Homem de 87 anos está curado da Covid-19 e emociona a web

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Foto da alta de Ewart Lockton viralizou nas redes sociais. “Vai descansar em casa com a minha avó”, diz a neta

Em meio às atualizações em relação ao  avanço do novo coronavírus  em escala global, uma boa notícia. Na Inglaterra, um senhor de 87 anos deixou um hospital em Manchester e está curado da Covid-19 , doença causada pelo novo vírus. A neta do paciente postou foto de alta no Facebook e a imagem viralizou.

O paciente Ewart Lockton testou positivo para coronavírus e passou duas semanas internado. Depois de todos os cuidados, a equipe médica se emocionou no momento de dar alta e informar que o homem estava curado  poderia voltar para casa. Agora, ele vai terminar de se recuperar ao lado da esposa, em isolamento social .

“Este é o meu avô de 87 anos se despedindo da equipe médica do North Manchester Hospital, onde ficou por duas semanas e testou positivo para coronavírus”, escreveu a neta de Ewart, Sophie Edwards, em post no Facebook.

A foto foi postada no perfil do Facebook da neta de Ewart Lockton e chegou a 52 mil compartilhamentos

“Ele vai terminar a recuperação onde pertence: em casa com a minha avó”, comemorou.

O post rapidamente chegou a 52 mil compartilhamentos e rodou a rede social. Nos comentários, a família do paciente que se recuperou após contrair coronavírus  recebeu apoio de diversos internautas. “Que homem, que equipe médica, boa sorte a todos vocês”, foi um deles.

Mulher gasta R$ 75 mil por ano com seus cães: ‘Eles merecem o mundo’

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Gerente de banco conta que deixou de ir ao cabeleireiro para arcar com os roupas, brinquedos e até um guarda-roupa extra para os bichinhos

A gerente de banco britânica Claire Kelly Johnston não poupa esforços quando o assunto é mimar seus “bebês”. Em um ano, ela gastou o equivalente a R$ 75 mil em roupas, comida e higiene com seus animais de estimação, os cachorros Cupcake, Teddy e Popcorn.

“As pessoas podem pensar que eu sou louca por gastar tanto com meus cães, mas eu não me importo. Eles são meus preciosos bebês e eles merecem o mundo”.

Claire, que é casada com o chef Stuart Johnston, de 36 anos, conta que passa mais tempo com seus animais de estimação do que com os amigos. “Stuart me chama de louca e ri sempre que corro para casa com mais sacolas de compras. Mas ele também adora nossos cães”.

E não para por aí! Além de priorizar seus bichinhos em vez dos amigos, ela também conta que deixa de ir ao cabeleireiro para poder arcar com os custo dos pets. “Raramente vejo meus amigos e familiares nos fins de semana porque priorizo ​​os filhotes”

“Meu dinheiro continua estragando os cães. Todo mês, gasto 730 libras em roupas, guloseimas, brinquedos, sessões de mimos, babás de cães e passeadores. Eu tive de pedir um guarda-roupa extra por 150 libras, pois eles têm roupas demais”, finaliza.

Via R7

VOTE NA ENQUETE

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mulher descobre que a própria mãe mantinha caso com seu marido: “Doentio”

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Meses após descobrir sobre a infidelidade do marido, Lauren também soube que a mãe, Julie, estava grávida dele

Lauren Wall, de 34 anos, se casou com Paul White em 2004, quando ficou grávida. Na época, ela tinha19 anos de idade e gastou 15 mil libras esterlinas (R$ 81,2 mil) para ter o “casamento dos sonhos” – pago pela mãe dela, Julie. Meses após a união, o marido saiu de casa para morar com Julie. 

Ao  The Mirror, Lauren, de Londres, Inglaterra, conta que gostou de Paul “instantaneamente” e sonhava em ter um grande casamento. “E mesmo que a gente não estivesse planejando começar uma família tão cedo, ficamos muito felizes com a chegada da nossa filha”, diz. 

