Ex-atriz da Disney, Bella Thorne estreia no pornô

Revista - https://revista.painelpolitico.com

Atriz irá dirigir o filme “Ela e Ele”, versão explícita de “Romeu e Julieta”; a obra está prevista para ser lançada mês que vem, em um festival alemão

Recentemente Bella Thorne, conhecida por participar de produções da Disney, anunciou que irá estreará na indústria de entretenimento adulto. A atriz irá dirigir um filme pornô batizado de “Ele e Ela”, uma versão explícita de “Romeu e Julieta”.

“Se você acha que a pornografia é desconfortável, lamento”, disse a ex-estrela da Disney em um vídeo promocional do trabalho. 

“Minha ideia inicial era criar um filme de terror de Natal”, disse Bella Thorne , que completou. “Mas ao invés disso fiz um filme bonito e etéreo, que explora essa relação entre macho e fêmea e essa briga pelo domínio”.  

LEIA TAMBÉM

“O processo de filmagem foi muito interessante porque nós tivemos cena de sex de verdade no set que eu nunca havia filmado antes”, continuou a atriz. “É um ambiente muito divertido”, garantiu ela, que se identifica como pansexual. 

“Se você acha que a pornografia é desconfortável, lamento que você se sinta desconfortável, mas não faça as outras pessoas se sentirem desconfortáveis ​​por estarem bem com isso”, alertou a ex-estrela da Disney sobre “Ele & Ela”. O filme será lançado no próximo mês, no The Oldenburg Film Festival, na Alemanha.

DreadHot leva Prêmio Sexy Hot 2019 por “melhor atriz e cena de sexo oral”; veja os vencedores

Revista - https://revista.painelpolitico.com

Festa do ‘Oscar do pornô brasileiro’ foi de gala a transparência, teve discurso contra ‘caretice tosca’ e atriz ovacionada; veja lista de premiados

O Prêmio Sexy Hot, conhecido como o Oscar pornô brasileiro, foi apresentado, pela primeira vez nesta terça (6), por uma mulher: a escritora e roteirista Natália Klein.

Neste ano, a principal novidade foi a volta de categorias LGBT, ausentes na edição anterior por falta de inscritos. Das 17 categorias, cinco são dedicadas a produções do tipo: Melhor Atriz Homo; Melhor Cena Homo Feminina; Revelação do Ano LGBT; Melhor Atriz Trans; e Melhor Cena Transexual.

Ao longo da noite, os troféus foram entregues por Valesca Popozuda, Antônia Fontenelle, MC Carol, Maurício Meirelles, Marcos Chiesa, Aretuza Lovi e Tchaka.

Veja, abaixo, os vencedores do Prêmio Sexy Hot 2019 (em negrito):

Melhor Atriz Hétero

  • Mary Luthay, de “Massagem excitante” (selo: Sexfoxx)
  • Mia Linz, de “Violada ao extremo” (selo: Brad Montana)
  • Dreadhot, de “Sugar baby” (selo: XPlastic)

Melhor Ator Hétero

  • Ed Junior, de “Amor e traição” (selo: HardBrazil)
  • Loupan, de “Massagem excitante” (selo: Sexfoxxx)
  • Vinny Burgos, de “Show de vizinha” (selo: Brad Montana)

Revelação do Ano Hétero

  • Luna Oliveira, de “Casting Brad Montana” (selo: Brad Montana)
  • Mario, de “Loira voraz 2” (selo: Fita Safada)
  • Alemão, de “Sugar baby” (selo: XPlastic)

Melhor Direção

  • Fabio Silva, de “La casa de Raquel” (selo: HardBrazil)
  • Lidy Silva, de “Massagem excitante” (selo: Sexfoxx)
  • Paul Wild, de “Start up das loiras” (selo: WS Produções)

Melhor Filme Hétero

  • “La casa de Raquel” (selo: HardBrazil), de Fabio Silva
  • “Massagem excitante” (selo: SexFoxxx), de Lidy Silva
  • “Sugar baby” (selo: XPlastic), de Roy LP

