Síndico morre baleado por guarda-civil após briga por vaga de garagem

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

A arma do GCM, uma pistola calibre ponto 40, e 13 munições intactas foram apreendidas pela polícia

Uma discussão por causa de uma vaga de garagem terminou com a morte do síndico Paulo Vicente Vilhena Duarte, 56 anos, por volta da 0h05 desta terça-feira (5), em Osasco, na Grande SP. Ele teria sido baleado acidentalmente por um guarda-civil municipal, de 29 anos, que estava de folga.

Segundo relatado pelo guarda à polícia, ele e o síndico iniciaram uma discussão após a vítima alegar que a vaga de garagem era dele e não do GCM. Duarte teria apresentado um documento de 2011 para “provar” a posse da vaga. Por conta disso, os dois iniciaram uma discussão, durante a qual o síndico teria tentado pegar a arma do guarda, que “teria disparado acidentalmente, atingindo o abdômen da vítima, onde o projétil ficou alojado”, diz trecho da ocorrência com a versão contada pelo GCM. 

Após o tiro, disparado por volta das 18h10 de segunda-feira (4), o guarda acionou socorro à vítima por telefone. Uma unidade de resgate dos bombeiros prestou os primeiros socorros ao síndico, que foi levado posteriormente ao hospital municipal Antônio Giglio por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgências). 

No local, ele foi submetido a uma cirurgia no intestino delgado. Porém, no início da madrugada desta terça, ele morreu. A causa preliminar da morte, segundo relatório de óbito, é “choque hipovolêmico” (quando se perde muito sangue, fazendo com que o coração deixe de ser capaz de bombear o sangue necessário para todo o corpo), que resultou em uma parada cardiorrespiratória.  

A arma do GCM, uma pistola calibre ponto 40, e 13 munições intactas foram apreendidas pela polícia. Ele foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar). 

Discussão começou pelo direito de uso da vaga da garagem do edifício. (Foto: Getty Images)

Outro lado

A Prefeitura de Osasco, gestão Rogério Lins (Pode), afirmou que afastou o GCM das ruas e que ele vai fazer serviços administrativos durante investigações da Polícia Civil e apuração da Corregedoria da GCM. 

O governo municipal confirmou a versão contada pelo guarda à polícia, de que o síndico teria tentado desarmar o GCM, após ambos discutirem por conta de uma vaga de garagem. Via FolhaPress

LEIA TAMBÉM

Homem é encontrado morto dentro de carro na BR-364

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

A Polícia Militar foi acionada e isolou o local para os trabalhos da Perícia Criminal

Antônio Filho Bispo, 42, foi encontrado morto dentro de um carro modelo Saveiro Cross (placa NCQ – 3796) na tarde desta segunda-feira (04) em uma vicinal da BR-364, próximo da ponte do Bate-estacas, sentido Acre, em Porto Velho (RO), informa o Rondoniaovivo.

A Polícia Militar foi acionada e isolou o local para os trabalhos da Perícia Criminal. Ainda não se sabe a causa da morte.

Próximo ao corpo, segundo a polícia, foi encontrado um saquinho com um pó branco.

Não existem marcas aparentes de violência no corpo da vítima.

LEIA TAMBÉM

Cabeleireiro de Cristiano Ronaldo é encontrado morto em hotel; brasileiro é suspeito

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Camareira encontrou o corpo ensanguentado sobre a cama, com diversos golpes de faca. Um suspeito foi detido pela polícia

O cabeleireiro do craque português Cristiano Ronaldo foi encontrado morto a facadas, na sexta-feira (01/11/2019), dentro de um quarto de hotel em Zurique, na Suíça. Ricardo Marques Ferreira tinha 49 anos e deixa dois filhos, um rapaz e uma moça.

Ao jornal Diário de Notícias da Madeira, um familiar teria dito que estava tudo bem com o profissional um dia antes do crime. O corpo foi encontrado por uma camareira do hotel. De acordo com o testemunho, ele estava sobre a cama, coberto de sangue e com vários golpes de faca.

publicação também destaca que um suspeito pelo crime foi preso. A informação preliminar é de que se trate de um brasileiro de 39 anos. A identidade dele não foi revelada. Em comunicado divulgado, a polícia de Zurique adiantou que o suspeito foi detido em casa na noite de sábado (02/11/2019).

