Mulher é encontrada morta dentro de carro em Niterói

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

De acordo com a Polícia Militar, um homem ferido também estava no veículo

Uma mulher foi encontrada morta, neste sábado, dentro de um carro na Rua Promotor Fernando Mattos Fernandes, no Cafubá, em Niterói, por equipes do 12ºBPM (Niterói).

De acordo com a Polícia Militar, um homem ferido também estava no veículo. Ainda de acordo com a PM, a vítima foi atingida por um tiro.

Foto: Pixabay

Uma pistola foi apreendida e a Polícia Civil foi acionada para realizar a perícia. Já o rapaz foi socorrido ao Hospital Mário Monteiro.

Segundo populares, a vítima e o homem teriam um relacionamento e ele teria atirado nela.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI). 

LEIA TAMBÉM

Dois filhos de Flordelis e de pastor são suspeitos de matar o pai para defender mãe após traição

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Polícia procura terceiro suspeito em morte de marido da deputada

A Polícia Civil procura por um terceiro suspeito envolvido na morte do pastor Anderson do Carmo de Souza, 42 anos, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ). Nesta manhã, um dos filhos da cantora gospel de 58 anos, foi detido logo após o enterro do padrasto no início da tarde desta segunda-feira. No domingo, outro filho de 18 anos foi preso por um crime cometido quando ainda era menor.

Segundo agentes, o caso está perto de ser solucionado. A linha de investigação da polícia, agora, mudou: sai a desavença familiar e entra um possível caso extraconjungal.Os filhos souberam da suposta traição e teriam tomado as dores da parlamentar, decidindo executar o religioso. O terceiro suspeito também é filho de Flordelis, conforme a polícia. “Os filhos tomaram as dores da mãe e o executaram, por isso ela está batendo na tecla do latrocínio. Há uma concentração de tiros na genitália da vítima e isso mostra que os criminosos agiram com raiva. Há uma terceira pessoa sendo procurada pelo crime. Já temos imagens de câmeras e, a qualquer momento, podemos ter resultados”, disse uma fonte da Polícia Civil.

De acordo com apuração do jornal carioca O DIA, o homem, que foi identificado como Flávio Rodrigues de Souza foi preso por conta de um mandado de prisão em aberto por violência doméstica, em outro crime ligado à Lei Maria da Penha. Flávio, que é filho apenas de Flordelis, será levado para a carceragem da Polinter.Ainda neste domingo, durante depoimentos de filhos do casal sobre a morte do pastor, um deles acabou preso. 

Enterro do pastor Anderson do Carmo – Cléber Mendes/Agência O Dia

Lucas dos Santos, de 18 anos, também é um dos principais suspeitos da morte do religioso. Contra ele, havia um mandado de apreensão em aberto por tráfico de drogas, quando o rapaz ainda era menor. De acordo com as investigações, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas na Comunidade da Cocada, na região de Pendotiba. Segundo agentes, Lucas ainda teria pego uma arma com um dos traficantes e estaria devendo o material. Ele é usuário de drogas e brigou recentemente com os pais por conta do vício. Flordelis e Anderson têm mais de 50 filhos, entre adotados e biológicos.

“Foi expedido um mandado de prisão por violência doméstica. Sobre o outro filho, eu não sei se ele está aqui ou não. O delegado falou comigo muito rápido. Sobre o pedido da prisão do Flávio já sabíamos do mandado e até tínhamos pedido um habeas corpus e a revogação. Tem se veiculado que ele está envolvido com o homicídio, mas não tem nada disso. A vítima, ex-esposa dele, já ligou desesperada e chorando querendo de retratar e retirar a queixa. Eles já estão separados há anos. Sobre desavença, não tenho essa informação. Se tivesse acontecido isso, eu estaria sabendo. Eu desconheço desavença, mas eu não posso dizer se tinha ou não. Foi um caso brutal, que leva-se a essa especulação. Digamos que fosse um crime passional, acho que não tinha desavença. Não sei detalhes da perícia, pois depois que a Flordelis saiu daqui eu não voltei mais”, disse a advogada de defesa Luciene Diniz Suzuki.

Flávio foi detido por policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) ainda no Memorial Parque Nycteroy. Durante o sepultamento, ele ficou o tempo todo ao lado da mãe, saindo com ela após a cerimônia. No fim do enterro, os agentes da DHNSG pediram para guardas municipais fecharem o cemitério. Eles, então, procuraram Flávio nos carros estacionados no local. Abordado, Flordelis pediu para que ele não fosse levado, dizendo “aqui não”.

