de relatórios do Coaf “ignora o macrossistema mundial de combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento ao terrorismo e aumenta o já combalido grau de congestionamento do Judiciário brasileiro.

Canabidiol para o tratamento de superbactérias

O canabidiol, ou CBD, em fase experimental e já em uso para o tratamento de ansiedade, insônia, epilepsia e dor, pode ser a mais nova droga para o combate de infecções multirresistentes, segundo um novo estudo. Os pesquisadores testaram o CBD para o tratamento de uma ampla variedade de bactérias, “incluindo bactérias que se tornaram resistentes aos antibióticos mais usados”, disse o Dr. Mark Blaskovich, pesquisador sênior do Centre for Superbug Solutions no Institute for Molecular Bioscience da University of Queensland, na Austrália. Este é um desdobramento importante, pois a resistência aos antibióticos está atingindo níveis perigosamente altos, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. O CBD é um composto não psicoativo retirado da Cannabis e do cânhamo; e que não produz o mesmo efeito entorpecente da maconha regular. Até o momento, a Food and Drug Administration (FDA) norte-americana só aprovou o CBD para o tratamento de formas raras e graves de convulsão, embora a promoção do seu uso reivindique muitos outros benefícios à saúde. O Dr. Mark apresentou a sua pesquisa no mês passado no encontro anual da American Society for Microbiology. A pesquisa foi baseada em experimentos in vitro e em modelos animais. Os resultados apresentados nessas reuniões devem ser vistos como preliminares até serem publicados em uma revista médica revisada por pares (peer reviewed).

[Coluna] – Procedimento que tramita no MP e TCE pode resultar na anulação de mais de 4 mil autuações da Idaron

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Denúncia feita em 2018 questiona poder de polícia dos fiscais da agência; e ainda, o cinismo institucional que tomou conta do país

Reforma

O deputado federal Léo Moraes divulgou um vídeo onde justifica seu voto favorável à Reforma de Previdência. O parlamentar, que vem sendo criticado por alguns setores, informa que “a população cobrou e exigiu esse voto”, e afirmou ainda que “agora o governo não poderá acusar o Congresso de estar sabotando a gestão”. Veja o vídeo abaixo.

Olha essa

Uma situação esdrúxula pode causar um prejuízo sem precedentes para a pecuária de Rondônia, graças a um procedimento que tramita no Ministério Público que quer retirar o ‘poder de polícia’ dos fiscais da Idaron, a agência responsável pela fiscalização sanitária e animal do Estado. Se for adiante,  os aproximadamente 4 mil processos de autos de infração e, até mesmo as execução fiscais, poderão ser anulados.  “Bom para os produtores” que estão em dívida mas péssimo para a Agência que deverá, muito possivelmente, reenquadrar seus servidores para atividades típicas de médicos veterinários, zootecnistas e engenheiros agrônomos sem, contudo, o status de fiscais. E realizar concurso público às pressas para substituir o atual quadro. 

E o perdão?

Pois é. A turma que foi autuada poderá ter seus crimes perdoados e o reflexo disso será no mercado de carnes, já que os exportadores não veem com bons olhos esse tipo de ‘flexibilidade’ na fiscalização. A denúncia foi feita em março de 2018 e aponta discrepâncias na função de fiscal, que segundo a denunciante “não foi regulamentada”. Apesar disso, os fiscais da Agência exercem um trabalho de excelência que levou o estado a se tornar livre de aftosa e pretende ir para zona livre de aftosa sem vacinação. 

Os procedimentos

Tramitam tanto no Ministério Público do Estado (nº2018001010000233 apenso -2018001010066038) e Tribunal de Contas (01150/18). Cá entre nós, em tempos de crise, esse tipo de denúncia apenas prejudica o Estado e por enquanto, o setor pecuário ainda é um dos maiores responsáveis pelos números positivos da economia em Rondônia. O mais recomendável é arquivar esse tipo de denúncia antes que afundem o setor por preciosismos burocráticos.

Caso Tábata

O ex-governador do Ceará declarou no último fim de semana que a deputada federal Tabata Amaral faz parte de um “partido clandestino”, o movimento conhecido como “Acredito”. E ele tem razão. De acordo com Ciro, “você pega um partido clandestino, que tem suas regras próprias, seu programa próprio, você se infiltra nos outros partidos e usa os outros partidos, fundo partidário, tempo de TV, coeficiente eleitoral para se eleger e fazer o serviço do outro partido? Aí é um problema de dupla militância, não tem nada a ver com a compreensão de reforma da Previdência que nós temos”. O tal “Acredito” é financiado pelo bilionário Jorge Paulo Lemann.

Cinismo institucional

As instituições brasileiras estão sofrendo de um mal típico das ditaduras, o cinismo institucionalizado. Relações outrora consideradas promíscuas entre autoridades, que por muito menos renderam prisões, perdas de funções públicas e processos por condutas impróprias, agora, blindadas pela histeria do “combate à corrupção” são minimizadas através de notas ou declarações toscas, que desrespeitam a inteligência de qualquer pessoa que tenha o mínimo de discernimento sobre o que é certo ou errado em nossa sociedade.

