Mato Grosso: mãe de sargento da PM, de 74 anos, é estuprada e morta

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Salvina Vidal foi atacada após sair de casa para catar latinha; ninguém foi preso até agora

A idosa Salvina Vidal, de 74 anos, foi estuprada e brutalmente assassinada na madrugada deste domingo (8) em Lucas do Rio Verde (320 km de Cuiabá).

A vítima é mãe do sargento da Polícia Militar Juarez Pereira Vidal, que disputou nas eleições de 2018 para deputado estadual.

De acordo com a Polícia Civil, a idosa havia saido de casa para catar latinha por volta das 4h30. 

As imagens do circuito de monitoramento da região mostram a mulher caminhando e logo atrás um homem em uma bicicleta seguindo-a. Ele é considerado o principal suspeito do crime.

Ao retornar para a sua casa, a idosa foi obrigada a entrar em um terreno, onde foi estuprada e estrangulada até a morte.

O corpo dela foi encontrado por um vizinho às 11h.

Luto

Nas redes sociais, o sargento Vidal lamentou a morte da mãe e a forma como aconteceu a tragédia.

“Que dia triste, no dia Internacional da mulher, minha mãe sai pra caminhar todos os dias na cidade onde mora, Lucas do Rio Verde MT, e nessa madrugada encontrou com o mau, com um cara ruim, com alguém que eu também quero me encontrar, a assassinou para roubar e estuprar, tomei conhecimento ao meio dia. Deus no comando sempre”, disse o militar.

Até as 8 horas desta segunda-feira (9) a publicação já tinha mais de sete mil curtidas e dois mil comentários.

Segundo o sargento, o corpo da mãe será trazido de Lucas para Cuiabá, onde será velada e enterrada. Via Midianews

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Jovem de 18 anos grita por socorro e é morta a facadas pelo ex, em MT

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Testemunhas contaram à polícia que Laiany Lemos Almeida, de 18 anos, e o suspeito moravam juntos e tinham dois filhos

Uma jovem foi assassinada na noite desa quinta-feira (27) em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, Laiany Lemos Almeida, de 18 anos, foi morta com diversas facadas. O principal suspeito do crime é o ex-marido dela, de 23 anos. Ele foi identificado, mas fugiu.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta de 23h55 (horário de Mato Grosso) no bairro Menino de Deus.

Os vizinhos ouviram Laiany pedindo socorro e gritando. Depois que os gritos pararam, as testemunhas viram uma pessoa em uma motocicleta saindo do local.

A Polícia Militar foi chamada e encontrou a jovem morta a facadas na residência.

Testemunhas contaram à polícia que Laiany e o suspeito moravam juntos e tinham dois filhos. O casal havia se separado há pouco tempo.

A perícia realizou investigação no local e a arma utilizada no crime foi apreendida. As investigações seguem para localizar o suspeito do crime. Via G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Na disputa por clientes, advogado manda matar colega, em MT

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Hans Brasiel da Silva Chaves, 31, foi assassinado a tiros enquanto trabalhava. Preso suspeito do crime já havia sido indiciado, em 2018, por tentativa de matar a vítima

A Polícia Civil repassou, nesta quinta-feira (27), detalhes sobre a investigação que levou à prisão do advogado Adelúcio Lima Melo, suspeito de matar o também advogado Hans Brasiel da Silva Chaves (foto em destaque), 31, em Aruanã, no nordeste de Goiás. A corporação apontou que os dois tinham uma rixa antiga, motivada principalmente pela disputa de clientes na cidade.

As investigações apontaram ainda que a desavença entre eles já havia culminado em uma tentativa de homicídio contra a vítima ainda em 2018. O investigado foi indiciado à época, mas nega ter ordenado a execução do colega de profissão.

“Existem informações nos autos que dão conta que vítima e mandante seriam, supostamente, advogados inimigos na comarca. Depoimentos dão conta de rixas passadas, intrigas e desavenças, […] dentre outras possibilidades que envolvem a vida pessoal de ambos”, disse o delegado Rilmo Braga, coordenador da força-tarefa criada para apurar o caso.

Hans foi assassinado a tiros dentro de seu escritório no último dia 6. No dia seguinte, um homem foi preso e um menor, apreendido, suspeitos do crime. De acordo com Braga, o maior disse que receberia R$ 7 mil para executar a vítima e chamou o menor para participar do crime.