Flávio foi detido logo após o pai ser enterrado. Ele é suspeito de participação do crime e tinha mandado de prisão em aberto por violência doméstica – Cléber Mendes/Agência O Dia

Deputada não acredita no envolvimento dos filhos

A deputada Flordelis rechaça a hipótese de que um de seus filhos seja o autor do crime: “Isso é ridículo, acusar alguém sem provas”. Ela acredita que o crime foi uma tentativa de assalto. “É nisso que eu acredito, que foi um assalto, e que ele morreu defendendo a família”, disse Flordelis durante o enterro.

A polícia informou que os criminosos fugiram do local sem levar nada. Investigadores revelaram também que os bandidos usaram toucas ninja e que doparam o cachorro da família antes do crime.

Com G1 e O DIA

Marido da deputada Flordelis foi alvejado com pelo menos 30 tiros, revelou laudo

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

O corpo do pastor Anderson Carmo Souza, marido da deputada federal Flordelis (PSD), morto na madrugada de domingo (16), pouco depois de voltar para casa, em Niterói, Região Metropolitana do Rio, tem 30 marcas de tiros no total. A informação consta do laudo do Instituto Médico Legal (IML) e foi divulgada pelo G1.

Dos 30 disparos, a maior parte está concentrada no abdome: oito no total. A análise permitiu identificar um tiro de entrada que foi dado junto à orelha direita do pastor Anderson, à curta distância, o que para os investigadores indicaria que o criminoso tinha a intenção de matá-lo.

Segundo o perito, o exame apontou “30 perfurações irregulares” no corpo do pastor.

“Devido à multiplicidade dos disparos não foi possível determinar quais lesões seriam de entrada e quais seriam de saída”, escreve o perito.

Investigação do crime

Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói prenderam, no início da tarde desta segunda-feira (17), um dos filhos da deputada Flordelis e do pastor Anderson do Carmo Souza, morto na madrugada deste domingo (16), quando chegava em casa.

Segundo a polícia, o filho da deputada tinha um mandado de prisão em aberto por violência doméstica. A identidade dele ainda não foi divulgada.

O rapaz foi preso durante o enterro de Anderson no cemitério Memorial Parque Nycteroy, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, no início da tarde. A deputada Flordelis e o pastor têm 55 filhos, a maioria adotados.

Desde a manhã desta segunda, a polícia investigava se alguém próximo ao casal havia praticado o crime.

Filho da deputada federal Flordelis é detido no enterro suspeito de participar da morte do pai

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Governador Wilson Witzel havia dito mais cedo que Flávio era investigado pelo assassinato do pastor Anderson do Carmo, morto a tiros dentro de casa

A Polícia Civil procura por um terceiro suspeito envolvido na morte do pastor Anderson do Carmo de Souza, 42 anos, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ). Nesta manhã, um dos filhos da cantora gospel de 58 anos, foi detido logo após o enterro do padrasto no início da tarde desta segunda-feira. Os agentes trabalham, agora, com outra linha de investigação: o assassinato de Anderson pode ter sido motivado por uma suposta traição do pastor. Os filhos souberam do suposto caso e teriam tomado as dores da parlamentar, decidindo executar o religioso. “Os filhos tomaram as dores da mãe e o executaram, por isso ela está batendo na tecla do latrocínio. Há uma concentração de tiros na genitália da vítima e isso mostra que os criminosos agiram com raiva. Há uma terceira pessoa sendo procurada pelo crime. Já temos imagens de câmeras e, a qualquer momento, podemos ter resultados”, disse uma fonte da Polícia Civil.

Preso no enterro do padrasto

De acordo com apuração do DIA, o homem, que foi identificado como Flávio Rodrigues de Souza foi prestar esclarecimentos sobre a morte do pastor, na madrugada de ontem, em Niterói, na Região Metropolitana do estado e preso por conta de um mandado de prisão em aberto por violência doméstica, em outro crime ligado à Lei Maria da Penha. Flávio, que é filho apenas de Flordelis, será levado para a carceragem da Polinter.

