Vídeo: armado com faca, homem invade sede da Globo gritando “Globo Lixo” e faz repórter refém

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Ele queria ver a repórter Renata Vasconcelos

Um homem invadiu a sede da Rede Globo, no Rio de Janeiro, há pouco e manteve uma repórter refém. A polícia foi acionada e negociou com o homem, que entrou no prédio aos gritos de “Globo Lixo”. A repórter já foi liberada.

O homem, ainda não identificado, pulou as catracas de acesso da TV Globo e fez a repórter Marina Araújo, que estava próximo ao local, de refém. Ele gritava que exigia ver Renata Vasconcellos, mas foi imobilizado e preso por PMs que foram chamados ao local. As informações são do Metrópoles.

“Saudades da Globo aqui”, ironiza Bolsonaro

Painel Político - https://politico.painelpolitico.com

Emissora não faz mais cobertura da saída do presidente da Alvorada

A decisão da Globo e outros veículos de imprensa de não cobrir mais as coletivas do presidente na saída do Alvorada fez efeito.

Hoje pela manhã, logo no começo de seu pronunciamento, Bolsonaro disse em tom de ironia:

“Uma parte da mídia, não são todos… Em especial aí a…”, e nesse momento começou a procurar a logomarca da Globo entre os microfones.

“Não tá aqui a Globo aqui. Saudades da Globo aqui”.

Globo e Folha anunciaram em 25 de maio que não mais cobririam as coletivas no Alvorada.

Assista:

Com Antagonista

Após 24 anos, Globo demite Zeca Camargo

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Apresentador tinha mais de duas décadas de carreira na emissora e seu salário era estimado em 300 000 reais

Na política de cortes de gastos que inclui a necessidade de administrar um elenco cada vez menor, a Rede Globo desligou nesta quarta, 27, o jornalista e apresentador Zeca Camargo. 

Com passagens pelo Fantástico, Vídeo Show e No Limite, Zeca era um dos apresentadores do É de Casa, exibido nas manhãs de sábados. Em 2019, circularam boatos de que a emissora teria tentado reduzir o salário de Camargo, que por sua vez não teria aceito. Estima-se que o apresentador tinha um salário de 300 000 reais por mês, valor que a Globo não confirma.

A emissora deve fazer outros cortes nos próximos dias. O departamento de teledramaturgia, que fica sob responsabilidade de Silvio de Abreu, será o mais afetado.

Zeca Camargo: saído da emissora carioca  Raphael Dias/TV Globo/VEJA

O Globo emitiu o seguinte comunicado:

Após 24 anos de uma trajetória conjunta, marcada por uma parceria de muito respeito e sucesso, o apresentador Zeca Camargo se despede da Globo. 

 Profissional multitalentoso, Zeca chegou à emissora em 1996 como apresentador e coordenador de projetos e novos formatos do Fantástico. No programa, foi responsável pela criação de diversas séries e comandou entrevistas com grandes artistas internacionais como Paul McCartney, Mick Jagger, Madonna e Lady Gaga.

Levou sua paixão por viajar para o dominical nas centenas de viagens que fez através das séries ‘Aqui se Fala Português’ (1998), ‘A Fantástica Volta ao Mundo’ (2004), entre outras. Coube a Zeca também a apresentação do primeiro reality do país, ‘No Limite’, lançado em 2000. No gênero, ele comandou ainda ‘O Jogo’ e ‘Hipertensão’. Em 2013, Zeca deixou o Fantástico e partiu de vez para o entretenimento, quando assumiu a apresentação da nova fase do ‘Vídeo Show’. E em 2015 se juntou ao time de apresentadores do ‘É de Casa’, matinal que apresentou até o começo de maio, antes de sair de férias.

A informação é de Veja

Após 24 anos, Globo demite Zeca Camargo

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Apresentador tinha mais de duas décadas de carreira na emissora e seu salário era estimado em 300 000 reais

Na política de cortes de gastos que inclui a necessidade de administrar um elenco cada vez menor, a Rede Globo desligou nesta quarta, 27, o jornalista e apresentador Zeca Camargo. 

Com passagens pelo Fantástico, Vídeo Show e No Limite, Zeca era um dos apresentadores do É de Casa, exibido nas manhãs de sábados. Em 2019, circularam boatos de que a emissora teria tentado reduzir o salário de Camargo, que por sua vez não teria aceito. Estima-se que o apresentador tinha um salário de 300 000 reais por mês, valor que a Globo não confirma.

A emissora deve fazer outros cortes nos próximos dias. O departamento de teledramaturgia, que fica sob responsabilidade de Silvio de Abreu, será o mais afetado.

Zeca Camargo: saído da emissora carioca  Raphael Dias/TV Globo/VEJA

O Globo emitiu o seguinte comunicado:

Após 24 anos de uma trajetória conjunta, marcada por uma parceria de muito respeito e sucesso, o apresentador Zeca Camargo se despede da Globo. 