Eles se casaram cinco meses depois da chegada do bebê e, como presente de casamento, a mãe dela arcou com o custo de R$ 81,2 mil pela cerimônia. Como agradecimento,  marido e esposa decidiram convidar Julie para viajar com eles na lua de mel – que, segundo Lauren, mudou a relação dos recém-casados. 

Três semanas depois do casamento, Paul se tornou “uma pessoa completamente diferente”, que “desaparecia por horas” e passou a ficar “extremamente protetor” com o celular. Então, pouco tempo depois, a irmã de Lauren leu uma troca de mensagens “picantes” entre Paul e Julie no celular da mãe delas. 

Ao saber disso, a esposa tentou confrontá-los. “Minha mãe negou tudo dizendo ‘Você é doida’. Quando falei com Paul ele ficou branco como um fantasma e se recusou a me deixar olhar o celular dele”, lembra. Dias depois, Paul saiu de casa. “Senti como se meu mundo tivesse acabado. Eu tinha 19 anos e uma filha para criar”, diz.

Não demorou para Lauren saber mais detalhes sobre o relacionamento entre o ex-marido e a mãe. Eles estavam morando juntos e ela viu Julie com uma barriga de grávida. “Quando a vi e percebi que ela estava grávida, minha mente foi longe. Ela apertou o estômago e me disse: ‘É um cisto’. Eu me senti tão doente, fui para casa e destruí todas as fotos do nosso casamento.”

“Não conseguia acreditar que as duas pessoas que eu mais amava e confiava no mundo poderiam me trair dessa forma. Foi doentio. É a pior coisa que uma mãe pode fazer para uma filha. Paul pode ter sido um noivo covarde, mas ela é minha mãe. Ela deveria ser quem me ama e me protege acima de todos os outros”, desabafa. 

“Nunca vou perdoá-la”, diz Lauren

Lauren pediu o divórcio e conta que chegou a ir ao casamento da mãe com o ex- marido , em 2006. Desde então, não mantém mais um relacionamento com a mãe – apesar das diversas tentativas de Julie em entrar em contato com a filha. “Nunca vou perdoá-la”, diz Lauren.

Ela ainda tem uma relação com Paul por causa da filha do casal, que hoje tem 15 anos, mesmo achando “difícil”. Atualmente, Lauren é casada com outro homem e está grávida do quarto filho. 

+Destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mulher é presa por roubar R$ 1,2 milhão da avó doente para bancar ‘vida de luxo’

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Segundo a polícia, britânica assumiu as finanças após avó ser diagnosticada com demência e usava todo o dinheiro em hotéis e festas nos Estados Unidos

Em julgamento realizado no último final de semana na cidade de Northampton, na Inglaterra, uma mulher foi condenada a dois anos de prisão após roubar cerca de R$ 1,2 milhão da própria avó, diagnosticada com demência, e usar o dinheiro para bancar uma vida de luxo nos EUA.

Segundo informações da BBC, Emily Rosina Evans-Schreiber, de 38 anos, era conhecida nas redes sociais por ostentar diversos luxos, como viagens internacionais, estadias em hotéis luxuosos em Beverly Hills, no estado da Califórnia, e muitas festa. Tudo era bancado com o dinheiro que ela retirava da conta da avó , como a investigação descobriu.

O caso teve início quando a mãe de Emily , que se dizia preocupada com o estilo de vida que a filha levava em Londres, comprou para ela uma casa em Northampton. Para poder ficar na residência, ela deveria cuidar da avó, que sofria de demência .

Quando se mudou, em abril de 2018, ela tinha cerca de R$ 200 em sua conta bancária, como apontaram os investigadores. Ao longo dos oito meses seguintes, ela fez diversas viagens, comprou roupas e realizou procedimentos estéticos, mesmo sem ter uma fonte de renda identificável, uma vez que já havia deixado a carreira de modelo.

