Rondoniense grávida está nos EUA com coronavírus e não consegue ajuda, “temos o que comer por mais duas semanas”

Ignorados pelos EUA, imigrantes ilegais apelam ao governo brasileiro por ajuda Por dividir um apartamento de três quartos com outras oito pessoas, Otávio* não conseguiria disfarçar os sintomas mesmo se quisesse. Há três semanas, começou a ter febre alta, tosse e dores de cabeça. “Tinha nevado e fazia frio. Não estamos acostumados com esse tempo […]