O momento

É crítico, e ele não começou agora, neste governo. Ele teve início desde que o Supremo Tribunal Federal passou a “interpretar” em longos, cansativos e cínicos votos em questões cristalinas. A justiça não pode ser ‘interpretada’ ou ‘flexibilizada’,  ela deve ser aplicada de acordo com o que está escrito, o que muda são dosimetrias da pena. O Supremo, que em tese deveria ser o ‘guardião da Constituição’ fez o papel, desculpe a analogia grosseira, daquele sujeito que vê uma mulher sendo estuprada e quando confrontado sobre o que aconteceu, tenta conseguir uma justificativa, ao invés de brecar os estupradores. Não senhores, a lei não pode ser ‘interpretada’ para favorecer ou prejudicar pessoas ou instituições públicas ou privadas. Ela deve ser impessoal, mas não é isso que assistimos.

Laranjal do Dallagnol

Deltan Dallagnol queria usar a esposa como laranja para gerenciar uma empresa que coordenaria sua agenda de palestras. Ora senhores, um Procurador da República que ganha salário de R$ 33 mil, quis abrir uma empresa em nome de terceiro para driblar a legislação. Caros servidores públicos. Quem opta pelo serviço público deveria ser proibido de atuar no setor privado. E isso não deveria valer apenas para Dallagnol, mas para todos. É por isso que se pagam salários tão altos para esses servidores do chamado ‘primeiro escalão’, e isso deveria ser aplicado também a ministros, juízes, desembargadores, médicos e todos os demais. 

Dieta cetogênica pode melhorar a cognição no CCL e no início precoce do Alzheimer

A dieta cetogênica pode melhorar a cognição nos adultos mais velhos apresentando os primeiros sinais de demência, sugere pesquisa preliminar. Pesquisadores da Johns Hopkins University School of Medicine em Baltimore, Maryland, descobriram que quando adultos mais idosos com comprometimento cognitivo leve (CCL) modificaram sua alimentação para uma dieta cetogênica pobre em carboidratos e rica em gorduras eles apresentaram discreta melhora da memória, medida por um teste padronizado. “Se pudermos confirmar estes achados preliminares, a utilização de modificações alimentares para mitigar a perda cognitiva na demência em estágio inicial seria uma virada no jogo. É algo que mais de 400 medicamentos experimentais não conseguiram fazer em ensaios clínicos”, disse em uma declaração o pesquisador responsável Dr. Jason Brandt, Ph.D., professor de psiquiatria e ciências do comportamento, e neurologia. O estudo foi publicado na edição de abril do periódico Journal of Alzheimer’s Disease.

[Coluna] – De Rondônia, apenas Nazif e Netto votaram contra a reforma da Previdência de Bolsonaro

Politico - https://politico.painelpolitico.com

E ainda, Energisa diz que valor da tarifa pode cair, mas só se os “gatos” forem 100% exterminados

O pretexto

A Energisa, empresa que administra a distribuição de energia elétrica em Rondônia descobriu que “os gatos” feitos na rede são os responsáveis pelas altas tarifas. De acordo com comunicado enviado pela empresa, “110 mil clientes praticam furtos de energia elétrica que representam perdas para o Estado e para o próprio consumidor”. A grande pergunta é, os consumidores furtariam energia se o valor fosse minimamente justo? A empresa alega que perde R$ 365 milhões por ano e o Estado R$ 25 milhões em ICMS. Agora olha essa ‘projeção’ feita por William Barroso, gerente da empresa, “temos a projeção de que, caso consigamos eliminar todos os gatos existentes, a economia do consumidor seria certa já que existe a possibilidade de redução da tarifa em até 5%”. Uau!! Incrível!! Realmente, o cinismo institucional tomou conta do Brasil.

Cadeia, não!

O senador Marcelo Castro (MDB-PI) reclamou nesta quarta-feira sobre a prisão para candidatos que praticarem o caixa 2 em campanhas eleitorais. Para o senador, prisão é uma medida exagerada e que a perda do mandato seria punição mais que suficiente. Por mais esdrúxula que pareça o posicionamento do senador, no momento em que o Brasil está surtado com o tal “combate à corrupção a qualquer preço”, faz sentido o que ele diz. E exemplificou, “a pessoa esquece de declarar na sua campanha um determinado fato ocorrido, uma despesa efetuada, o seu contador ou seu assessor esqueceu, você vai curtir cinco anos de cadeia? De jeito nenhum. Sou radicalmente contra isso que estamos fazendo aqui”, afirmou.