Tais gastos chamaram a atenção da mãe, Clare Evans-Schreiber, que resolveu descobrir de onde estava vindo o dinheiro que a filha esbanjava. Para isso, entrou em contato com o banco em que a moça tinha conta e descobriu diversas movimentações suspeitas, identificadas como ‘contas’, ‘cuidados’ e ‘poupança’, totalizando 230 mil libras (cerca de R$ 1,2 milhão).

Foi neste momento em que a polícia foi envolvida no caso, para apurar as suspeitas de Clare. Ao realizar revista na casa de Emily, em maio de 2019, encontraram diversos artigos de luxo , como relógios, roupas e óculos. Após odos os gastos, descobriram que ela havia deixado  menos de R$ 30 mil na conta da avó, que morreu recentemente morreu e jamais soube dos roubos da neta.

No julgamento, a defesa de Emily alegou que ela não estava “em seu juízo perfeito” e que deixou dinheiro suficiente para cobrir as despesas da avó e mandou regularmente flores e chocolates para ele. Entretanto, acabou sendo considerada culpada pelo crime de roubo e sentenciada a dois anos de prisão, além de 150 horas de serviços comunitários e a obrigação de participar de um programa de reabilitação pelo uso de álcool por seis meses. via IG – Foto de capa – Segundo investigação, Emily Rosina Evans-Schreiber tirou ao menos R$ 1,2 milhão da conta da avó

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Sobrinha de Princesa Diana está noiva de homem 32 anos mais velho

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

A modelo de 29 anos aceitou o pedido de casamento do milionário Michael Lewis

Depois do anúncio do noivado da princesa Beatrice, Lady Kitty Spencer, sobrinha da princesa Diana e conhecida por ser muito parecida com a tia, será a próxima da família real a se casar, como informa uma fonte anônima ao Daily Mail. No entanto, a informação que mais chamou atenção foi a grande diferença de idade entre ela e o noivo – 32 anos, para ser mais exata.

Michael Lewis é um empresário multimilionário de 60 anos de idade, dono da marca de roupas Foschini. Ela tem 29 anos! Outra informação curiosa? O noivo ainda consegue ser 5 anos mais velho que o pai dela, Conde Charles Spencer, de 55 anos.

Os dois namoram oficialmente desde maio de 2019, e, segundo o jornal, o pedido foi feito antes do Natal. “Ela esteve na Cidade do Cabo nas férias e contou à mãe e ao resto da família. Michael é amado por todos eles. Apesar de sua riqueza, ele é muito humilde e discreto”, disse uma fonte ligada a família.

Michael tem três filhos de outro casamento, e já foi flagrado junto a Kitty enquanto saiam de um hotel em Nova Iorque. O Wall Street Journal informou que Lewis possui graduação e pós-graduação na Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, onde Kitty também estudou.

Antes de Lewis, Kitty teve um relacionamento com o magnata de 48 anos Niccolo Barattieri di San Pietro. O namoro terminou em 2017. Via Cláudia

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Harry e Meghan anunciam que deixarão função de ‘membros seniores’ da família real

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Duque e duquesa de Sussex disseram ainda que irão trabalhar para se tornarem financeiramente independentes e dividirão seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte

O príncipe Harry e sua esposa Meghan anunciaram nesta quarta-feira (8) que trabalharão para se tornar “financeiramente independentes” e que deixarão a condição de “membros seniores” da família real britânica.

Segundo o casal, a decisão foi tomada “após muitos meses de reflexão e discussões internas” e eles optaram por “fazer uma transição este ano, começando a desempenhar um novo papel progressivo dentro desta instituição”.

“Agora, planejamos equilibrar nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, continuando a honrar nosso dever para com a Rainha, a Commonwealth”, disseram os duques de Sussex em um comunicado.