Advogado Adelúcio, suspeito de mandar matar o também advogado Hans — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Tentativa de homicídio

A rixa antiga entre eles, relatada pela polícia, já foi escancarada em agosto de 2018, quando Hans já tinha sido vítima de uma tentativa de homicídio. Segundo a polícia, Adelúcio também ordenou esse crime.

“Existe um inquérito policial em que o atual preso foi indiciado por tentativa de homicídio contra a vítima no ano passado. Inquérito que já foi concluído com autoria definida e indiciamento”.

Luara Adelino de Almeida Brasiel, esposa de Hans, que foi assassinado em Aruanã — Foto: Sílvio Túlio/G1

A esposa de Hans, Luara Adelino de Almeida Brasiel, que está grávida do advogado, se lembra dessa situação. Ela afirmou que dois dias antes, o marido foi intimidado por Adelúcio.

“Eles discutiram é o Adelúcio falou: ‘ou você se afasta da advocacia criminal em Aruanã, ou vai ter uma tragédia’. Antes da chegada do Hans na cidade, ele pegava todos os casos”, afirmou.

Indignada com a morte de Hans, Luara pede por justiça e lamenta a morte do marido. A mulher disse que eles realizariam o sonho de ter filhos. Segundo ela, há um ano o casal tentava engravidar e ela só descobriu que estava gestante após o assassinato da vítima.

OAB pode suspender preso

De acordo com Edemundo Dias, presidente da Comissão de Segurança Publica da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), Adelúcio pode ter suspenso ou extinto seu direito de advogar devido às acusações.

“Está em processo e, provavelmente, esse advogado vai ter sua carteira suspensa até o desfecho desse caso. Se condenado, com certeza perderá. A OAB tinha conhecimento dessas divergências. Não se poderia supor que isso traria um desfecho dessa forma”, destaca. Com G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Sargento da PM mata empresário durante confraternização em sítio e foge

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Pedro Luiz Pegorini foi morto com um tiro na cabeça; polícia ainda não sabe motivo

Um sargento da Polícia Militar matou um empresário a tiros durante uma confraternização no sítio da vítima, em Tapurah, a 414 km de Cuiabá, nessa terça-feira (25). O suspeito fugiu do local após o crime e é procurado pela polícia.

A Polícia Militar informou que o comandante do Batalhão de Lucas do Rio Verde já informou a Corregedoria, que deve abrir um procedimento administrativo para investigar o caso. O sargento deve responder pelo crime na Justiça comum, por estar no período de folga, e também na Corregedoria da Polícia Militar, por fazer parte do quadro da instituição.

De acordo com a Polícia Civil, Pedro Luiz Pegorini, de 58 anos, era dono do sítio e havia convidado o sargento e outros amigos para confraternizar.

Durante a festa, ele e o suspeito teriam discutido. Em seguida, segundo a polícia, o sargento foi até o carro dele e pegou uma arma. O empresário ainda teria corrido para o quarto para tentar se esconder, mas o suspeito invadiu a casa e atirou contra ele.

A polícia informou que foram disparados pelo menos três tiros. Um deles acertou a cabeça da vítima. Pedro morreu ainda no local. Já o suspeito fugiu.

O tenente-coronel que acompanha o caso, Fábio Mota, informou que testemunhas que estavam no sítio chamaram a polícia.

Elas contaram aos policiais que Pegorini e o sargento eram amigos e estavam bebendo juntos. Apesar de terem presenciado a discussão, ainda não sabem o motivo da briga.

A polícia isolou o local e fez a perícia durante a madrugada desta quarta-feira (26). Os policiais encontraram duas armas dentro do quarto onde estava o corpo da vítima, sendo uma espingarda e um revólver.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorriso para exames.

Pegorini era dono de uma funerária em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, e de vários imóveis na região.

A polícia informou que está fazendo rondas na cidade para tentar localizar o suspeito.