Preste atenção

A corrupção, assim como a violência, devem ser combatidos, mas isso é um exercício diário de cidadania, que desenvolve a partir da educação. É um processo de construção, que deve ser aplicado em todas as áreas. Mas, tem um porém, isso só é possível com o mínimo de equilíbrio social. Não dá para combater a corrupção e a violência tendo um abismo na renda como temos no Brasil. Pior, a grande maioria dos milionários e ricos brasileiros, são avarentos, que buscam se locupletar do Estado através de benesses que só a eles são concedidas. Quer dois exemplos?

João Dória e Luciano Huck

Ambos compraram aviões particulares financiados pelo BNDES a juros baixíssimos e com carência para início das parcelas. Ambos são “paladinos da moralidade” e falam contra a corrupção com ênfase, onde todos são corruptos, menos eles. E esses aí são exemplos mais conhecidos. “Há, mas eles pagaram”. Sim, talvez tenham pago, mas vá você, empresário sério que precisa de míseros R$ 30, 40 mil para investir em um negócio que vai gerar emprego, bata na porta de qualquer banco e veja as taxas leoninas que lhe serão oferecidas, isso, claro, se você conseguir o crédito.

Enquanto isso

Os muito ricos, de países como Estados Unidos e Europa distribuem suas fortunas, brigam com governos para pagarem mais impostos, investem em pesquisas e programas sociais nos países em desenvolvimento. Já os nossos ricos buscam novas formas de burlar o sistema e pagar menos, “porque o governo corrupto rouba tudo”. E você ai, acreditando em pavão.

Aprovada

A Câmara aprovou o texto-base do projeto da reforma previdenciária em primeira votação. Ao final, tirará um trilhão de reais do bolso dos aposentados com a promessa de tirar o País da crise e gerar empregos. Você, que está pagando por isto, tem a obrigação de cobrar o cumprimento da promessa. Da bancada rondoniense, Mauro Nazif e Expedito Netto foram os únicos votos contrários. Silvia Cristina, desobedeceu a determinação de seu partido, o PDT e a confirmarem as ameaças, ela deverá ser expulsa da legenda.

Menos mulheres jovens estão fazendo o preventivo, dizem os CDC

Mensagens contraditórias veiculadas nos últimos anos sobre o valor do exame pélvico de rotina também chamado de preventivo podem ter levado mais mulheres a não fazer o exame. Uma análise dos dados do National Survey of Family Growth (NSFG) ao longo de um período de 30 anos (1988 a 2017) revelou uma tendência de diminuição da realização do preventivo no ano anterior nas mulheres entre 15 e 44 anos de idade, observaram os pesquisadores do National Center for Health Statistics (NCHS), parte dos Centers for Disease Control and Prevention dos EUA, em um resumo de dados publicados on-line em 26 de junho. O valor do preventivo de rotina tem sido questionado nos últimos anos. A US Preventive Services Task Force (USPSTF) concluiu que as evidências atuais são insuficientes para avaliar o equilíbrio entre os benefícios e os prejuízos dos exames pélvicos de rastreamento em pacientes adultas assintomáticas e não gestantes. E o American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG) recomenda atualmente o preventivo somente quando indicado pela anamnese ou por sinais e sintomas. Na sua análise, a Dra. Gladys M. Martinez, Ph.D., e colaboradores, descobriram que de 1988 até 2017 o percentual de mulheres tendo feito preventivo nos últimos 12 meses diminuiu 65% entre as jovens dos 15 aos 20 anos, 57% entre as mulheres dos 21 aos 29 anos e 6% entre as mulheres dos 30 aos 44 anos de idade. Em 1988, um percentual maior de mulheres entre 15 e 44 anos havia feito preventivo nos últimos 12 meses (65%) do que em qualquer outro momento (53% de 2015 a 2017), relatam os pesquisadores.

[Coluna] – Vítima de “fakenews”, Jaqueline Cassol quer penas mais rígidas para crimes contra honra na internet

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Deputada foi alvo de notícia falsa que até hoje lhe rende dores de cabeça em Rondônia

Vítima

Em setembro de 2013, um jornal impresso de Rondônia, estampou em sua página na internet a seguinte manchete: “Jaqueline Cassol é presa acusada de mandar matar Naiara Karine”. A “notícia” publicada por volta das 9 da manhã, se baseava uma informação totalmente sem fundamento e afirmava que a agora deputada federal e à época empresária, “estava na delegacia de homicídios”. Fiz contato com o jornal e perguntei quem era a fonte, se era confiável, recebi a informação que “um repórter estava no local”. Telefonei para a empresária, que atendeu. Ela estava em casa, assustada por estar recebendo ligações e mensagens questionando sobre “sua prisão”.

O caso

Antes de seguir adiante, é necessário um breve retrospecto. Naiara Karine era estudante de jornalismo, que foi violentada e morta por um grupo de cinco homens em circunstâncias até hoje não muito bem explicadas. Como a jovem havia trabalhado em uma loja que Jaqueline era proprietária, rapidamente os “juízes de Facebook” deram início ao linchamento virtual, com teorias tresloucadas, e em todas Jaqueline Cassol estava no meio. Mas, todas foram derrubadas pela polícia e as investigações tomaram rumos totalmente adversos, e Jaqueline processou as publicações que reproduziram o material. Apesar de ter vencido todos os processos, Jaqueline, como ela própria destacou, “teve o nome jogado na lama“.

