Ervas e alimentos para substituir antibióticos

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Deixamos claro que este artigo é apenas informativo e não incentiva o desuso dos antibióticos. Não deixe de visitar o seu médico

Nem todas as pessoas gostam de usar antibióticos quando têm algum problema de saúde. Seja por falta de condições financeiras ou por alguma crença paralela a isso, as ervas e alimentos são uma boa saída para quem deseja algo mais natural.

Pouco ouvimos falar sobre as possibilidades de substituição, afinal, rarissimamente os médicos aconselharão para que você troque o uso de remédios sintéticos por naturais, mas nós compreendemos que em alguns casos é importante saber mais sobre isso.

Quer conhecer quais são as ervas e alimentos mais úteis para a substituição dos antibióticos? Então basta que você leia este artigo até o final.

Arruda

A arruda pode ser usada para absolutamente tudo, desde fins energéticos até físicos. A arruda é muito vista em rituais contra inveja e mau olhado, os banhos energéticos de arruda também fazem muito sucesso.

Os chás de arruda servem para fortalecer o sangue e também, para diminuir quadros intensos de varizes. A arruda faz com que o sangue circule mais tranquilamente no nosso sistema, o que é muito positivo.

Mas tome cuidado, o chá de arruda deve ser tomado com moderação, consumir isso uma ou duas vezes por semana já é suficiente. Mulheres grávidas de poucos meses devem evitar o chá pois pode ser abortivo.

Camomila

A camomila é uma velha conhecida de quem ama a medicina natural, pode ser usada para acabar com quadros de ansiedade e nervosismo.

Busque sempre adoçar o mínimo possível este chá, quando muito doce podemos perder os efeitos naturais da camomila.

A erva servem também para cicatrizar queimaduras, você pode encher um saquinho de pano com a erva restante do chá e passar em cima das feridas, estas logo ficarão melhores.

Alho

Se você não tem o hábito de usar alho na cozinha, mude isso agora mesmo. Além de proteger a pele, deixando lisa e macia, o alho também pode trazer melhoras significativas para a saúde do coração.

Se isso agrada o seu paladar, então use sem medo e logo poderá colher os resultados de uma alimentação forte e saudável.

Cebola

Quem diria que um alimento tão simples e tão presente na cozinha brasileira faria tão bem à saúde? A cebola serve para ajudar a expelir do organismo aquilo que está fazendo mal.

Ela funciona como uma espécie de esponja em seu organismo, colocando para fora todas as coisas que não ajudam o seu corpo a funcionar.

Tempere a sua comida com ela, você estará fazendo um imenso bem ao seu corpo a longo prazo.

Agrião

O agrião pode fazer verdadeiros milagres na vida de quem tem sofrido com inflamações nas vias respiratórias. Use isso e deixe de sofrer deste mal agora mesmo.

O agrião pode até não ter um sabor lá muito convidativo, mas pode facilmente ser misturado com outras coisas, criando até mesmo sucos detox que fazem muito bem para a saúde.

Experimente fazer uma bela salada de folhas com o agrião, isso certamente mudará o seu conceito e fará com que você passe a gostar mais disso.

Alcaçuz

Uma planta um pouco mais difícil de se encontrar no Brasil, mas que faz muito bem para a saúde é o alcaçuz. Pode ser encontrada em lojas de produtos naturais ou até mesmo pela internet com vendedores especializados.

A planta é usada para fazer melado e em outros casos apenas para temperar alguns doces como por exemplo panquecas.

A planta serve principalmente para acabar com inflamações de garganta e problemas relacionados a respiração, se você está sofrendo com alguma dessas coisas, tome uma providência agora, não deixe isso para depois.

Alecrim

O alecrim, assim como a arruda também serve para fazer banhos energéticos e coisas relacionadas à saúde espiritual. Muitas simpatias pedem o alecrim justamente por suas propriedades espirituais.