Ver essa foto no Instagram

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” – The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

“Esse equilíbrio geográfico nos permitirá criar nosso filho com uma apreciação pela tradição real em que ele nasceu, além de proporcionar à nossa família o espaço para se concentrar no próximo capítulo, incluindo o lançamento de nossa nova entidade beneficente. Esperamos ansiosamente compartilhar todos os detalhes deste emocionante próximo passo no devido tempo, enquanto continuamos a colaborar com Sua Majestade, a Rainha, o Príncipe de Gales, o Duque de Cambridge e todas as partes relevantes. Até lá, aceite nossos mais profundos agradecimentos por seu apoio contínuo”, diz ainda o texto, publicado em uma mensagem no Instagram (veja acima).

Harry é o sexto na linha de sucessão ao trono, atrás do pai, o príncipe Charles, de seu irmão mais velho, William, e dos sobrinhos, George, Charlotte e Louis.

Ele e Meghan, que nasceu nos Estados Unidos e morou por anos no Canadá, se casaram em maio de 2018 e o primeiro filho do casal, Archie Harrison, nasceu em maio de 2019. Via G1

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mulher com ‘Síndrome de Pica’ convive há 15 anos com vício

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Ela busca ajuda profissional para se livrar do problema

A cada 30 minutos, Lisa Anderson, de 44 anos, esculpe nas costas da mão um montanha de talco. A ‘obra de arte’, na realidade, passou a fazer parte da sua alimentação diária da inglesa que possui o vício há cerca de 15 anos.  O hábito foi mantido em segredo por anos e revelado após o ex-companheiro de Lisa questionar porque a esposa se escondia no banheiro. Agora, Lisa busca ajuda profissional para deixar a compulsão por comer talco, diagnosticada por médicos como ‘Síndrome de Pica‘.

O vício surgiu enquanto ela usava o produto em um dos seus cinco filhos após o banho.  Com a intensificação da compulsão, Lisa pode ingere cerca de 200 gramas do item e já gastou 8 mil libras esterlinas por ano, o equivalente a cerca de R$ 42 mil em compras do produto de higiene. 

distúrbio é caracterizado pela vontade de comer itens que não possuem valor nutricional, como pedras de gelo, tinta, barro, poeira, sujeiras e tijolo. Quando inalado ou ingerido, o pó de talco é considerado venenoso e pode causar câncer em mulheres que usam o produto na pele há anos. 

Lisa descreve o desejo de consumir o talco como “incontrolável”. Ao jornal britânico Daily Mail, ela diz que recorda o exato momento em que decidiu ingerir o pó de higiene pela primeira vez. 

“Eu me lembro de sentir um cheiro avassalador naquele dia, enquanto secava meu bebê. Havia um pouco de pó em cima da tampa da embalagem. Eu simplesmente senti uma necessidade urgente de lambê-la e aquilo realmente me deu prazer. Foi como satisfazer uma necessidade que eu nunca imaginei que tivesse”.

Quando está longe de casa, sem acesso ao talco, a inglesa mastigar balas de menta extraforte na tentativa de sanar a dependência. O máximo de tempo que Lisa conseguiu ficar sem comer talco há 15 anos foram dois dias. “Os piores da minha vida”, relatou ao Mail.

Síndrome

Conhecida como Síndrome de Pica, a alotriofagia é um transtorno definido pela vontade de ingerir de forma compulsiva itens que não são comestíveis ou que não possuem valor nutricional. A doença ocorre com mais frequência dentro de quadros de autismo, esquizofrenia e Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). via IG

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Escândalo sexual na Família Real impede Princesa de ter casamento televisionado

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Princesa Beatrice, filha mais velha do Príncipe Andrew, também teve de cancelar a festa de noivado por medo de paparazzi perseguirem seu pai

A filha do Príncipe Andrew, a Princesa Beatrice, se casará no segundo semestre de 2020, mas ao contrário dos demais casamentos da Família Real, ela não terá sua união televisionada. 

Segundo divulgado pela Vanity Fair , o escândalo sexual protagonizado pelo pai da noiva é a motivação para que a tradição da Família Real seja quebrada. O televisionamento de casamentos é uma dogma da Realeza há muito tempo. A irmã da Princesa Beatrice, a Princesa Beatrice, por exemplo, casou-se em 2018 e duas emissoras transmitiram a união.