Melhor Cena de Fetiche

  • Mayanna Rodrigues e Patricia Kimberly, de “Amarradas e dominadas” (selo: Fetishboxxx)
  • Bia Roman e Dany Skyli, de “Bound up” (selo: XPlastic)
  • Amanda Souza e Loupan, de “Traições e fetiches” (selo: HardBrazil)

Melhor Cena de Sexo Oral

  • DreadHot e Alemão, de “Sugar baby” (selo: XPlastic)
  • Marcella Schultz e Loupan, de “Treinar ou gozar” (selo: HardBrazil)
  • Amanda Souza, Elisa Sanches e Capoeira, de “Triângulo sexual” (selo: Fita Safada)

Melhor Cena de Ménage

  • Carolina Carioca, Vinny Burgos e Jack Kallahari, de “Boas entradas” (selo: Redfire)
  • Mila Spook, Debora Blu e Nan, de “O que trazes pra mim” (selo: XPlastic)
  • Amanda Souza, Elisa Sanches e Capoeira, de “Triângulo sexual” (selo: Fita Safada)

Melhor Cena de Dupla Penetração

  • Luna Oliveira, Jack Kallahari e Vinny Burgos, de “Brad sex in Rio” (selo: Brad Montana)
  • Mirella Mansur, Nego Catra e Tony Tigrão, de “Promessa é dívida” (selo: HardBrazil)
  • Yana Morgana, Mark But, Eduardo Lima, Vinny Burgos e Felipe Costa, de “Taras de Yara Morgana” (selo: Redfire)

Melhor Cena de Orgia/Gang Bang

  • Amanda Souza, Mirella Mansur, Polly Petrova, Ed Junior e Loupan, de “Ilha da perdição III” (selo: HardBrazil)
  • Elisa Sanches, Giovana Bombom, Suzy Anderson, Indyara Dourado, Eduardo Lima, Fred Salazar, Jack Kallahari e Felipe Costa, de “Resenha do Brad” (selo: Brad Montana)
  • Yara Morgana, Eduardo Lima, Felipe Costa, Mark But e Vinny Burgos, de “Taras de Yara Morgana” (selo: Redfire)

Melhor Cena de Sexo Anal

  • Ed Junior e Amanda Borges, de “A hóspede desejada” (selo: WS Produções)
  • Elisa Sanches, Eduardo Lima e Vinny Burgos, de “Elisa, campeã anal” (selo: Brad Montana)
  • Loupan e Mary Luthay, de “Massagem excitante” (selo: Sexfoxxx)

Melhor Atriz Homo

  • Patricia Kimberly, de “Amarradas e dominadas” (selo: Fetishboxxx)
  • Giovanna Bombom, de “As aventuras de Giovana Bombom” (selo: Black Brothers)
  • Bruinha Fitness, de “Loira voraz 3” (selo: Fita Safada)

Revelação do Ano LGBT

  • Bellatrix, de “Diga sim para a yoga” (selo: Panda Lust / Trans Angels)
  • Victoria Neves, de “Escravinha T” (selo: TSRaw)
  • Yure Oberon, de “Yure Oberon e Christian Hupper” (selo: Hot Boys)

Melhor Atriz Trans

  • Deborah Tavares, de “Só queria sexo mesmo” (selo: TSRaw)
  • Amanda Fialho, de “Tentação tropical” (selo: Panda Lust/Trans Angels)
  • Carla Novaes, de “Trocando o óleo” (selo: Vídeos Made in Brazil)

Melhor Cena Homo Feminina

  • Alessandra Maia e DreadHot, de “Sugar baby” (selo: XPlastic)
  • Patricia Kimberly e Giovana Bombom, de “As aventuras de Giovana Bombom” (selo: Black Brothers)
  • Mayanna Rodrigues e Patricia Kimberly, de “Amarradas e dominadas” (selo: FetishBoxxx)

Melhor Cena Transexual

  • Bellatrix e Victor Hugo, de “Diga sim para a yoga” (selo: Panda Lust / Trans Angels)
  • Lilith Scarlett, Victoria Carvalho, Samara de Macedo, Juliana Leal, Geane Peron e Chrystal, de “Pau e buceta” (selo: TSRaw)
  • Carla Novaes e Capoeira, de “Trocando o óleo” (selo: Vídeos Made in Brazil)

Melhor Filme Sexy Hot Produções

  • “App” (selo: WS Produções), de Paul Wild
  • “Atração” (selo: J3), de Javier Falcon
  • “Ano novo” (selo: WS Produções), de Paul Wild

Filme pornô feito em Tesla com piloto automático em movimento gera polêmica

Revista :: Tudo sobre tudo - https://revista.painelpolitico.com

Filmes pornográficos são parte da sociedade moderna — positiva e negativamente — e já foram gravados em praticamente todos os lugares, dos mais comuns aos mais inusitados. Porém, pela primeira vez, uma cena dessas produções foi registrada dentro de um veículo com condução autônoma, ou seja, sem ninguém estar dirigindo (o carro, não o filme, no caso).

A atriz pornográfica Taylor Jackson foi a pioneira que participou da cena gravada em um modelo da Tesla, porém, a profissional do sexo e seu parceiro correram um grave risco ao se envolver em tamanha distração e deixar que o carro andasse por aí sem o menor monitoramento.

Piloto automático?

A culpa de tudo isso acaba sendo de Elon Musk, e não dos atores ousados. O problema, na verdade, é o “nome de batismo” do sistema de inteligência artificial da Tesla: Autopilot, ou “piloto automático” em português. Qualquer pessoas com a mínima capacidade de ler e um pequeno conhecimento sobre o que significa “piloto automático” vai imaginar que, sim, o carro seria capaz de andar por aí sem o menor problema com ninguém dando a menor atenção para o controle do veículo.

Não é nada disso. O próprio site da Tesla explica bastante bem como essa tecnologia deveria ser usada: “O Autopilot destina-se ao uso de um motorista totalmente atento, que esteja com as mãos no volante e esteja preparado para assumir o controle a qualquer momento. Enquanto o Autopilot é projetado para se tornar mais capaz ao longo do tempo, em sua forma atual não é um sistema de autocondução”.

Irresponsabilidade e perigo

Acontece que Elon Musk, que está bastante familiarizado com uma boa polêmica, faz de tudo para que as pessoas considerem o Autopilot dos carros da Tesla de maneira equivocada. O empresário já foi registrado em uma entrevista “dirigindo” um Model 3, mas deixando que o sistema de inteligência artificial fizesse tudo, inclusive, tirando as mãos do volante do veículo. Para piorar, em vez de mostrar que o Autopilot serve apenas para ajudar na condução do carro, Musk mostrou como é possível que o Model 3 mude de faixas em movimento sem interferência do motorista. Perigoso e irresponsável.

Elon Musk ainda não se pronunciou sobre o vídeo pornográfico, mas certamente vai se isentar de qualquer culpa. Enquanto não houver uma mobilização maior sobre o que se pode ou não com os sistemas de condução autônoma nos carros atuais — e quais são suas limitações e riscos para a vida —, coisas piores poderão acontecer por trás do volante desses veículos.

Do Tecmundo

Atriz pornô é presa por tráfico em São Paulo

A Polícia Civil prendeu em flagrante a atriz pornô Rafa Zaqui por tráfico de drogas, na tarde desta terça-feira (10), em São Vicente, cidade da baixada santista, litoral sul de São Paulo.

Laryssa da Costa Oliveira, conhecida no mundo dos filmes adultos como Rafa Zaqui, foi surpreendida pelos policiais no momento em que estaria revirando um monte de terra em uma rua do bairro Jardim Guassu.

Os policiais notaram a movimentação suspeita da jovem de 19 anos e decidiram abordá-la. Questionada, ela acabou confessando aos investigadores estar escondendo 20 cápsulas de cocaína. Além da droga, a atriz estava com R$ 170,00.

Durante a conversa com os agentes, Rafa contou que cada porção do entorpecente era comercializada por R$ 10.

Ela foi encaminhada ao 2º DP de São Vicente e autuada em flagrante por tráfico de drogas.

MUNDO PORNÔ / Nos filmes pornográficos, Laryssa se tornava Rafa Zaqui, que faz parte do time de atrizes de umas das principais produtoras pornô do Brasil. Com apenas 19 anos, ela já participou de seis filmagens, se tornando um dos nomes mais cobiçados da empresa.