Você sempre pode encontrar o alecrim seco em pequenos saquinhos nos mercados, ou até mesmo plantar isso em sua horta sem dificuldades. As sementes são fáceis de se encontrar e não dão trabalho para produzir.

O alecrim é bom para as pessoas que sofreram algum tipo de acidente e sentem dores fortes, ou até mesmo para quem faz movimentos repetitivos no trabalho e sofre com as consequências disso.

Tome um bom chá de alecrim ou use como tempero em sua comida, o sabor é suave e agradável, não deve incomodar quem tem um paladar sensível.

Tome cuidado apenas ao misturar estes alimentos, tudo em exagero faz mal. Vá testando e perceba como o seu organismo se adapta a isso, aos poucos você notará alguma diferença.

Estes alimentos prometem trazer os benefícios dos antibióticos porém gastando muito menos e de maneira natural. Teste e veja até que ponto o seu organismo aceita a substituição.

Deixamos claro que este artigo é apenas informativo e não incentiva o desuso dos antibióticos. Não deixe de visitar o seu médico.

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Médica italiana é condenada por tratar câncer com ervas

Médica italiana é condenada por tratar câncer com ervas

A sentença diz que ela é responsável pela morte de uma mulher de 53 anos que passou por terapia à base de chás e sessões psicológicas.

Curar um tumor com as palavras é possível por que todas as doenças são um produto de num choque, de traumas emotivos, de conflitos interiores que o paciente, para melhorar, deve resolver antes de qualquer coisa. Essa é a controversa teoria “alternativa” do alemão Ryke Geerd Hamer que acaba de condenar uma médica italiana a dois anos e seis meses por homicídio culposo.

A profissional de Turim, na Itália, Germana Durando recebeu nesta terça-feira (4/4) a sentença. A decisão diz que ela é responsável pela morte de Marina Lallo, que passou por uma terapia à base de ervas, chás e sessões psicológicas para curar um melanoma maligno.

“Marina não rejeitava a medicina tradicional. Ela foi convencida a [fazer esse tratamento] pela doutora Durando”, disse a procuradora Rossela Salvati. Durante a sessão no tribunal que condenou a médica italiana, uma das palavras mais usadas para descrever a sua prática à juíza Ilaria Guarriello foi “charlatanismo”. Quando morreu, Marina tinha 53 anos.

Tudo começou há muito tempo, com uma estranha mancha no ombro esquerdo de 5 milímetros de largura, um neoplasma. “Ela queria se curar com Durando, eu não estava de acordo”, afirmou uma amiga da mulher.

“Disse a ela para pelo menos retirar os linfonodos sentinelas. Respondeu que não, que enquanto eles estivessem inflamados era por que estavam fazendo seu trabalho contra o câncer”. Além das consultas, médica e paciente conversavam por emails e mensagens. “Oi Germana, te envio uma atualização: o neoplasma não melhora. Ainda está inchado, sangrento, tem um cheiro ruim, dói e está cada vez mais feio”, escreveu Mariana a Durando em certa ocasião.

Como resposta, a italiana perguntou o que a paciente estava tomando “como remédio homeopático” e disse para ela trabalhar “no perdão” e tentar “encontrar seu ex”.

“Nós reclamamos muito da lentidão da Justiça. Mas neste caso, a Justiça foi rápida: chegou a dois anos de distância dos fatos. E ela funcionou. Esta sentença também deve fazer com que os médicos, que devem ter sensibilidade na relação com os pacientes, reflitam”, disse Marino Careglio, um dos advogados da parte civil do caso.

Já o advogado da médica, Stefano Castrale, comemorou que a condenação foi mais baixa do que a pedida pela Procuradoria e que “o tribunal não colocou em prática a suspensão do exercício da profissão” da sua cliente, que manifestou ao seu defensor a sua vontade de recorrer a sentença.

Além disso, a juíza Guarriello também decidiu que deverá ser realizado um pré-pagamento da indenização de 10 mil euros para a filha de Marina e de 50 mil euros tanto para o irmão da vítima quanto para sua mãe.

Fonte: metrópoles.com