Mas as perdas não param por aí. Beatrice também precisou cancelar a festa de noivado, que aconteceria em dezembro de 2019 por temer que paparazzi perseguissem seu pai. 

Princesa Beatrice e seu noivo
Reprodução InstagramPrincesa Beatrice e seu noivo

Princesa Beatrice é neta da Rainha Elizabeth II e filha mais velha da Duquesa de York, Sarah Fergunson, e do Príncipe Andrew . Ela se casará com o empresário italiano Edoardo Mapelli Mozzi, mas os admiradores da Família Real não poderão assistir ao seu casório. 

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

O estudante condenado à prisão perpétua por estuprar 48 homens

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Um “predador sexual em série” foi condenado por 159 crimes sexuais, incluindo 136 estupros

Um “predador sexual em série” foi condenado por 159 crimes sexuais, incluindo 136 estupros. O estudante indonésio de pós-graduação Reynhard Sinaga, de 36 anos, foi considerado culpado de atrair 48 homens que estavam em casas noturnas de Manchester, no Reino Unido, para seu apartamento, onde os drogava e atacava — filmando os abusos.

A polícia diz, no entanto, ter evidências de que ele tenha feito pelo menos 190 vítimas. Ele foi condenado à prisão perpétua, com direito a liberdade condicional após cumprir uma pena mínima de 30 anos de prisão. O julgamento também permitiu que ele fosse identificado pela primeira vez.

O Ministério Público britânico (CPS, ou Crown Prosecution Service) afirmou que Sinaga era “o estuprador com maior número de casos da história jurídica britânica”.

O estudante já estava cumprindo prisão perpétua, com uma pena mínima de 20 anos, pelos crimes pelos quais fora condenado em dois julgamentos anteriores, que ocorreram no verão de 2018 e na primavera passada.

Em quatro julgamentos separados, o cidadão indonésio foi considerado culpado de 136 acusações de estupro, oito acusações de tentativa de estupro, 14 acusações de agressão sexual e uma acusação de agressão com penetração, contra um total de 48 vítimas.

Na audiência, a juíza Suzanne Goddard disse que Sinaga “atacava homens jovens” que queriam “nada mais que uma boa noitada com seus amigos”.

“Na minha opinião, você é um indivíduo altamente perigoso, ardiloso e traiçoeiro que nunca será seguro para a sociedade para ser libertado”, declarou Goddard, acrescentando que a decisão de libertar prisioneiros é tomada pelo Conselho de Liberdade Condicional.

Vítimas inconscientes

Sinaga esperava os homens saírem das boates e bares antes de levá-los para seu apartamento em Montana House, em Manchester, geralmente oferecendo um lugar para tomar um drinque ou chamar um táxi.

Ele drogava as vítimas e as atacava enquanto estavam inconscientes. Quando acordavam, muitas não tinham lembrança do que havia acontecido.

O estudante, que nega as acusações, alegou que toda a atividade sexual era consensual e que cada homem havia concordado em ser filmado enquanto fingia estar dormindo — estratégia de defesa descrita pela juíza como “ridícula”.

Em uma sentença anterior, a juíza disse ter certeza de que Sinaga havia usado uma droga associada ao estupro, como o GHB.

Nos depoimentos lidos no tribunal, uma vítima disse que Sinaga “destruiu uma parte da sua vida”, enquanto outra declarou: “Espero que ele nunca saia da prisão e apodreça no inferno”.

“Tenho períodos em que não consigo me levantar e enfrentar o dia”, acrescentou outra testemunha.

Várias vítimas afirmaram que a provação pela qual passaram teve um sério impacto em sua saúde mental, com alguns desenvolvendo pensamentos suicidas.

‘Prazer em atacar heterossexuais’

A juíza Goddard disse que, pela “escala e a dimensão” dos crimes de Sinaga, era “correto” que uma de suas vítimas o descrevesse como monstro.

Ela acrescentou que ele não mostrou “um pingo de remorso” e, às vezes, parecia estar “realmente gostando do julgamento”.