Ricardo Marques Ferreira era conhecido por atender várias celebridades portuguesas, além do jogador Cristiano Ronaldo. Ele vivia na Suíça há dois anos e estava divorciado.

LEIA TAMBÉM

Filho encontra mãe morta em Porto Velho; ela teria se enforcado

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Uma empresária de 39 anos, identificada como Adriana Gomes, foi encontrada morta na noite deste sábado (02) em um residencial localizada na Rua Paulo Freire, bairro Flodoaldo Pontes Pinto, na zona Leste de Porto Velho (RO), informa o Rondoniaovivo.

Adriana Gomes era empresária em Porto Velho

De acordo com a polícia o filho da empresária ao chegar em casa encontrou a mãe morta. Equipes da Polícia Militar, Perícia Técnica e rabecão foram chamadas para o local.

As informações são de que a mulher tirou a própria vida usando um cinto.

A vítima era dona de uma empresa de açaí na Avenida Jorge Teixeira.

Leia também

Estudante de 20 anos morre ao ser atingida acidentalmente por garrafa em festa

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Luana Farias foi ferida no pescoço, no lado esquerdo do rosto e no braço. Ela comemorava uma promoção no trabalho e foi socorrida, mas não sobreviveu

Uma universitária de 20 anos morreu, na madrugada deste domingo, ao ser atingida acidentalmente por uma garrafa durante uma briga em uma festa no centro comunitário do bairro Universitário, na Zona Norte de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Luana Farias de Oliveira , que também trabalha como atendente de farmácia, estava comemorando a folga e uma promoção no trabalho.

De acordo com testemunhas, a estudante , que não tinha envolvimento na confusão, foi atingida no pescoço, no lado esquerdo do rosto e no braço. Ela contou ao marido, que estava com ela, sobre os ferimentos, desmaiando em seguida. A estudante foi levada por amigos à UPA do bairro, mas não resistiu depois de sofrer paradas cardíacas.

Luana foi à festa para comemorar promoção no trabalho

A irmã de Luana, Jéssica Farias lamentou a morte dela pelas redes sociais. “Minha linda estava tão feliz ontem que subiu de cargo no serviço, ia pegar folga hoje e queria comemorar . Tão jovem, tão linda, tão inteligente e querida. Não tinha maldade. Eu não acredito que isso aconteceu com você”, comentou.

O caso é investigado pela Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Vila Piratininga. A especializada já ouviu dois suspeitos de participar da briga que culminou na morte da estudante . Até o momento, ninguém foi preso.

Leia também

Mulher esquarteja colega de quarto após ele matar gato dela

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

A suspeita é de que ela tenha colocado os restos mortais do homem em cinco sacos de lixo, levando-os em diversas viagens a um ponto distante

Uma mulher russa é acusada de espancar o colega de quarto até a morte com um martelo e esquartejar o corpo com uma serra. O motivo, segundo a polícia da Rússia, seria porque a vítima teria matado o gato dela.

Anastasia Kh, de 41 anos, foi presa. A suspeita é de que ela tenha colocado os restos mortais do homem em cinco sacos de lixo, levando-os em diversas viagens a um ponto distante quase cinco quilômetros de onde o crime aconteceu, em Kirov.

A mulher, então, queimou as partes do corpo, que foram encontrados por um homem que passeava com seu cachorro. Nas sacolas, estavam ossos das pernas, costelas, um ombro, partes da pélvis da vítima e pele humana, segundo os policiais. As informações são do Mirror.

Filha única, jovem assassinada em Bariri se casaria em janeiro

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Mariana Forti Bazza desapareceu depois de sair da academia de ginástica e aceitar a ajuda de um estranho para trocar um pneu do seu carro

Familiares e amigos da universitária Mariana Forti Bazza, de 19 anos, assassinada na terça-feira (24/09/2019) depois de aceitar ajuda de um estranho para trocar um pneu do carro, em Bariri, interior de São Paulo, descrevem a jovem como uma pessoa amorosa, cheia de planos e de bem como a vida. “Ela era voluntariosa e simpática ao mesmo tempo, uma menina alegre, vaidosa e cheia de vida. Ela tinha um coração muito bom, ajudava a todos, não via maldade nas pessoas”, disse Jessylen Vianna, irmã do namorado de Mariana, Jefferson Vianna. São informações do Estadão.

Ela conta que os dois namoravam há dois anos e pretendiam se casar e morar juntos, em Santos, onde ele trabalha na Marinha do Brasil. A mudança dela para a cidade litorânea estava prevista para janeiro.

A amiga Patrícia Fernandes, que frequentava a mesma academia de ginástica, descreve Mariana como uma pessoa amável. “Estava sempre sorrindo, parece que não tinha tempo ruim. Até chorei quando acharam o corpo. Podia ter acontecido comigo, com alguém da família. Foi uma coisa brutal, inexplicável”, lamentou.

Mariana desapareceu na manhã de terça, depois de sair da academia de ginástica e aceitar a ajuda de um estranho para trocar um pneu do seu carro, que havia murchado. O corpo foi encontrado no dia seguinte, em um canavial de Ibitinga, cidade próxima.

Imagens de uma câmera de segurança mostraram quando a jovem foi abordada pelo pintor Rodrigo Pereira Alves, de 37 anos, ex-presidiário, condenado por sequestro e estupro, entre outros crimes, que tinha saído havia um mês da prisão. Ele foi preso no mesmo dia do crime.

Luto e comoção

Na cidade de 35 mil habitantes, a morte de Mariana causou comoção. O prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) decretou oficial por três dias no município. A academia Cross, onde a jovem fazia ginástica, não abriu nesta quinta-feira (26/09/2019) “em razão de luto”. Funcionários foram dispensados para acompanhar o velório da jovem.

No Centro Universitário Sagrado Coração (Unisagrado), em Bauru, onde Mariana cursava o segundo ano de fisioterapia, as aulas foram suspensas e foi celebrada uma missa, na noite de quarta, em que houve apelos contra a violência. Em nota, a faculdade manifestou tristeza e se solidarizou com a família e colegas de turma enlutados.

“Infelizmente, um sonho, um futuro, uma mente, um coração jovem foi perdido! Essa ruptura dolorosa impõe a reflexão sobre o que a sociedade precisa fazer pelos seus jovens e reafirma o importante papel das instituições de ensino como promotoras de um mundo em que as esperanças e entusiasmos não deem espaço para a precariedade, que gera o medo”, diz a nota.

Pesar nas redes sociais

Em redes sociais, entre centenas de mensagens de repúdio e ódio ao autor do crime, amigos, conhecidos e pessoas que não conheciam a família manifestaram pesar e solidariedade. “Deus conforte o coração de todos e amenize essa dor. Nós, mães, estamos de luto. Descansa em paz, Mariana”, escreveu Silvia Eldécio Crespi.

“O céu de Bariri chora junto com todos nós! É difícil acreditar que um ser humano seja capaz de tanta crueldade e frieza. Mari não dá para acreditar, tão jovem, tão linda, amiga, com a vida toda pela frente! Quero me lembrar de você sorrindo!” postou Isabela Carvalho

Corpo de jovem que desapareceu após sair de academia é encontrado amarrado e amordaçado

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

O acusado foi preso e indicou o local onde deixou o corpo de Mariana Bazza

A polícia encontrou o corpo da jovem Mariana Bazza, de 19 anos, amarrado e amordaçado em um canavial na região de Itajú, cidade próxima à Ibitinga. Ela estava desaparecida desde a última terça-feira (24), quando saiu da academia e aceitou ajuda de um homem para trocar o pneu de seu carro.

O suspeito de 33 anos foi preso na noite de terça-feira e somente na manhã desta quarta-feira (25) confessou ter matado a garota. Ele indicou para os policiais onde havia deixado o corpo.  

Mariana Bazza era estudante de fisioterapia e filha única. Sua família mora em Bariri, uma pequena cidade com 34 mil habitantes.  Da academia até o canavial onde foi encontrada são aproximadamente 15 quilômetros.

Mariana Bazza

Uma história de amor interrompida

No dia 26 de agosto o namorado de Mariana, Jefferson Viana, fez uma linda declaração para a namorada nas redes sociais. No texto ele fala de sua preocupação por ela estudar à noite, e que só fica tranquilo ao saber que ela está em casa. Por ironia, o crime aconteceu pela manhã. 

“Hoje me peguei pensando no que é o amor, fácil dizer eu te amo, mas saber o verdadeiro sentimento por trás dessa palavra que parece simples, porém tem grande poder… Antes dela pegar o ônibus para a faculdade eu novamente digo, “amor, tenha uma boa viagem e que Deus lhe acompanhe eu te amo”. Essas palavras resumem amor que nada aconteça contigo até o caminho da faculdade pois não suportaria viver sem você. E de noite quando está acabando o dia, fico aguardando ela retornar da faculdade e quando enfim sei que o dia dela nada de ruim aconteceu, então eu digo “amor tenha uma ótima noite durma muito bem e que Deus lhe abençoe, eu te amo”… essas palavras resumem meu amor, que bom que nada de ruim lhe aconteceu, estou feliz por você estar bem, e espero que descanse para que amanhã tenha um novo dia bom e belo…”.

Entenda o caso

Mariana desapareceu na manhã de terça-feira depois de aceitar a ajuda oferecida por um estranho para trocar um pneu furado, em Bariri, cidade do interior de São Paulo. Ela havia saído de uma academia de ginástica e encontrou seu carro com um pneu vazio. O homem a abordou e se ofereceu para fazer a troca, pedindo a ela que levasse o carro até uma chácara, do outro lado da avenida. Veja o vídeo da abordagem:

Uma câmera de segurança instalada na fachada do prédio registrou a abordagem. As imagens mostram que, uma hora depois, o veículo saiu da chácara, mas não é possível identificar o condutor. O carro foi achado vazio em uma cidade vizinha.

Sem ter notícias da jovem, que deixou de atender o celular, a família recorreu à polícia. A PM iniciou buscas na região, usando cães farejadores e um helicóptero. Amigos de Mariana se mobilizaram pelas redes sociais. O namorado dela, Jefferson Viana, contou que a jovem havia ligado para falar do pneu furado e enviou uma foto do rapaz trocando o pneu.

Rodrigo Pereira Alves foi fotografado pela própria vítima, que enviou a foto para seu namorado

O delegado da Polícia Civil Durval Izar Neto pediu as imagens da câmera e identificou o suspeito. Ele foi encontrado escondido no telhado de uma casa, em Itápolis, cidade da região. Veja o vídeo da prisão:

Ouvido durante a madrugada de quarta-feira (25) ele negou envolvimento no sumiço da jovem. Conforme afirmou o delegado, o suspeito tem passagens por sequestro, estupro e tentativa de latrocínio, tendo saído da prisão há um mês. O delegado pediu a prisão temporária do rapaz para a sequência das investigações.

Comoção

A morte de Mariana causou comoção de amigos e familiares nas redes sociais. Muitos prestaram homenagens e lamentaram a perda da jovem universitária em um crime tão brutal. O prefeito de Bariri, Francisco Leoni Neto, decretou, nesta quarta-feira, luto oficial de três dias no município.

O Centro Universitário Sagrado Coração (antiga USC) emitiu nota de pesar sobre a morte da estudante, que tinha planos de atuar na área de fisioterapia. Uma missa será celebrada em memória de Mariana, nesta quarta-feira, às 18h, no Anfiteatro E2 do Unisagrado, localizado no bloco E do câmpus. Confira a nota:

“Foi com grande consternação que o Unisagrado recebeu a notícia do falecimento da estudante do segundo ano do curso de Fisioterapia, Mariana Forti Bazza, oficializado nesta quarta-feira (25). Neste momento, a Instituição se solidariza com a família e colegas de turma, enlutados.

O Unisagrado declara sua tristeza pelo desfecho ao desaparecimento de Mariana. Infelizmente, um sonho, um futuro, uma mente, um coração jovem foi perdido! Essa ruptura dolorosa impõe a reflexão sobre o que a sociedade precisa fazer pelos seus jovens e reafirma o importante papel das instituições de ensino como promotoras de um mundo em que as esperanças e entusiasmos não deem espaço para a precariedade, que gera o medo.

A comunidade universitária se une à família e amigos em prece e suplica ao Coração de Jesus fortaleza e paz, neste momento de dor”.

Com G1/Notícias ao Minuto/JCNet

Caminhoneiros de Jaru são mortos em estrada de Minas

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Polícia suspeita que crime tenha sido retaliação a uma briga, em posto

Na tarde da última segunda-feira, 26, por volta de 17h5, a Polícia Militar de Minas Gerais foi acionada para comparecer na rodovia BR-365, entre Flor de Minas e Santa Vitória, onde populares encontraram dois homens mortos.

Caminhoneiros foram mortos em Minas Gerais

Conforme informações, um dos corpos foi localizado na boleia do caminhão
e a segunda vítima foi encontrada na margem contrária da rodovia. Os cadáveres estão em avançado estado de decomposição com perfurações pelo corpo e ambos em posição decúbito ventral (barriga para baixo). Marcas de sangue podem ser notadas no meio da pista, fazendo o trajeto até o corpo da vítima encontrada na margem.

O veículo (cavalo) possui placa NBU-5167, de Ji Paraná, Rondônia, e a carreta placa JYA-1199. A princípio, o veículo está carregado com madeira.

As vítimas foram identificadas como sendo Valney Maia Borges, 27 anos, e Francisco Paiva Bezerra Filho, de 29 anos, ambos naturais de Jaru/Rondônia.

A Polícia Civil informou na manhã desta terça-feira, 27, sobre a realização da perícia no caminhão. O delegado responsável pelo caso, Rafael Faria, informou que foram recolhidos do automóvel todos os materiais que possam ajudar na apuração da autoria.

Equipes da PC estão neste momento em diligências para apurar uma suposta discussão/briga do motorista na cidade de São Simão, em Goiás, em um posto de combustíveis.

O delegado informou ainda que não existem até o momento indícios de autoria, mas que a polícia possui uma trilha de investigação a ser seguida. O veículo havia sido encaminhado para o pátio credenciado da Polícia Civil de Santa Vitória.

Com informações do Pontalemfoco – Fotos de Rodrigo Costa

Jovens morrem minutos após se casarem

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

“Eles não ficaram casados por cinco minutos”, lamentou a mãe do noivo

Harley Morgan, de 19 anos, e Rhiannon Boudreaux, de 20, morreram em um acidente de carro minutos após terem se casado, na sexta-feira (23), no Texas, Estados Unidos. “Eles não ficaram casados por cinco minutos”, disse LaShawna Morgan, mãe do noivo.

De acordo com o policial Keith Longlois, o casal estava saindo do prédio onde se casaram quando um caminhão bateu contra o veículo em que estavam. A colisão foi tão forte que o carro capotou diversas vezes antes de parar em uma vala.

Os convidados do casamento testemunharam o acidente. Ao jornal Beautmont Enterprise, a irmã de Harley, Christina Fontenot, disse que acredita que o casal não viu o caminhão se aproximando.

“Eu tive que ficar sentada lá e ver meus dois bebês morrerem”, disse a mãe de Harley também ao jornal. Ela esperava as autoridades retirarem os corpos das ferragens. “Essa é uma imagem que eu vou ter para o resto da minha vida. Eu ainda tenho o sangue dele nas minhas mãos de tentar tirá-los de lá.”

O motorista do caminhão não pôde ser identificado, mas, segundo Longlois, ele está cooperando com a investigação. O policial ainda afirmou à TIME que testes de álcool e drogas devem ser realizados.