MPF recomenda que Seduc contrate 20 professores indígenas em Guajará, RO

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou, nesta semana, que a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Coordenadoria Regional de Educação (CRE) preencham o quadro de vagas de 20 professores indígenas nas aldeias de Guajará-Mirim (RO), município localizado na fronteira com a Bolívia, a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. A Seduc tem dez dias para responder a recomendação emitida pelo MPF.