Mulher esquece filho de 3 anos em carro e vai dormir, em Goiânia

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Criança gritou por socorro, vizinhos conseguiram socorre-la e chamaram a Polícia Militar. A mãe admitiu à Polícia Civil que acabou fechando o filho no veículo sem querer

Uma mulher foi detida pela Polícia Militar, na madrugada desta sexta-feira (21), suspeita de esquecer o filho de 3 anos de idade dentro de carro trancado e ir dormir, em Goiânia. Segundo o registro da Polícia Civil, vizinhos ouviram o choro da criança, a socorreram e chamaram os policias.

A mulher foi levada para a Central de Flagrantes. Ainda de acordo com a Polícia Civil, em depoimento à corporação, ela admitiu ter esquecido o filho no carro quando entrou em casa para ligar as luzes e acabou dormindo. Até por volta de 7h20, ela não havia apresentado advogado aos policiais.

Testemunhas do caso também foram até a Central de Flagrantes e são ouvidas pelo delegado de plantão, Hellyton Miranda.

Ainda não foi divulgado por quanto tempo a criança ficou sozinha no carro, se a mãe responde por abandono de incapaz ou se ela deve continuar presa ou se pagou alguma fiança.

Pai faz filha de três anos refém em apartamento, diz polícia

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Situação acontece no bairro Itapoã, em Vila Velha. Militares estão no local negociando com o homem

Um homem está fazendo a filha de três anos refém dentro de um apartamento, que fica em um condomínio de prédios no bairro Itapoã, em Vila Velha, na tarde desta segunda-feira (4). A informação é da Polícia Militar.

Não há informações sobre a mãe da criança. Militares da Companhia Independente de Missões Especiais (CIMEsp) estão no local negociando com o pai. Ambulâncias também estão de prontidão em frente ao prédio. A área foi isolada.

A polícia não informou o que motivou a situação. O pai, que seria usuário de drogas, estaria fazendo ameaças com uma faca. O apartamento é totalmente gradeado, o que dificulta o trabalho da equipe de missões especiais.

Fonte: g1

Criança de 8 anos morre após atirar acidentalmente no próprio rosto em Porto Velho

A criança estava com a irmã de 15 anos que teria ido tomar banho quando a tragédia aconteceu.

Uma criança de 8 anos morreu na tarde desta quinta-feira (20) após atirar acidentalmente no próprio rosto. A fatalidade ocorreu no residencial Rio Verde, localizado na Avenida Jatuarana, Bairro Cohab, na Zona Sul de Porto Velho.

De acordo com informações, a criança pegou a arma escondida e acabou efetuando um disparo. A arma seria dos pais, que são policiais militares. A criança já estava sem vida quando a equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) chegou ao local.

A tragédia ocorreu quando a irmã de 15 anos estava tomando banho. Os pais da menina não estavam em casa.

 

Justiça manda soltar pediatra suspeita de matar filho de 3 anos por overdose, no DF

Médica Juliana de Pina Araújo terá de ficar internada em clínica particular. Juiz tinha determinado avaliação de sanidade mental.

A decisão chega poucos dias após o juiz Paulo Afonso Siqueira, do Tribunal do Júri, pedir para o Instituto Médico Legal (IML) avaliar a sanidade mental dela.

O resultado do laudo do IML está sob sigilo. No entanto, pela determinação do juiz, a médica deverá ser internada em uma clínica particular. Com isso, o processo contra ela fica suspenso.

Relembre

Juliana de Pina foi indiciada pela polícia pelo assassinato do filho. O laudo cadavérico creditou a morte de João Lucas de Pina por “insuficiência respiratória por intenso edema pulmonar”, provavelmente “causado por intoxicação externa medicamentosa”.

Além de ter provavelmente ingerido os remédios, a vítima apresentava um corte na veia do fêmur direito, na altura da virilha, segundo o delegado responsável pela investigação, João de Ataliba.