Voltando

Esta semana, agora deputada federal, Jaqueline Cassol (PP-RO) apresentou projeto de lei buscando tornar mais rígidas as penas para os crimes cometidos na internet. A parlamentar propõe, também, a “criação de penas específicas para quem criar ou disseminar informações falsas ou materiais com potencial de causar danos à integridade física, psíquica ou moral”. Para pedir o aumento da pena, em um terço para crimes contra a honra cometidos na internet, a parlamentar se baseia, entre outros itens, na repercussão avassaladora que boatos podem ganhar ao serem expostos na internet. “Algumas pessoas são levadas à atentar contra si, por causa da dimensão que uma informação falsa pode tomar”, disse a parlamentar que sabe bem do que fala. O Projeto de Lei é o 3857/2019.

Terremoto

O articulista Robson Oliveira, em sua Resenha Política, fez um alerta que deixou muita orelha em pé nesta terça-feira. Segundo Robson, “a operação Pau Oco vai transformar a reputação de muita gente em cinzas“. Leia a coluna para os detalhes.

Enquanto isso

Depois de destroçar o MDB em Rondônia, Confúcio Moura sinaliza que deve deixar a legenda. O ex-governador, que transformou a convenção do partido ano passado em um pastelão com direito a tapas na cara e muito tumulto, resolve deixar o barco exatamente quando o partido atravessa uma das maiores crises de sua história. 

Vaza Jato

O Intercept Brasil divulgou nesta terça-feira um áudio onde o procurador Deltan Dallagnol comemora decisão de Luiz Fux em proibir a entrevista de Lula à Folha de São Paulo durante o processo eleitoral. O “medo” dos procuradores era que a repercussão pudesse eleger Haddad. O problema disso? Simples, umA eleição é decidida pelo voto da maioria. Se uma minoria decide alijar o processo eleitoral, não temos uma democracia. Político se derruba no voto, e não no golpe. E mais, o Ministério Público Federal, acima de qualquer outro, é quem deve seguir a lei, afinal é o fiscal da mesma, independente de cores partidárias.

Pesquisa comprova que trabalhar demais aumenta o risco de AVC

Aviso aos “workaholics” de plantão: trabalhar mais de dez horas por dia, pelo menos 50 dias por ano, aumenta em 29% a possibilidade de ter um AVC (acidente vascular cerebral). O perigo cresce com o tempo. Se a situação persiste por mais de dez anos, o risco cresce 45%. É o que mostra uma pesquisa realizada por um grupo de cientistas europeus e americanos, entre eles o pesquisador francês Alexis Descatha, especialista de doenças profissionais do hospital Raymond-Poincaré, situado em Garches, na região parisiense. Quais outras razões poderiam explicar a ocorrência de um AVC, que é um problema relativamente raro, em caso de excesso de trabalho? Por enquanto os cientistas formulam hipóteses, lembra Alexis Descatha, que ainda não foram confirmadas pelo estudo publicado na revista Stroke. Eles ainda não sabem dizer ao certo se os ataques cerebrais seriam uma consequência direta da carga de trabalho ou do tipo de trabalho realizado, explica. Segundo ele, há atividades que têm um efeito direto nas funções cardiovasculares, no ritmo cardíaco e na coagulação. Os horários noturnos, após as 22h, por exemplo, e alternados, são comprovadamente nocivos para a saúde, exemplifica, porque afetam o relógio biológico.

[Coluna] – Jair Montes, de “defunto político” a liderança com influência estadual

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Deputado, que sofreu uma série de denúncias e era visto como “acabado” conseguiu se reerguer e vem ampliando sua participação no processo político estadual

Bastidores

O deputado estadual Jair Montes (PTC) foi o grande vitorioso na eleição suplementar ocorrida no último domingo, em Candeias do Jamari, quando foi eleito Lucivaldo Fabrício para o cargo de prefeito. Montes organizou a campanha, articulou junto às lideranças locais e conseguiu uma vitória importante. De quebra, ainda consegue fortalecer seu partido, o PTC.

Fênix

E Jair Montes conseguiu mostrar que, apesar dos percalços sofridos em 2013, graças a uma série de denúncias que nunca foram comprovadas, e praticamente haviam dizimado sua reputação, ele deu a volta por cima. Manteve o cargo de vereador, depois elegeu-se deputado estadual e aos poucos vem se consolidando com uma grande liderança política no Estado. Montes vem trabalhando alinhado com o governador Marcos Rocha, atuou decisivamente na eleição da Mesa da Assembleia, tanto a de Laerte quanto a de Redano e deverá ser o principal articulador nas eleições do ano que vem para prefeito em Porto Velho. Realmente o deputado ressurgiu das cinzas.

E o jurídico?

O escritório do advogado Nelson Canedo se firmou como a maior referência quando o assunto é direito eleitoral. Sob a orientação de Canedo, as principais lideranças políticas de Rondônia estão conseguindo reverter decisões em âmbito da justiça eleitoral, sem contar que o advogado presta consultoria também quando o assunto são as campanhas. E quem escuta Canedo não costuma errar.

Transferidos

Os dois milicianos acusados de serem os executores da vereadora Marielle Franco no Rio de Janeiro, foram transferidos para o presídio federal em Porto Velho. Ronie Lessa e Élcio de Queiroz estão na capital rondoniense desde o dia 26 de junho, levados em uma operação sigilosa por motivos de segurança.

Aliás

Devido aos “ilustres residentes” do presídio federal, o crime organizado se instalou com força na cidade. Gente bem estranha, vindo principalmente das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro estão sendo vistas circulando pela cidade. alugando casas em condomínios de alto padrão e sem nenhum tipo de atividade que justifique o padrão de vida. Em alguns casos, aluguéis estão sendo pagos adiantados por vários meses, em dinheiro vivo, mas, como dinheiro é dinheiro, e com a crise gritando nas portas, ninguém dá muita bola para a origem.

Já tínhamos o PCC

Agora só faltavam os milicianos, que, pelo jeito, em breve estarão em um condomínio perto de você. Mas, se até o presidente tem milicianos no quintal, imagine nós, pobres mortais.

Falta um plano

O governo federal vem fazendo todo tipo de malabarismo para aprovar a nova previdência, e a última foi a declaração de Onyx Lorenzoni de que o Brasil vai acordar melhor que a Nova Zelândia, um dia depois da reforma. Não vai. É balela, discurso populista. O Brasil precisa de emprego, fazer a economia girar no comércio e indústria. Temos uma oferta imensa em todos os setores, mas os consumidores estão em falta. Se Jair Bolsonaro e sua trupe de malabaristas não apresentar uma solução a curto prazo para a economia, gerando empregos e fortalecendo a indústria, sua popularidade, que já anda firme como prego na areia, vai derreter de vez. E Mourão só observa.

Polêmica tola

No Brasil nunca foi proibido criança trabalhar. O que é proibido é ser escravo infantil. Qualquer pai/mãe que tem um comércio, seja ele qual for, conta com a ajuda dos filhos, como também nas tarefas domésticas. Sem contar que existem programas como menor aprendiz que contrata menores nas mais diversas áreas. É estupidez, e no mínimo cinismo, dizer que criança não pode trabalhar. O que não pode é trabalho infantil, aquele para menores de 13 anos, talquei?

Câncer de cabeça e pescoço está associado ao tabagismo e consumo de álcool em excesso

Tabagismo e consumo de álcool ainda são os grandes responsáveis pelo alto índice de casos de cânceres na região da cabeça e do pescoço. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), esse diagnóstico é registrado em três de cada dez tumores relacionados a hábitos evitáveis. O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo também traz números alarmantes: oito em cada dez diagnósticos têm a ver com o cigarro: a pessoa é ou já foi fumante. A pesquisa menciona ainda que o consumo de bebida alcoólica está presente em 50% dos casos positivos. Janaína Jabur, média oncologista da Aliança Instituto de Oncologia, explica que esse tipo de câncer engloba os tumores da cavidade nasal, seios da face, boca, laringe e faringe e, portanto, os sintomas vão depender do local acometido. “Normalmente, o paciente sente alguma área endurecida ou uma ferida persistente, dolorosa e sangrante que prejudica a fala e/ou a alimentação”, destaca. Outros sintomas também chamam atenção, como dificuldade para engolir ou rouquidão persistente. Números do Inca indicam surgimento de novos casos de cânceres nas regiões da cavidade oral (11,2 mil), esôfago (8,24 mil) e laringe (6,39 mil) – todos entre os dez mais frequentes entre homens. A doença é mais frequente em pacientes com idade entre 50 e 60 anos. O câncer de cabeça e pescoço afeta de duas a três vezes mais homens do que mulheres, mesmo quando relacionado ao vírus do papiloma humano (HPV), doença sexualmente transmissível.