Após a sentença, Ian Rushton, do CPS, comentou o caso. “Ele (Sinaga), sem dúvida, ainda aumentaria sua lista impressionante (de vítimas), caso não tivesse sido pego”.

Ele acrescentou que achava que Sinaga tinha “um prazer particular em atacar homens heterossexuais”.

Como ele foi descoberto

CCTV
Imagens das câmeras do circuito interno mostrando Sinaga saindo de seu apartamento em busca de vítimas foram exibidas aos jurados

Sinaga, que estava estudando para um doutorado na Universidade de Leeds, no Reino Unido, realizou seus ataques ao longo de vários anos.

Ele foi pego em junho de 2017 quando uma vítima, que recuperou a consciência ao ser agredida, lutou contra Sinaga e chamou a polícia.

Quando os policiais apreenderam o telefone de Sinaga, descobriram que ele havia filmado cada um de seus ataques — totalizando centenas de horas de filmagem.

A descoberta levou à abertura da maior investigação de estupro da história britânica.

De acordo com o subchefe de polícia, Mabbs Hussain, a verdadeira extensão dos crimes de Sinaga provavelmente nunca seria descoberta.

“Suspeitamos que ele tenha cometido crimes por um período de 10 anos”, afirmou. “As informações e evidências que seguimos foram em grande parte dos troféus que ele coletou das vítimas de seus crimes.”

Os investigadores rastrearam dezenas de vítimas dos vídeos usando pistas encontradas no apartamento de Sinaga em Manchester, como telefones, documentos de identificação e relógios roubados.

Garrafas
Evidências apresentadas no julgamento sugeriram que Sinaga drogou os homens, dando a eles bebidas ‘batizadas’

A ministra do Interior britânica, Priti Patel, informou que em resposta aos “crimes verdadeiramente repugnantes” de Sinaga, pediu a um conselho independente que analisasse se os controles de drogas, como o GHB, eram “suficientemente duros”.

O GHB (gama-hidroxibutirato) é no Reino Unido uma droga de classe C — considerada menos perigosa para a saúde, mas cuja posse, fornecimento ou venda a terceiros é ilegal.

Qualquer pessoa flagrada em posse da droga pode pegar até dois anos de prisão.

Os julgamentos de Sinaga foram realizados ao longo de 18 meses na Manchester Crown Court, resultando em condenações unânimes para todas as acusações.

Os detetives dizem que não foram capazes de identificar 70 vítimas — e agora estão fazendo um apelo para quem acredita que pode ter sido abusado por Sinaga para se apresentar.

As condenações de Sinaga estão relacionadas aos crimes que ele cometeu de janeiro de 2015 a junho de 2017, mas a polícia acredita que ele começou a cometer as infrações anos antes. Via BBC Brasil

Continue lendo…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Cantor admite ter abusado sexualmente de sete meninos

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

O julgamento de Danny Tetley acontecerá em 24 de janeiro de 2020

Ex-The X Factor, o cantor Danny Tetley confessou que explorou sexualmente sete adolescentes. De acordo com o Metro, o artista está sendo acusado de pedir fotos íntimas em troca de dinheiro para meninos entre 15 e 16 anos.

Cantor Danny Tetley – Reprodução/The X Factor

Os documentos apontam que as mensagens foram trocadas entre outubro de 2018 e agosto de 2019, sendo algumas delas no momento em que o The X Factor estava sendo exibido. Na época, ele negou as acusações.”Esse tipo de coisa acontece há muito tempo, porque as pessoas não gostam de me ver bem. Eu nunca lidei com a fama muito bem. Não trabalhei tão duro para abatido”, afirmou Danny ao jornal The Sun.

O julgamento do cantor, que está em prisão preventiva, acontecerá em 24 de janeiro de 2020. Antes deste caso, Tetley também admitiu ser culpado de um caso similar em que pediu fotos íntimas de dois adolescentes de 14 anos. Via O DIA

Continue lendo…