“A lesão ocorreu com a criança ainda em vida. Apesar do fato de que tal lesão poderia levar ao óbito por choque hemorrágico, esta não foi a causa da morte”, disse.

O machucado pode ter sido provocado por um bisturi também encontrado no local do crime, de acordo com Ataliba.

O inquérito aponta que, no lugar onde a criança morreu, foram encontradas duas cartelas vazias de frontal – cada uma, originalmente, tinha 30 comprimidos – e um pacote de ritalina faltando 18 pílulas.

O menino já havia sido internado em janeiro, em um hospital particular de Brasília, com um quadro de intoxicação medicamentosa.

Fonte: g1

Criança de 2 anos cai em copo de vidro e morre ao ter tórax perfurado em MT

Criança chegou a ser socorrida e levada para outro município, mas não resistiu

Um caso trágico de acidente doméstico foi registrado na manhã desta terça-feira (14), no município de Conquista d’Oeste (530 km de Cuiabá). Um menino de dois anos acabou morrendo depois que escorregou em cima de cacos de vidro. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde, o caso aconteceu pouco antes das 10h, na casa da família. A mãe é manicure e estava com uma cliente no momento do acidente.

Segundo a mulher relatou, em determinado momento a criança pediu para tomar um pouco de água. Ela parou o trabalho, foi até a cozinha e deu a bebida à criança. Depois, chegou a guardar o copo em cima da pia e retornou ao trabalho.

Quando estava fazendo as unhas da cliente, porém, ela ouviu um forte barulho.

Ao chegar na cozinha, deparou-se com a cena. O filho estava no chão, ensanguentado. Embaixo dele havia pedaços de vidro. A mulher não soube explicar com precisão como foi que a criança conseguiu alcançar a bancada da pia.

Desesperada, ela pegou o menino e correu para um posto de saúde. Lá os médicos logo perceberam a gravidade do caso e encaminharam a criança para um hospital no município vizinho, Pontes e Lacerda (distante cerca de 90 km de Conquista D’Oeste).

“Ele estava sangrando muito, porque o pedaço do vidro abriu o peito. Acertou o tórax, uma região fatal, que é o coração”, contou ao LIVRE a servidora da secretaria.

Segundo a funcionária, o secretário de Saúde de Conquista D’Oeste chegou a ir para o município vizinho prestar ajuda. No entanto, a criança não resistiu aos ferimentos.

O caso foi registrado como acidente doméstico.

Fonte: olivre

Padrasto é preso suspeito de espancar e matar enteado de 1 ano na PB

A companheira do homem e mãe da vítima foi ameaçada pelo autor do crime para que ela não contasse à polícia sobre as agressões

Uma criança de 1 anos e 4 meses foi espancada e morta pelo padrasto, na cidade de Queimadas, no Agreste da Paraíba. O suspeito, identificado como Márcio José Silva Tavares, de 30 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (10). A companheira dele e mãe da vítima foi ameaçada pelo autor do crime para que ela não contasse à polícia sobre as agressões.

De acordo com o G1, o pequeno Davi Lucca tinha pancadas na cabeça quando foi socorrido para o Hospital Geral de Queimadas. Na unidade de saúde, a mulher disse aos médicos que o filho foi atingido por um cabrito na casa onde morava. O legista Carlos Alberto desconfiou da versão ao constatar que o braço do garoto estava estourado.

No dia do crime, segundo relatos da mãe da vítima à polícia, Márcio não aguentou o choro do menino. Impaciente, arremessou Davi ao chão e o chutou. O suspeito foi encaminhado para a Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde aguardará pela audiência de custódia.

Fonte: noticiasaominuto

Mãe descobre que filha de 5 anos foi estuprada ao levar menina em pediatra, em RO

Caso aconteceu em uma casa na cidade de Vale do Paraíso. Menina contou que primo praticou o abuso, segundo a polícia.