[ Coluna] – Mudou para condomínio fechado achando que está seguro? Em Porto Velho não é bem assim

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Coluna ouviu relatos, de moradores de três condomínios fechados que sofreram verdadeiro “arrastão” em suas casas; casos não são registrados para que imóveis não sofram desvalorização

Falsa sensação

Com o avanço da violência nas cidades, quem pôde, comprou casa em condomínio fechado em busca de segurança. Em Porto Velho não foi diferente. Grande parte das famílias de classe média alta que já morava em residenciais abertos como o conjunto Santo Antônio (um dos principais alvos dos assaltantes no início dessa década), Alphavile (não o condomínio, o conjunto) e tantas outras áreas da capital, migrou para condomínios fechados que foram surgindo. E durante um bom tempo isso resolveu a situação, até que…

A vagabundagem ‘perdeu o medo’

Nos últimos dois anos, pelo menos três condomínios de casas em Porto Velho sofreram assaltos, mesmo tendo aparato de portaria, câmeras e patrulhamento interno. Mas, esses casos não são registrados na polícia. Normalmente os proprietários tem assumido o prejuízo para evitar um prejuízo ainda maior, a desvalorização do imóvel. Ter casa em condomínio não é barato e os casos a que me refiro são de pessoas que eu conheço, que me relataram o ocorrido. E os bandidos normalmente ‘fazem’ duas ou três residências de uma vez só.

Tem que melhorar

Os condomínios cobram valores bem altos dos proprietários, e precisam investir mais em segurança. Atualmente as pessoas estão mais isoladas, não tem contato com a vizinhança, as casas são enormes. Bandido passa horas dentro de uma residência dessas sem ser incomodado, daí a necessidade de melhorar o aparato de segurança. Atualmente existem inúmeras tecnologias de controle de acesso, vigilância e dispositivos de alerta. Nada mais irônico que ir morar em um condomínio achando que está seguro e ter a cadsa invadida por criminosos. Outro ponto é a necessidade de registrar o boletim de ocorrência. O que garante valor de mercado não é esconder o problema, e sim encarar e resolver.

Operação Dominó

Os ex-deputados estaduais Neodi Carlos e Kaká Mendonça foram condenados esta semana pelo juiz Edvino Preczevski, da 2ª Vara Criminal de Porto Velho por desvios de recursos do Poder Legislativo Estadual por meio da chamada folha de pagamento paralela descoberta durante a Operação Dominó da Polícia Federal. Neodi foi condenado a 10 anos e 4 meses de prisão e Kaká Mendonça, que cumpre domiciliar por outra condenação, a 19 anos, um mês e dez dias de prisão em regime fechado, acusado de desviar R$ 930.447,96 por meio de 51 pessoas inseridas na folha de pagamento do legislativo e para as quais eram emitidos, mensalmente, cheques-salários sacados e embolsados pelo então deputado. As pessoas não trabalhavam e sequer estavam investidas na função pública. No processo, o Ministério Público acusa Kaká Mendonça de peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Já Neodi

Teria desviado R$ 287.919,82. O MP o acusa de peculato e formação de quadrilha e diz que Neodi inseriu dez pessoas na folha paralela. Cabe recurso contra a condenação e os dois parlamentares poderão apelar em liberdade. Neodi foi candidato a vice-governador em 2014 na chapa de Expedito Júnior. Em 2018 atuou nos bastidores das eleições mas sempre afirma que não quer disputar cargos públicos novamente. A condenação prevê perda de funções públicas, caso estivessem ocupando alguma. Kaká Mendonça foi preso, junto com outros ex-deputados, em abril de 2016, tão logo o Supremo autorizou as prisões por condenação em segundo grau, ele recorria em liberdade de numa pena de 8 anos e 4 meses.

Falta segurança

O vereador Carlos Bolsonaro tem cutucado o Gabinete de Segurança Institucional, chefiado pelo general Heleno pelo descaso com a segurança, e ele tem razão. A apreensão de 39 kg no avião que integrava a comitiva presidencial foi uma das maiores falhas que se tem notícia na história das comitivas. E nesta quinta-feira, ele voltou às críticas após um empresário ter cometido suicídio com um tiro na cabeça em evento que estava presente o ministro de Minas e Energia. Se por acaso, ao invés de se matar o empresário tivesse resolvido atirar na Mesa de autoridades, a coisa ia ser ainda mais terrível.

Síndrome das pernas inquietas pode estar ligada à saúde intestinal

Pesquisa preliminar sugere associação entre o crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado (CEBID) e a síndrome das pernas inquietas (SPI), dando respaldo às últimas pesquisas que relacionaram a saúde da flora intestinal com a saúde do sono. Embora o estudo esteja em andamento e o recrutamento apenas começando, os pesquisadores observaram crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado nos sete pacientes com síndrome das pernas inquietas estudados até o momento. “Encontramos taxas muito altas de crescimento excessivo de bactérias no intestino delgado nos pacientes com síndrome das pernas inquietas”, disse ao Medscape o primeiro pesquisador, Dr. Daniel J. Blum, Ph.D., preceptor clínico adjunto no Stanford Center for Sleep Sciences and Medicine em Redwood City, na Califórnia. Explorar esta relação poderia levar a novas formas de detectar, prevenir e tratar a síndrome das pernas inquietas, disse o pesquisador. O estudo foi apresentado no SLEEP 2019: 33rd Annual Meeting of the Associated Professional Sleep Societies.

