Espanha bate recorde e registra 832 mortes em 24 horas; casos chegam a 72 mil

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Número total de mortes no país se aproxima de 5,7 mil desde que pandemia começou

Pelo segundo dia consecutivo, a Espanha registrou um número recorde de mortes, chegando a 832 vítimas, 63 a mais que as registradas nas 24 horas anteriores. No total, o número de mortos no país chegou a 5.690, com 72.248 infecções desde que pandemia começou.

Até a última quinta-feira (26), a Espanha era o segundo país com o maior número de casos confirmados da Covid-19 no mundo, mas foi ultrapassada pelos Estados Unidos, que passou também a Itália (86.948 casos) e já têm mais de 100 mil confirmações do novo coronavírus, segundo a Universidade Johns Hopkins, tornando-se o país com o maior número de casos, superando inclusive a China (81.340).

Nos EUA, segundo estudo, pouco menos da metade dos casos está concentrada na cidade de Nova York.

Em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), já são mais de 500 mil casos confirmados do novo coronavírus , com mais de 20 mil mortes.

Espanha registrou 832 mortes nas últimas 24 horas e chegou a 72 mil casos

Na Espanha, filho de 17 anos mata mãe brasileira e esconde corpo dentro do armário

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

No momento em que foi detido, o jovem confessou às autoridades locais que tinha feito “algo muito mau”

Uma mulher brasileira, de 36 anos, foi morta pelo próprio filho, de 17, na segunda-feira passada, no apartamento onde ambos viviam, na localidade de Foz, na Galiza, Espanha. 

De acordo com o El País, o corpo da mulher, natural de Gurupi, foi encontrado mutilado dentro de uma mala, num armário da casa onde aconteceu o assassinato. 

Segundo as autoridades, ao que tudo indica o crime foi cometido durante a madrugada, sendo que o menor foi detido por volta das 12h30. Na altura da detenção, de acordo com a  publicação, o jovem confessou às autoridades que tinha feito “algo muito mau”. 

Minaene tinha emigrado para a Espanha há 14 anos e tinha iniciado, recentemente, um curso de chefe de cozinha num estabelecimento de ensino local. O rapaz frequentava um curso de técnico auxiliar de ação médica, em Burela, a cerca de 14 quilômetros do local onde vivia com a mãe. 

De acordo com amigas de Minaene, o filho era “calado e tímido”, “não tinha amigos” e “estava sempre sozinho”. Com uma personalidade quase contrária à da mãe, as pessoas mais próximas da mulher afirmam que o jovem era violento e que a mãe tinha marcas de agressões no corpo.  

Embora o filho fosse “obediente” e “correto” com todo mundo, Mari presenciou fortes discussões do suposto homicida com sua mãe. “Qualquer um que tenha um filho adolescente sabe como é difícil, mas ninguém imaginou que eles estavam tão mal”, lamenta a amiga. “Ela queria procurar ajuda das instituições e não sabia bem como encaminhar a situação. Quando ele se comportava mal, o castigava tirando o celular e outros aparelhos. Pouco a pouco, acho que ele foi criando um ódio.”

O Tribunal de Menores da província de Lugo, onde fica Foz, informou à imprensa na última terça-feira sobre as medidas cautelares que seriam adotadas para preservar a identidade do acusado, por ser menor de idade, e que ele seria mantido em regime fechado numa instituição tutelada. Antes da sua detenção, segundo um vizinho, o jovem manteve a televisão ligada a noite toda. Enquanto isso, o cadáver massacrado de sua mãe permanecia no armário.

Kelly e Mari organizam agora uma coleta entre amigos da Espanha e do Brasil para pagar a repatriação do corpo da sua amiga. “Ela sonhava em dar um bom futuro ao seu filho. Economizava. Tinha comprado um terreno no Brasil para fazer uma casinha e ficar perto dos seus pais e suas irmãs. É justo que Mina volte para a sua família”.

O jovem se encontra neste momento preso em regime fechado numa instituição, informou o Tribunal de Menores de Lugo.

LEIA TAMBÉM

Homem estupra, encarcera e pulveriza pimenta em mulher em resort

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caso aconteceu em um resort localizado na Espanha com vítima de 23 anos. Mulher foi mantida sob cárcere durante dois dias com agressões e torturas

O britânico Dylan Rory Rogers foi condenado a nove anos de prisão por estuprar e torturar uma mulher. A vítima foi espancada, forçada a dançar nua e o chamar Dylan de ‘mestre’ durante dois dias em cárcere privado.

Os promotores do caso detalharam que a mulher foi submetida a um tratamento sadomasoquista . A vítima, de 23 anos, foi obrigada a fazer sexo com Dylan em um resort localizado na Espanha. 

O britânico também foi acusado de pulverizar pimenta na vítima, além de atirar ovos nela. Durante os estupros, Dylan a chamava de ‘sua escrava’. 

A superioridade física foi a coação que Dylan usou para manter a vítima sob sua guarda durante dias, de acordo com a justiça. Ele trocou o chip do telefone da mulher para que ela não tivesse como pedir ajuda e para exercer maior controle sobre a mulher, conforme apurações do Daily Mail sobre o caso.  

O britânico Dylan Rogers manteve uma mulher de 23 anos encarcerada por dois dias. Ele estuprou a vítima e pulverizou pimenta. Dylan foi condenado a nove anos de prisão

A cabeça da vítima foi batida contra a parede durante o estupro e o seu pescoço estrangulado, segundo detalhou a promotoria de justiça. A investigação aponta que Dylan informou que não se importava em ter que matá-la. 

Os promotores tentaram estabelecer uma sentença de 34 anos, levando em consideração a gravidade do caso. Para barganhar uma redução de pena, Dylan fez um acordo e confessou o crime na justiça. A vítima acompanhou o julgamento para ver a condenação do seu agressor. 

No momento da prisão, a polícia tinha que obter um mandado para entrar na propriedade em que Dylan, após tentativas frustradas de convencê-lo a se entregar.

O tribunal de sentença, a Audiência Provincial de Palma, foi informada de que Rogers tinha uma condenação anterior por ferimento.

LEIA TAMBÉM

Brasileira é encontrada morta na Espanha; filho é principal suspeito do crime

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Minaene Franco, de 36 anos, teria sido morta durante o fim de semana e o corpo foi encontrado na segunda-feira (4). Menor foi apreendido pela polícia espanhola

A tocantinense Minaene Franco, de 36 anos, foi encontrada morta na cidade espanhola de Foz, na província de Lugo, na região autônoma da Galiza. Ela é natural de Gurupi, na região sul do Tocantins, e vivia na Espanha há 14 anos. O filho dela, um adolescente de 16 anos, está detido no país suspeito do crime. A família agora tenta encontrar uma forma de trazer o corpo para Brasil.

Uma irmã da Tocantinense contou que a suspeita da polícia local é de que Minaene Franco tenha sido morta no sábado (2). “Eu falei com ela na sexta-feira. Vivia lá há 14 anos, trabalhava como cozinheira e fazia faculdade de gastronomia para virar chefe de cozinha. Trabalhava dia e noite para sustentar o filho”, contou Viviane Flávia Franco.

A tocantinense foi morta a facadas e o corpo encontrado dentro de uma mala em um armário, na última segunda-feira (4), conforme relatos da imprensa local e confirmado pela irmã da vítima.

“Na segunda, ele [o filho] foi buscar atendimento porque estava com um ferimento na mão, mas levou o cartão errado [era o cartão da mãe] para o atendimento. Aí desconfiaram e chamaram a polícia”, contou a irmã.

Minaene foi encontrada morta dentro do próprio apartamento na Espanha — Foto: Arquivo Pessoal

Os vizinhos também teriam desconfiado do desaparecimento de Minaene Franco. Durante buscas na casa deles, a polícia encontrou o corpo da mulher. “A polícia voltou para o hospital e ele disse que matou por legítima defesa.”

Ainda conforme a irmã, Minaene Franco tinha reclamado que o filho estava se comportando mal, mas não havia motivos para que o crime acontecesse. “Ela pagava uma escola cara e ele não queria estudar. Falou que andava muito ignorante com ela e suspeitava que ele estava usando drogas”.