Uma mãe descobriu, através de uma consulta na pediatra, que a filha de 5 anos foi estuprada em casa na cidade de Vale do Paraíso (RO), Região Central. Segundo a Polícia Militar (PM), a descoberta ocorreu nesta quarta-feira (8) e o principal suspeito do abuso é o primo da criança, um adolescente de 13 anos.

Nesta quarta-feira, conforme informações da PM, a mãe de 36 anos levou a criança até uma pediatra para fazer os exames de rotina. Durante a consulta, a médica constatou que a menor havia sofrido abuso sexual familiar.

Conversando com a criança após o exame, a menina contou que o primo de 13 anos a estuprou e ainda revelou detalhes de como o ato sexual ocorria.

Após sair da consulta médica, os pais procuraram a polícia e disseram não saber informar quantas vezes a menor teria sofrido o abuso, como também não sabem precisar quando a violência sexual teria acontecido.

Logo depois a menor foi levada para fazer exame de corpo de delito. O Conselho Tutelar da cidade foi acionado e vai acompanhar o caso. O suspeito do estupro deve ser ouvido pelas autoridades.

Fonte: g1/ro

Menino de 2 anos morre afogado em piscina durante festa de família

Parentes comemoravam a mudança para a casa nova, localizada em Campinorte

Um menino de 2 anos morreu na tarde deste domingo (5) após se afogar na piscina da casa onde mora em Campinorte, no norte de Goiás. Ele chegou a ser socorrido, e levado por familiares a um hospital do município, mas ele acabou não resistindo.

De acordo com o portal ‘Mais Goiás’, a família estava dando uma festa no dia, para celebrar a mudança para a casa nova. A criança caiu na piscina durante o evento, por volta das 15h.

Parentes acionaram o Corpo de Bombeiros, no entanto, eles foram orientados a levarem o menino para o Hospital Municipal Doutor Domingos de Oliveira. No local, os Corpo de Bombeiros e equipe médica realizaram procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar, mas a criança não reagiu.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

Menino de 3 anos espancado pela mãe e padrasto tem morte cerebral

Casal agrediu violentamente a criança por conta de biscoitos

A Polícia Civil informou neste domingo (5) que um menino de 3 anos teve morte cerebral após ser espancado pela mãe e pelo padrasto. O caso ocorreu em de Porto Seguro, no sul da Bahia.

O delegado Marcelo Paiva informou que a morte foi confirmada na sexta-feira (3), após a realização de testes no Hospital Luís Eduardo Magalhães. A criança passou 5 dias internada em estado grave na unidade de saúde.

De acordo com o G1, o casal Jamile Jesus dos Santos e Anderson Avelino dos Santos confessaram o espancamento. A mãe disse que bateu no filho após ele pegar biscoitos escondido. A criança foi queimada nas mãos, levou socos na cabeça e chegou a ser agredida com um cipó. Segundo a mãe, o objetivo era “educar”. Os dois foram presos na última terça-feira (31).

Fonte: noticiasaominuto

Adolescente de 14 anos é apreendido após estuprar a sobrinha de 4 anos em Porto Velho

De acordo com a polícia, o pai da criança contou que deixou o menino cuidando da filha enquanto foi levar a esposa na escola

Um adolescente de 14 anos foi apreendido na noite desta terça-feira (31) acusado de estuprar a própria sobrinha, uma criança de 4 anos de idade, em um apartamento no Residencial Orgulho do Madeira, Bairro Socialista Zona Leste de Porto Velho.

De acordo com a polícia, o pai da criança contou que deixou o menino cuidando da filha enquanto foi levar a esposa na escola. Ao retornar foi informado por uma vizinha que teria visto o menor infrator e a criança sem roupas. O pai ainda percebeu um sangramento nas partes íntimas da criança e acionou a Polícia Militar. A menina foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O adolescente, a princípio, negou as acusações, mas a menina contou o que teria ocorrido e o menor acabou confessando e disse que apenas passou seu órgão na genitália da criança.

Diante dos fatos, ele recebeu voz de apreensão e foi levado para a Central de Flagrantes.

Fonte: rondoniagora