[Coluna] – Delegacia da Mulher funcionando 24 horas é o mínimo que o Estado pode fazer

Politico - https://politico.painelpolitico.com

E ainda, Inclusão de policiais na reforma previdenciária cria embaraço para parlamentares

Desde 2013

Tramita no Tribunal de Justiça de Rondônia uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Estado ajuizada em agosto de 2013 para que a Jutsiça obrigue o Estado a implementar melhorias e o atendimento em tempo integral na Delegacia da Mulher, em Porto Velho. Desde antes disso, que a especializada só funciona em horário comercial. Pois é. O pau quebra na madrugada e fins de semana, mas a DEAM, nestes horários, não pode atender.

E isso é o mínimo

Mulheres vítimas de violência doméstica precisam de muito mais que medidas protetivas e registros em delegacias especializadas. Os estados precisam criar redes de apoio, que incluem abrigos temporários e seguros, tanto para as vítimas quanto para seus filhos, com suporte psicológico para que essas mulheres possam recomeçar suas vidas. Em um país machista como o Brasil, todo apoio é pouco para essas mulheres, que se veem obrigadas a aceitar a violência por pura falta de opção ou lugar para onde ir. E violência doméstica não escolhe classe social. A diferença é que mulher rica quando apanha, por vergonha ou “evitar escândalo’ prefere ficar calada. Já pobre, a vizinhança chama a polícia.

Quem não chora…

Policiais de todo o país estavam revoltados com Jair Bolsonaro devido ao texto da reforma da previdência, que deixava a categoria em um patamar bem abaixo dos militares em termos de aposentadoria. Eles então acamparam no Salão Verde na segunda, na terça promoveram manifestações em Brasília com cartazes e faixas de “Bolsonaro traidor” e na quarta o presidente recuou. De acordo com a Folha, ele “entrou em campo” e conseguiu isonomia no texto, mas no Congresso a coisa não foi bem aceita. A situação está tensa porque as demais categorias querem a mesma equiparação e são os deputados que ficam em situação difícil junto às suas bases.

O problema

É que essa questão pode travar a reforma, que o governo tem pressa em aprovar. Além disso, o ministro da economia, Paulo Guedes também não gostou muito da idéia, ele acha que a reforma está “desidratando”.

Em Rondônia

O deputado estadual Jair Montes (PTC) prestou solidariedade a categoria da segurança pública e demais servidores. Em sua avaliação, o governo federal deveria  estabelecer critérios mais isonômicos na questão da reforma previdenciária.

O deputado Léo Moraes

Vem postando sucessivas enquetes em suas redes sociais sobre temas polêmicos que estão sendo pautados no Congresso. Léo vem procurando atender o que decide a maioria de seu eleitorado. E isso, segundo ele, vem sendo de grande ajuda, “afinal eu represento a população, portanto nada mais justo que eu os ouça”, define o parlamentar.

“Eu vejo, eu ouço”

Pois é. Sérgio Moro viu e ouviu o que queria e o que não queria na audiência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados na última terça-feira. E saiu irritado, após ser chamado de “juiz ladrão” pelo deputado federal do PSOL Glauber Braga.

Coincidência?

Pode até ser mera coincidência, mas após Moro ter ouvido o que não queria, nesta quarta-feira, um dia depois da audiência, a Polícia Federal resolveu que vai investigar uma suposta venda de mandato por parte do ex-deputado Jean Wiyllys a David Miranda, ambos do PSOL e Miranda, casado com Green Greenwald, do Intercept, que vem divulgando os diálogos da Lava Jato. Quem conhece a militância psolista sabe que esse tipo de conduta é praticamente impossível dentro do partido, que é uma dissidência do PT exatamente porque não concordava com os rumos que o partido tomou ainda no governo de Lula. Interessante, e curioso, é que a Polícia Federal só não acha o Queiroz. 

Anvisa aprova risanquizumabe para tratamento de psoríase de moderada a grave

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, no final de maio, o medicamento biológico risanquizumabe para o tratamento de psoríase em placas moderada a grave em pacientes adultos com indicação de fototerapia ou de tratamento sistêmico. O medicamento já havia sido aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) norte-americana em 23 de abril de 2019. O risanquizumabe é um anticorpo monoclonal de imunoglobulina humanizada G1 (IgG1), e sua ação inibe seletivamente a interleucina 23 (IL-23) por meio de uma ligação na subunidade p19. A IL-23 é considerada uma interleucina com papel-chave no processo inflamatório da psoríase, e sua inibição proporciona melhora do quadro. A aprovação do antipsoriático teve como base dois ensaios clínicos multicêntricos randomizados e duplo-cegos, feitos em 14 países. Os estudos ultIMMa-1 e ultIMMa-2 analisaram o efeito do risanquizumabe em comparação com o ustequinumabe e com placebo. [3] Em cada estudo, os pacientes foram divididos para receber risanquizumabe, ustequinumabe ou placebo. Depois de 16 semanas de tratamento, os pacientes que inicialmente haviam sido designados a receber placebo, passaram a receber 150 mg de risanquizumabe; os outros pacientes continuaram a fazer o tratamento originalmente previsto até a 52ª semana. O risanquizumabe se mostrou superior ao placebo e ao ustequinumabe no tratamento da psoríase de moderada a grave.