O sargento trabalha na Polícia Militar há mais de 15 anos e não havia registros de desvio de conduta dele, segundo a polícia. Via G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Em decisão inédita, juiz autoriza família a plantar maconha em Mato Grosso

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Juiz ainda determinou que toda parte que exceder da produção seja usada como fertilizante

Uma família de Mato Grosso conseguiu uma liminar na Justiça Federal para ser impedida de ser punida pelo cultivo de maconha. Um menor de apenas 11 anos necessita regularmente do medicamento canabidiol para tratar convulsões. Sem dinheiro para comprar o medicamento, que é importado, a família decidiu, desde 2015, plantar maconha em casa para o tratamento do menor. A família está liberada para plantar até 20 exemplares de maconha.

A família até conseguiu o medicamento junto ao Estado de Mato Grosso. Porém, na ação argumenta que nem sempre o Estado consegue entregar e a falta do uso regular impede o tratamento do garoto.  As polícias de Mato Grosso foram consultadas pela Justiça para saber mais informações, mas nada havia sido anotado na ficha deles que desabonasse o casal.

Na decisão o juiz lembrou do ineditismo do fato. “Como cediço, a possibilidade de concessão de liminar em habeas corpus não se encontra prevista em lei. A jurisprudência, no entanto, traçando um paralelo com o mandado de segurança, vem entendendo como requisitos para a concessão da tutela de urgência a probabilidade do direito e o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo”, argumentou.

Em outro ponto, o juiz federal Paulo Cezar Alves Sodré lembrou da situação de desespero vivida pelos pais do menor. “Uma leitura simples da peça inaugural revela verdadeira situação de desespero vivida pelos pacientes, diante do falho e custoso fornecimento do canabidiol pelo Estado. Sob qualquer uma dessas excludentes de juridicidade ou de culpabilidade, é possível reputar lícita a conduta dos pais”.

Ao liberar o cultivo de até 20 exemplares de cannabis sativa para uso do extrato/óleo, o juiz ainda determinou que toda parte que exceder da produção seja usada como fertilizante. Até que haja uma decisão definitiva sobre o caso os pais deverão informar o juízo bimestralmente sobre o cultivo e produção do extrato, bem como apresentar atestado médico de acompanhamento da criança.

A decisão é do dia 21 de fevereiro e a Justiça aguarda manifestação do Ministério Público Federal (MPF) sobre o caso.Via Só Notícias

VOTE NA ENQUETE

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Pai é preso por espancar a filha depois de encontrá-la com o namorado na cama em MT

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Ele confessou que perdeu a cabeça e bateu na menina, que é menor

Um homem foi preso depois de espancar a filha, menor de idade, e deixá-la com hematomas pelo corpo, no sábado (22), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

De acordo com o boletim de ocorrência, o espancamento aconteceu depois que o pai flagrou a menina com o namorado, sem roupas, na cama.

A mãe disse que ela e o pai da menina compartilham a guarda dela, e que a filha estava na casa do pai quando aconteceu a confusão.

O homem relatou a polícia que chegou em casa, viu a garota no quarto com o namorado e perdeu a cabeça.

A menina telefonou para a mãe, pedindo ajuda, e disse que tinha sido agredida pelo pai.

O homem foi levado para a delegacia, onde foi autuado pelo crime de lesão corporal. Via G1

VOTE NA ENQUETE

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Preso em MT acusado de matar homem com cinco tiros, em Médici (RO)

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Crime aconteceu em 2013 após uma discussão banal

A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu na última segunda-feira, Manoel Aureliano Baesse, no Bairro Jardim Eldorado, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, suspeito de ter cometido um homicídio em Rondônia (RO).

A Polícia de Rondônia registrou o homicídio em uma lanchonete, na BR 364, na cidade de Presidente Médici em 2013.

De acordo o boletim de ocorrência, após uma discussão banal, o homem atirou na vítima, identificada como Wanderson Camargo Alves. Depois de crime, o suspeito fugiu em seu veículo e depois abandonou o carro na saída da cidade.

Segundo declarações à polícia, o homem informou que estava na lanchonete e em determinado momento, acabou cochilando na mesa.

A vítima teria jogado água em seu rosto e, ao tirar satisfação, os dois acabaram discutindo e entrando em luta corporal.

Em seguida, ele pegou um facão que estava dentro de seu carro e tentou esfaquear a vítima, porém, foi impedido por outros clientes.

O suspeito contou ainda que depois da briga foi levar um amigo em casa e, na volta, decidiu retornar ao local para terminar a briga, mas, desta vez, foi armado com um revólver. Então, se aproximou da vítima e efetuou cinco disparos.