A estimativa da família é de que a viagem para identificar e trazer o corpo ao Brasil deve custar cerca de R$ 50 mil. Agora, eles estão tentando apoio do Consulado Brasileiro e fizeram uma vaquinha online para tentar arrecadar dinheiro.

“O corpo está na perícia criminal e eles não liberam se não tiver alguém da família para identificar. Se não for ninguém identificar ela vai ser enterrada como indigente”, contou a irmã. Via G1/TO

LEIA TAMBÉM

Rapaz de 15 anos morre ao cair do sétimo andar na Espanha

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Adolescente britânico encontrava-se a fazer um intercâmbio numa cidade espanhola

Um adolescente britânico morreu ao cair da janela da casa de banho de um sétimo andar durante uma viagem a Espanha.

De acordo com os meios britânicos, a polícia está a tratar o caso como sendo um acidente. A queda fatal aconteceu por volta das 23h30 da noite de sábado num apartamento na cidade de Cordoba.

O rapaz de 15 anos, que participava num intercâmbio, estava na cidade há menos de uma semana.

Um meio local refere que o adolescente estaria a arranjar uma persiana que estava partida quando perdeu o equilíbrio. Quando as autoridades chegaram ao local já não havia nada a fazer para salvar  o jovem. 

A responsável pela pasta da educação na cidade já lamentou o trágico acidente, disponibilizando apoio tanto à escola onde estudava o rapaz como à sua família.

Vídeo: Casal flagrado fazendo sexo em carro em movimento é condenado a seis meses de prisão

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

O casal flagrado fazendo sexo em um carro em movimento na rodovia AP-6, na altura de Villacastín (Espanha), foi condenado a seis meses de prisão

A cena foi registrada no ano passado por ocupante de um outro veículo. As imagens viralizaram em redes sociais e acabaram chegando a autoridades da região.

A mulher, que parecia nua, sentou no colo do motorista, que, apesar da situação insólita, chegou a ultrapassar outros carros.

Como se apresentou à polícia, o motorista, que é morador de Madri, evitou pena maior, conforme prevê a lei, de dois anos de prisão.

Ele identificou a parceira, contou o “Daily Mail”. Os seis meses de prisão foram suspensos e transformados em regime de condicional.

Do Extra/RJ

Cantora morre após explosão de fogos de artifício em show

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Joana Sainz Garcia, que também era bailarina, foi atingida quando se apresentava, no domingo (1º), em um festival perto de Madri

Joana Sainz Garcia morreu, após uma explosão de fogos de artifício durante um show, no domingo (1º).

O incidente aconteceu quando a cantora e bailarina de 30 anos se apresentava com o grupo Super Hollywood Orchestra, no festival Las Berlanas, perto de Madri (Espanha). 

Segundo a BBC, um dispositivo pirotécnico explodiu perto da artista espanhola, que caiu inconsciente no palco.

A publicação ainda informa que paramédicos levaram Joana ao hospital, onde mais tarde foi confirmada a morte.

Cerca de mil fãs assistiam à apresentação, na cidade de Las Berlanas, a noroeste de Madri.

Os organizadores do festival lamentaram a morte de Joana Sainz Garcia através de um comunicado nas redes sociais (veja abaixo).

Homem que filmava escondido partes íntimas de mulheres no metrô é preso

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Suspeito postava vídeos gravados sob saia e vestido em sites pornográficos, acumulando milhões de visualizações. Polícia identificou mais de 500 vítimas

A polícia da Espanha prendeu um colombiano de 53 anos de idade por gravar vídeos de mulheres sob a saia e vestido delas no transporte público de Madri. O rapaz, que não teve identidade revelada, foi preso em flagrante enquanto cometia mais um delito no metrô da capital espanhola.

Segundo a polícia, o homem utilizava uma mochila com um celular acoplado para gravar partes íntimas de mulheres , os publicando em sites pornográficos em seguida. Alguns dos vídeos reúnem milhões de visualizações nas redes. “O autor atuava de forma compulsiva, diariamente, gravando todas as mulheres que podia. Ele foi detido em flagrante enquanto captava imagens de uma mulher embaixo do vestido dela”, afirmou nota oficial da polícia.

Em alguns dos casos, o rapaz chegava a filmar também o rosto das vítimas . Até o momento, 29 delas foram identificadas, boa parte menor de idade.

O órgão de segurança espanhol divulgou um vídeo do momento da prisão, no qual o rapaz reagiu e tentou lutar com policiais. Na casa dele, foram encontrados três HDs externos e um pendrive com dezenas de gigas de materiais. O material vai passar por perícia técnica e o suspeito encontra-se à disposição da justiça.

Homem flagra mulher sendo abusada e também participa do estupro

Revista - https://revista.painelpolitico.com

Dois homens, um de nacionalidade afegã e outro de nacionalidade germânica, foram presos minutos após cometer crime em ilha espanhola

Dois homens que não se conheciam foram presos pelo estupro de uma mulher de 20 anos em uma praia da ilha de Maiorca, na Espanha. 

Segundo a vítima, uma turista alemã, ela era abusada sexualmente por outro rapaz alemão quando um segundo homem, um afegão de 21 anos que passava pela praia, decidiu também participar do crime.

A mulher conseguiu fugir dos abusadores pelo mar e ligou para a polícia . Oficiais que estavam patrulhando a região turística perseguiram a dupla e prenderam os dois suspeitos de cometer o crime poucos minutos depois. Imagens da prisão foram compartilhadas nas redes.

Socialistas vencem eleições na Espanha

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Coalizão de esquerda soma 165 assentos, 11 a menos que necessário

Com 99,41% dos votos contados na Espanha, o Partido Socialista Operário da Espanha (PSOE) soma 123 deputados. A legenda Unidos Podemos conquistou 42 assentos. Ambos têm 165 deputados, longe da maioria absoluta de 176. A coalizão de esquerda precisará do apoio de outros partidos para governar.

O bloco da esquerda venceu a coalizão de direita e extrema-direita, que ficou ainda mais longe da maioria, com 147 deputados. O Partido Popular (PP) obteve o pior resultado da história, com 66 cadeiras. O Ciudadanos, partido de centro-direita, conseguiu 57 assentos. A legenda de extrema-direita Vox estreou no parlamento, com 24 deputados.

No discurso da vitória, o atual primeiro-ministro e líder socialista, Pedro Sánchez, deixou recados. Ele afirmou que trabalhará por liderança pró Europa e uma Espanha unida sob a Constituição.

Sánchez só poderá governar com alianças. O líder do Unidos Podemos, Pablo Iglesias, quer ser vice-presidente do governo. O Podemos foi o maior apoiador dos socialistas na legislatura anterior

O peso dos independentistas e nacionalistas moderados catalães será determinante. Isso porque diversos membros do PSOE deixaram claro que não desejam aproximar-se de Albert Rivera, presidente do Ciudadanos.

O presidente do Ciudadanos, Albert Rivera, felicitou Sánchez e deu como fato consumado que os socialistas e o Podemos de Pablo Iglesias formarão governo.

Primeiro-ministro da Espanha e candidato do Partido Socialista dos Trabalhadores (PSOE), Pedro Sánchez, vota na eleição geral da Espanha nos arredores de Madri – REUTERS/Rafael Marchante/direitos reservados

Fragmentação

Pablo Casado, líder do PP, falou ao mesmo tempo que Pedro Sánchez e afirmou que o resultado do seu partido foi “muito mau”, culpando a “fragmentação da direita”. Ele citou “ataques recebidos nos últimos dias de campanha”.

O líder popular afirmou ainda que iniciou uma “reflexão sobre os resultados”. “Sou uma pessoa que não foge às responsabilidades, o resultado foi muito mau”, afirmou. “Ao PP, agrada-lhe ganhar e gostar de vencer sempre e há várias eleições que o nosso resultado eleitoral tem vindo a piorar. Vamos pôr-nos a trabalhar desde já.”.

“O eleitorado de centro-direita deve perceber que um voto fragmentado beneficia apenas um governo de Pedro Sánchez”, concluiu Casado, numa referência ao Ciudadanos, que quase igualou o PP no resultado da votação.

Casado felicitou Sánchez pela vitória por telefone, antes de se dirigir aos apoiadores.

* Com informações da RTP, emissora pública de televisão portuguesa