Ainda neste domingo, durante depoimentos de filhos do casal sobre a morte do pastor, um deles já havia sido preso. Lucas dos Santos, de 18 anos, também é um dos principais suspeitos da morte. Contra ele, havia um mandado de apreensão em aberto por tráfico de drogas, quando o rapaz ainda era menor. De acordo com as investigações, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas na Comunidade da Cocada, na região de Pendotiba. Segundo agentes, Lucas ainda teria pego uma arma com um dos traficantes e estaria devendo o material. Ele é usuário de drogas e brigou recentemente com os pais por conta do vício. Flordelis e Anderson têm mais de 50 filhos, entre adotados e biológicos. 

Flávio foi detido logo após o pai ser enterrado. Ele é suspeito de participação do crime e tinha mandado de prisão em aberto por violência doméstica – Cléber Mendes/Agência O Dia

“Foi expedido um mandado de prisão por violência doméstica. Sobre o outro filho, eu não sei se ele está aqui ou não. O delegado falou comigo muito rápido. Sobre o pedido da prisão do Flávio já sabíamos do mandado e até tínhamos pedido um habeas corpus e a revogação. Tem se veiculado que ele está envolvido com o homicídio, mas não tem nada disso. A vítima, ex-esposa dele, já ligou desesperada e chorando querendo de retratar e retirar a queixa. Eles já estão separados há anos. Sobre desavença, não tenho essa informação. Se tivesse acontecido isso, eu estaria sabendo. Eu desconheço desavença, mas eu não posso dizer se tinha ou não. Foi um caso brutal, que leva-se a essa especulação. Digamos que fosse um crime passional, acho que não tinha desavença. Não sei detalhes da perícia, pois depois que a Flordelis saiu daqui eu não voltei mais”, disse a advogada de defesa Luciene Diniz Suzuki.  

Enterro do pastor Anderson do Carmo – Cléber Mendes/Agência O Dia

Flávio foi detido por policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) ainda no Memorial Parque Nycteroy. Durante o sepultamento, ele ficou o tempo todo ao lado da mãe, saindo com ela após a cerimônia. No fim do enterro, os agentes da DHNSG pediram para guardas municipais fecharem o cemitério. Eles, então, procuraram Flávio nos carros estacionados no local. Abordado, Flordelis pediu para que ele não fosse levado, dizendo “aqui não”.

Anderson do Carmo e Flordelis – Reprodução

As informações são de O Dia

Marido de deputada Flordelis foi assassinado com duas pistolas, diz polícia

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Pastor Anderson do Carmo foi morto dentro de casa, na madrugada desse domingo (16/06/2019), com mais de 15 tiros


Os criminosos que assassinaram o pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), usaram pelo menos duas pistolas Glock calibre. 9mm. A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) apontou que dois fragmentos de bala encontrados no local podem ajudar a identificar quem comprou as munições.

Anderson do Carmo, 42 anos, foi atingido por mais de 15 tiros, a maioria nas regiões do tórax e da genitália. O assassinato ocorreu na madrugada desse domingo (16/06/2019) e teria sido motivado por desavenças na família. O corpo do pastor será enterrado nesta segunda-feira (17/06/2019).

Os legistas que realizaram a autópsia não conseguiram concluir se os disparos foram feitos pelas costas ou pela frente da vítima. Até o momento, Flordelis, dois filhos e dois netos do casal já prestaram depoimento na delegacia. Câmeras de segurança nas imediações do local do crime também são analisadas.

De acordo com a Polícia Civil, na manhã desta segunda, foi realizada perícia no local e no carro da vítima. As investigações estão em andamento.

Marido de deputada levou pelo menos 15 tiros

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Pastor Anderson do Carmo foi executado após casal chegar a residência, que fica em Pendotiba

O marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) foi assassinado a tiros dentro de casa, no final da noite deste sábado, em Pendotiba, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. Segundo informações, o pastor Anderson Carmo foi executado com pelo menos 15 tiros minutos depois de chegarem na residência.

Segundo fontes da Polícia Civil, a parlamentar estava ao lado do marido no momento da execução. Ela ligada ao senador Arolde de Oliveira, do Partido Social Democrático (PSD) — foi a sexta deputada federal mais votada no estado do Rio de Janeiro e Anderson era o seu articulador político. Segundo pessoas ligadas à Flordelis , Anderson planejava lançá-la como candidata a prefeita de São Gonçalo, em 2020. 

Em março de 2018, a parlamentar e o marido foram alvos de bandidos. À época, Anderson disse que “teve um livramento” na tentativa frustrada de assalto. Ainda segundo o pastor, “mesmo com tanta violência, eles não deixariam de acreditar na restauração das pessoas”.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, lamentou a morte de Anderson nas redes sociais. “Uma pessoa ímpar, exemplo para tanta gente”, declarou a ministro, que também é pastora.

Pais de 5 filhos, o casal se conheceu em dezembro de 1991, durante um trabalho de evangelismo feito pela cantora. Em abril de 1994, eles se casaram e eram dirigentes da Cidade do Fogo, em São Gonçalo. Flordelis e Anderson são fundadores da igreja Ministério Flordelis, no Galo Branco, também em São Gonçalo.

Com IG

Marido da deputada Flordelis é assassinado em Niterói na porta de casa; parlamentar estava com ele

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Pastor Anderson Carmo foi executado em sua casa, em Pendotiba, com diversos tiros, segundo informações. Assessor de Flordelis diz que ela está ‘muito abalada’

O marido da deputada federal Flordelis (PSD) foi assassinado na madrugada deste domingo (16), em Pendotiba, Niterói. Segundo informações, Anderson Carmo foi executado por volta das 4h, com diversos tiros, pouco tempo após chegar em casa.

Uma equipe do 12º BPM foi acionada com a informação de uma tentativa de homicídio no local onde Anderson foi baleado. A vítima já havia sido socorrida pelos familiares e levada para o Hospital Niterói D’Or, em Santa Rosa, mas ela não resistiu aos ferimentos.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI). A Civil informou que uma perícia foi realizada no local e no carro da vítima e que diligências estão sendo realizadas.

Sensação de estar sendo seguida

Segundo relatos das testemunhas para os PMS, Anderson e a Flordelis estavam voltando de uma confraternização quando, na altura do Mc Donald’s de São Francisco, a deputada teve a sensação de estar sendo seguida por duas motos. Quando já estavam dentro da residência, Anderson teria voltado na garagem dizendo que ia buscar algo que havia esquecido no carro.

Familiares relataram ainda que, logo em seguida, foram ouvido os tiros. E que, logo após os disparos, familiares desceram e encontraram Anderson baleado próximo ao carro.

‘Flordelis está abalada’, diz assessor

O assessor de Flordelis disse que a deputada está muito abalada com tudo o que aconteceu. Ele informou que ela está em casa e deve se pronunciar em breve com uma nota nas redes sociais.

Neste domingo, Anderson Carmo participaria do evento “Homens de Sucesso”, no Ministério Flordelis- Cidade do Fogo, em São Gonçalo.

Com G1/RJ

Motorista da Uber é morto ao entrar por engano em comunidade de Niterói (RJ)

David Francis Silva Soares, de 38 anos, entrou na favela Morro da Palmeira para buscar passageiro

Um motorista da Uber foi assassinado nesta quarta-feira, 18, quando entrou por engano em uma favela de Niterói, na região metropolitana do Rio. Temendo um ataque de rivais, criminosos da comunidade Palmeira, que fica no bairro Fonseca, dispararam contra o Cobalt branco dirigido por David Francis Silva Soares, de 38 anos.

Os traficantes colocaram o corpo de David no banco de trás do veículo e o levaram para uma comunidade vizinha, Engenhoca, onde criminosos estão em guerra com a quadrilha que domina a Palmeira. O objetivo teria sido confundir os policiais com relação à autoria do crime.

Segundo policiais, o motorista teria entrado na área com os vidros fechados e o pisca alerta desligado, o que “violaria” orientações passadas por criminosos para quem entra no local. Ele estaria em deslocamento para buscar um passageiro.

Em nota, a Polícia Militar informou que a vítima foi encontrada “já em óbito no interior de um veículo”. A Polícia Civil informou que “a vítima era motorista de um aplicativo e ao entrar no Morro da Palmeira, no Fonseca, na Zona Norte de Niterói, para buscar um passageiro sem ligar o alerta do veículo, acabou baleado por traficantes da que atuam nessa comunidade”.

“Em constantes guerras pelo controle das bocas-de-fumo da região com integrantes de uma facção criminosa, estes suspeitaram que havia rivais dentro do Cobalt branco”, informou em nota a Polícia Civil.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHDGI) faz operação, na manhã desta quinta-feira, 19, para tentar prender os autores do crime.

Fonte: noticiasaominuto

Jovem de 17 anos desaparecida há quatro dias é encontrada no RJ, diz família

Alana Sá Barreto foi encontrada na manhã desta quinta (22) e ficou sob custódia policial em uma faculdade em Niterói até a chegada dos pais.