Ele chegou a ser preso em 2013, na cidade de Urupá, mas não compareceu as audiências e era considerado foragido.

O preso foi encaminhado para audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Fisiculturista é assassinado com sete tiros em bar

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Marcos Vinícius Pereira Pires de Camargo morreu no local. Uma jovem identificada como Isabelly Neves, 17 anos, também foi baleada

Um modelo fisiculturista de 22 anos foi assassinado a tiros em um bar durante a madrugada de domingo no Centro de Rosário Oeste, no estado de Mato Grosso.

Marcos Vinícius Pereira Pires de Camargo morreu no local. Uma jovem identificada como Isabelly Neves, 17 anos, também foi baleada. Para a Polícia, ela foi vítima de bala perdida.Marcos estava em um bar, quando por volta das 1h30 da madrugada uma pessoa não identificada disparou pelo menos sete vezes contra ele. O suspeito fugiu e ainda não foi preso.

Isabelly Neves foi atingida no ombro e socorrida ao hospital de Rosário Oeste. 

A Polícia Civil de Rosário Oeste ouvirá testemunhas e buscará imagens de câmeras de segurança para tentar identificar o suspeito.

Marcos Vinícius era bodybuilder, modelo e atleta. Ele foi campeão estadual de bodybuilder júnior em 2018. Via O Dia

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Homem de 58 anos atira no rosto da ex que recusava reatar; ela está na UTI

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Depois de atirar contra a vítima de 29 anos, Baltazar Augusto de Menezes disparou contra a própria cabeça e morreu

Uma jovem de 29 anos está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) depois de ser baleada no rosto pelo ex-namorado dela em Nova Xavantina, a 651 km de Cuiabá, no sábado (1º). Segundo a Polícia Civil, Karina Souto foi baleada por Baltazar Augusto de Menezes, de 58 anos, depois de se recusar a reatar o namoro com ele.

Baltazar, depois de atirar em Karina, fez um disparo contra a própria cabeça e morreu.

Até esta terça-feira (4), a jovem continuava internada no Hospital e Pronto Socorro Municipal Milton Pessoa Morbeck, em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Ela foi atingida no rosto e no tórax.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como tentativa de homicídio e suicídio.

Karina estava com um grupo de amigos, nos fundos de uma casa de uma amiga, no bairro Santa Mônica.

Baltazar Augusto de Menezes, de 58 anos, se matou depois de atirar na ex-namorada em Nova Xavantina — Foto: Facebook/Reprodução

Testemunhas contaram à polícia que Baltazar foi até a residência e começou uma discussão com a ex-namorada a respeito do fim do relacionamento.

Ele queria que ela voltasse a namorar com ele. Karina disse que não voltaria com o relacionamento.

Ao ter o pedido negado, o suspeito pediu que a ex devolvesse um colar que ele havia dado de presente. A jovem entregou o objeto e, no momento em que o ex foi até o carro dele para guardá-lo, retornou armado e atirou contra Karina.

Logo em seguida, ele atirou em si mesmo. A jovem foi socorrida e transferida para Barra do Garças. O caso é investigado pela Polícia Civil. Via G1

|Participe de nossa enquete

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Desaparecimento de índio em MT mobiliza bombeiros, indígenas e cães farejadores

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Edson Pariuptse foi visto pela última vez no dia 20. B.O foi registrado cinco dias após o desaparecimento

Com o apoio de cães farejadores e de indígenas da Aldeia ‘Laura Vicuña’, em Poxoréu, a 259 km de Cuiabá, bombeiros continuam buscas por Edson Pariuptse que está desaparecido há quase duas semanas.

Nesta quinta-feira (30) completa-se o quinto dia de buscas. Segundo informações dos moradores da aldeia, ele saiu da comunidade após um desentendimento com a família. Ele foi visto pela última vez, no dia 20, porém o boletim de ocorrência só foi registrado no dia 25, porque a família achou que ele voltaria.

Grupo está no quinto dia de buscas por índio desaparecido — Foto: Reprodução/TVCA

As buscas se concentram em uma área que tem mais 40 quilômetros de extensão. De acordo com o corpo de bombeiros, as dificuldades continuam as mesmas: uma região de mata densa, extensa, e até agora, sem novas pistas do paradeiro do indígena. Via TVCA

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %