Justiça dos EUA decide que GIF também pode ser arma mortal

Justiça dos EUA decide que GIF também pode ser arma mortal

Imagem animada (GIF) com flashes de luz enviada pelo Twitter causou uma convulsão de oito minutos.

Um GIF, aquela imagem animada que as pessoas postam e trocam na internet, pode, sim, ser uma arma mortal. É o que entendeu a Justiça dos Estados Unidos em um processo muito provavelmente inédito no país.

No caso em questão publicado pelo Washington Post , John Rayne Rivello é processado por ataque qualificado com arma mortal: um GIF com luz estroboscópica que causou uma convulsão de 8 minutos no jornalista Kurt Eichenwald.

O jornalista tem epilepsia e escreve sobre isso na Newsweek e Rivello parecia saber disso porque escreveu a seguinte mensagem quando enviou o GIF com flashes de luz: “Você merece uma convulsão por suas postagens”, segundo a reportagem.

Eichenwald é crítico do presidente Donald Trump e fez postagens desfavoráveis a ele em sua conta no Twitter, o que despertou a ira de alguns de seus defensores.

Fonte: exame.com

Saiba como mandar “gifs animados” pelo WhatsApp

Existem vários programas e sites que fazem a conversão gratuitamente

Se você já tentou compartilhar um gif animado pelo WhatsApp, certamente ficou desapontado ao ver que o conhecido programa de troca de mensagens não consegue reproduzir tais arquivos. Na maioria das vezes, o WhatsApp apenas mostra uma imagem estática do gif. Conclusão: a pessoa que recebeu a imagem provavelmente não vai entender nada.

A saída, então, é transformar a animação em vídeo. Existem vários programas e sites que fazem a conversão gratuitamente. O princípio é o mesmo: basta salvar o gif animado, abri-lo no programa escolhido e solicitar a conversão. Mas vale lembrar que o WhatsApp aceita vídeos com, no máximo, 16 MB.

Veja os passos para fazer a conversão no próprio desktop:

Convertendo o gif animado para vídeo no desktop
  • Reprodução
    1.

    O primeiro passo é salvar o gif em uma pasta do seu computador. Existem vários sites que funcionam como verdadeiros repositórios de gifs, entre eles o Giphy (http://giphy.com/) e o Photobucket (http://zip.net/btrRy4). Basta escolher o gif, clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção “Salvar imagem como”Foto: Reprodução

  • Reprodução
    2.

    Agora, se a ideia é montar o próprio gif, o UOL Tecnologia já publicou uma série de tutoriais para isso, seja usando softwares como o Easy Gif Animator (http://uol.com/bvd86W) ou por sites (http://uol.com/bjd6HH)Foto: Reprodução

  • Reprodução
    3.

    Após escolher o gif, acesse o site Cloudconvert (http://zip.net/blrQmw), clique em “Select Files”, e escolha o arquivo gif que irá ser convertido para vídeo. Em seguida, clique em “Start convertion”Foto: Reprodução

  • Reprodução
    4.

    O site começará a fazer a conversão do arquivo para o formato de vídeo. Assim que a barra ficar completamente verde, clique em “Download” para salvar o vídeo em seu computadorFoto: Reprodução

  • Reprodução
    5.

    Envie o arquivo para o seu e-mail e abra-o no celular. Para salvá-lo, pressione e segure a imagem que ela será salva. Em seguida, o arquivo deverá aparecer entre seus vídeos salvosFoto: Reprodução

  • Reprodução
    6.

    Depois disso, basta enviá-lo da mesma maneira que você costuma mandar vídeos pelo WhatsApp (abra o chat, vá até a seta que fica do lado inferior esquerdo da tela e escolha a opção “Choose Existing Vídeos”)Foto: Reprodução

    UOL