Refugiada haitiana se fingiu de morta para acabar com estupro coletivo em Curitiba; 4 foram presos

Refugiada haitiana se fingiu de morta para acabar com estupro coletivo em Curitiba; 4 foram presos

On : --

Crime foi realizado na frente do marido da vítima haitiana Quatro jovens, com idades entre 18 e 25 anos, foram presos suspeitos de cometer um estupro coletivo contra uma refugiada haitiana que mora em Mandirituba, na região metropolitana de Curitiba. De acordo…

Anúncios