A adolescente Alana Sá Barreto, de 17 anos, desaparecida desde o domingo (18), foi encontrada nesta quinta-feira (22). A família, inicialmente, recebeu a informação de que a jovem estava na Ilha do Governador, mas, em seguida, foram informados de que Alana estava sob custódia policial em uma faculdade em Niterói. Segundo a família, ela está bem. A volta ao Recife deve acontecer entre a quinta e a sexta (22).

O G1 entrou em contato com a Polícia Civil de Pernambuco e aguarda retorno sobre o desfecho do caso. A reportagem também questionou a corporação se o universitário de 20 anos com quem Alana se encontrou no Rio foi chamado para prestar depoimento.

Alana havia sido vista pela família pela última vez na tarde do domingo (18), quando foi deixada pela mãe em um shopping da Zona Sul da capital pernambucana para se encontrar com uma amiga. Desde então, a família iniciou uma campanha nas redes sociais para encontrar a adolescente.

Através de imagens de câmeras de segurança do centro de compras, a Polícia Civil identificou que Alana entrou em um carro de transporte particular de passageiros com uma mochila nas costas. Durante as investigações, a corporação também constatou que ela saiu do shopping em direção ao aeroporto, de onde seguiu de avião para o Rio de Janeiro.

Ainda segundo a Polícia, a adolescente viajou para se encontrar com o namorado, um universitário de 20 anos, com quem se comunicava pela internet. À Polícia, ele afirmou não saber que a ida de Alana ao Rio de Janeiro não tinha sido comunicada aos pais dela e também diz ter insistido para que ela se comunicasse com a família.

Na terça (20), o gestor do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), Darlson Macêdo, informou ter acionado a Polícia Civil do Rio de Janeiro, já que a adolescente havia fugido do universitário com quem se encontrou desde a segunda (19).

Fonte: g1

Mulher encontra bala perdida no pão ao preparar hambúrguer em lanchonete de Niterói (RJ)

Era por volta das 2h do último domingo quando a gerente da lanchonete Gigabyte no bairro Fonseca, em Niterói, se surpreendeu ao encontrar uma bala perdida dentro de um pão de hambúrguer que iria preparar para um cliente. Em estado de choque por alguns instantes, a profissional se deu conta de que o projétil poderia ter vindo dos fortes disparos ouvidos mais cedo, por volta das 20h30, muito próximo ao estabelecimento. E a palavra que logo lhe veio à cabeça foi “livramento”.

– A lanchonete costuma fechar 1h, mas estendemos o horário para atender clientes de última hora, no balcão. Quando fui pegar o pão para fazer o sanduíche, a bala que perfurou ele caiu no meu pé. Meu corpo tremeu todo, esquentou. Logo pensei que foi um livramento. A bala poderia ter atingido a mim ou a um dos meninos; mas em vez de pegar a cabeça de alguém, parou no pão. Os clientes ficaram chocados – contou Lory Fonseca ao EXTRA.

Em seu perfil pessoal no Facebook, a gerente divulgou fotos do ocorrido e escreveu:

“Reparem o livramento de ontem no Gigabyte Nite! Sim. Uma bala perdida achou o pão de hambúrguer! Ontem à noite deu uns tiros aqui no bairro, daí o Rodrigo nunca me pergunta se tá tudo bem; quando de costume escuta uns tirinhos, pois já se tornou algo bem normal na nossa cidade (…) Quero sumir desse planeta, esse governo descontrolado!”.

Como o post também foi compartilhado em grupos na rede social, alguns internautas chegaram a brincar com o fato, perguntando se a lanchonete ia passar a oferecer a opção de hambúrguer “x-bala”; outros se comoveram com a situação de risco.

Apesar de ser habitual ouvir tiros na região, conforme seu relato, Lory afirma que desta vez o barulho foi tão forte que ela pensou ter sido algo na rua da lanchonete.

– Foi um estrondo. Olhei a rua e não vi nada. Achamos até que tinha caído alguma coisa dentro da lanchonete, mas só encontrei a bala depois, por acaso. E ela veio do alto mesmo, pela telha de amianto, e saiu pelo PVC – contou a gerente, salientando que, após o registro, jogou o projétil no lixo.

Bala atravessou teto da lanchonete Foto: Divulgação

Procurada pelo EXTRA, a Polícia Militar não confirmou se houve tiroteio na região, mas afirmou que o Batalhão da área não foi acionado para a ocorrência. A via em questão fica entre duas comunidades comandadas por facções rivais.

Fonte: extra