[Coluna] “Eu quero ainda poder acreditar no Ministério Público de Rondônia”, diz vereador sobre transporte escolar

Politico - https://politico.painelpolitico.com

Aleks Palitot cobrou um posicionamento mais firme do órgão em relação a inabilidade do prefeito Hildon Chaves, que está no México, e protocolou pedido de abertura de CPI

No fim de semana

A Fundação Getúlio Vargas através de sua assessoria de imprensa pediu até quinta-feira (4) para apresentar sua versão sobre o suposto recebimento irregular de R$ 16 milhões do governo do Estado de Rondônia. Decidimos aguardar a manifestação da FGV para fecharmos a matéria.

Recorrer a quem?

O vereador Aleks Palitot fez um discurso exaltado nesta terça-feira no plenário da Câmara em Porto Velho. E ele começou ‘emparedando’ o Ministério Público do Estado sobre a situação alarmante e caótica que se encontra a educação na capital. Ou melhor, a falta dela, já que alunos da rede municipal estão com dificuldades de acesso às escolas desde 2017, com o vai e vem da prefeitura que não consegue resolver o transporte escolar.

“Eu quero acreditar”

E o vereador começou seu discurso cobrando que o Ministério Público do Estado adote medidas enérgicas contra o prefeito Hildon Chaves, que está no México para, acreditem, “buscar novas formas de melhorar a qualidade de vida da população“. “Eu quero ainda poder acreditar no Ministério Público de Rondônia”, disse o vereador. Mas, apesar do apelo, o vereador também adotou, digamos, uma medida mais efetiva, e protocolou requerimento para abertura de uma CPI para apurar responsabilidades, que todo mundo sabe de quem é, mas ninguém fala. Os demais vereadores, com raríssimas exceções prestaram atenção ao assunto, os demais preferem fazer de conta que está tudo bem. Veja o breve e contundente discurso de Palitot, no vídeo abaixo.

Sintomático

Palitot é um vereador considerado ‘moderado’ e sempre evita confrontos diretos, preferindo o diálogo. Porém, como ele próprio perguntou, “as crianças vão apelar a quem para estudar?”, porque todos os órgãos de controle já foram notificados, e assim como ele, eu também já vi prefeitos serem presos por bem menos que essa situação, mas Hildon Chaves segue como se nada estivesse acontecendo. Como diziam os antigos, “nesse mato tem coelho, de olhos vermelhos e pelos branquinhos”. Só não tem aluno na sala de aula.

Sonegação

O deputado estadual Geraldo da Rondônia foi condenado a 7 anos de prisão e a devolver R$ 53 milhões aos cofres do Estado por crime de sonegação fiscal. A condenação foi em primeira instância, portanto cabe recurso. O magistrado poderia ter pedido o bloqueio do salário de Geraldo na Assembleia, para ressarcir os cofres públicos. Para saber os detalhes e ler as sentenças (foram duas), CLIQUE AQUI. 

“Vou gritar, porque ele deve ser surdo”

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO) preferiu usar seu tempo regimental na audiência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara federal com o ministro Sérgio Moro para, aos berros, elogiar o ex-juiz. O parlamentar se emocionou tanto, que aos berros na sessão, se atrapalhou com o relógio e quando foi finalmente fazer um questionamento, o tempo tinha acabado. Mas, nem fez diferença. Ele seguiu gritando. 

Aliás

É cada absurdo que a gente escuta nessas audiências. Teve um parlamentar que, tentando mostrar que “sabe das coisas”, disse que “os cubanos fogem de Cuba de carro para os Estados Unidos todos os dias”. E quando a geral caiu na gargalhada ele demonstrou que não sabia do que estavam rindo…realmente. Moro, aquele que vê e ouve, deve estar muito arrependido de ter largado a toga para ser político. O próximo a enfrentar a artilharia é Deltan Dallagnol.

Bebida muito quente aumenta risco de câncer de esôfago em 90%, diz estudo

Você sabia que o câncer no esôfago ocupa o 6º lugar entre os tipos de câncer mais comuns no Brasil? Uma pesquisa realizada no Irã afirma que a doença pode estar relacionada ao consumo de bebidas muito quentes.  Os pesquisadores constataram que indivíduos que bebem três xícaras de chá verde ou preto em temperatura acima de 60°C diariamente aumentam suas chances de desenvolver câncer de esôfago em 90% em comparação com outros que deixam a bebida ficar morna ou esfriar totalmente. Apesar de ter sido feita a partir de experimentos com chá verde e preto, a pesquisa aponta que o café também pode provocar lesões no esôfago, o que aumenta o risco de câncer.