 Profissional multitalentoso, Zeca chegou à emissora em 1996 como apresentador e coordenador de projetos e novos formatos do Fantástico. No programa, foi responsável pela criação de diversas séries e comandou entrevistas com grandes artistas internacionais como Paul McCartney, Mick Jagger, Madonna e Lady Gaga.

Levou sua paixão por viajar para o dominical nas centenas de viagens que fez através das séries ‘Aqui se Fala Português’ (1998), ‘A Fantástica Volta ao Mundo’ (2004), entre outras. Coube a Zeca também a apresentação do primeiro reality do país, ‘No Limite’, lançado em 2000. No gênero, ele comandou ainda ‘O Jogo’ e ‘Hipertensão’. Em 2013, Zeca deixou o Fantástico e partiu de vez para o entretenimento, quando assumiu a apresentação da nova fase do ‘Vídeo Show’. E em 2015 se juntou ao time de apresentadores do ‘É de Casa’, matinal que apresentou até o começo de maio, antes de sair de férias.

A informação é de Veja

Willian Bonner recebe mensagens intimidatórias e Globo reage

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Jornalista recebeu mensagem de telefone de Brasília com dados fiscais sigilosos dele e da família

A Globo divulgou nesta terça-feira (26) uma nota de repúdio a uma campanha de intimidação ao jornalista William Bonner, registrada nos últimos dias. 

A nota cita o uso indevido do CPF do filho do jornalista por um fraudador que inscreveu o jovem no programa de auxílio emergencial do governo a pessoas vulneráveis que perderam renda na pandemia. O próprio Bonner denunciou o fato publicamente na semana passada, em sua conta no Twitter, e seus advogados alertaram a Caixa para a fraude e apresentaram notícia crime ao Ministério Público Federal. 

Falhas no sistema de checagem do benefício tornam possível a ação de estelionatários. No caso do filho de Bonner, sua renda familiar nem permitiria a concessão do benefício. Mas o site da Dataprev informava que o pedido fraudulento havia sido aprovado. Alertada pelos advogados de Bonner, a Caixa suspendeu o processo de pagamento, que se daria numa conta virtual criada para o estelionatário. 

A nota divulgada hoje pela Globo informa que o jornalista e uma de suas filhas também receberam mensagens de WhatsApp, originadas de número telefônico com o prefiro 61, de Brasília, com dados fiscais sigilosos dele e da família. E declara apoio da empresa ao jornalista na busca e na punição dos responsáveis pelo desrespeito ao sigilo previsto na Constituição. 

Leia a íntegra da nota da Globo:

A Globo repudia a campanha de intimidação que vem sofrendo o jornalista William Bonner e se solidariza com ele de forma irrestrita. Há dias, um fraudador usou de forma indevida o CPF do filho do jornalista para inscrever o jovem no programa de ajuda emergencial do governo para os mais vulneráveis da pandemia, para isso se aproveitando de falhas no sistema, que não checa na Receita Federal se pessoas sem renda são dependentes de alguém com renda, fato denunciado publicamente pelo próprio jornalista que apresentou notícia crime junto ao Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.

Agora, tanto o jornalista quando a sua filha receberam por WhatsApp em seus telefones pessoais mensagem vinda de um número de Brasília com uma lista de endereços relacionados a ele e os números de CPFs dele, de sua mulher, seus filhos, pai, mãe e irmãos, o que abre a porta para toda sorte de fraudes.

A Globo o apoiará para que os autores dessa divulgação de seus dados fiscais, protegidos pela Constituição, sejam encontrados e punidos. William Bonner é um dos mais respeitados jornalistas brasileiros e nenhuma campanha de intimidação o impedirá de continuar a fazer o seu trabalho correto e isento. Ele conta com o apoio integral da Globo e de seus colegas e está amparado pela Constituição e leis desse país.

Via G1

Homem morre de causas diferentes em dois telejornais da Globo no mesmo dia

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

A repórter Sabina Simonato apresenta reportagem no Jornal Hoje sobre UTIs lotadas em São Paulo

Um mesmo homem, de 60 anos, foi personagem de duas reportagens diferentes em telejornais da Globo nesta terça-feira (21). E a causa da sua morte mudou entre um telejornal e outro.

O caso serviu, primeiro, no “Jornal Hoje”, para ilustrar a difícil situação de pacientes em estado grave com outras doenças que não a covid-19, mas que não encontram lugar nas UTIs dos hospitais municipais de São Paulo.(Foto: Reprodução)

À noite, no “Jornal da Globo”, a história do mesmo homem foi citada como exemplo de pacientes com a covid-19 que não conseguem leito em UTIs de hospitais públicos na cidade.

No “Jornal Hoje”, a repórter Sabina Simonato narrou a história de Severino, que “teve um AVC e estava há dias no Hospital Municipal de Campo Limpo esperando por um leito de UTI”, mas morreu antes de ser transferido. À noite, no “Jornal da Globo”, a repórter Patrícia Falkowski falou do mesmo homem, mas relatando que ele morreu de covid-19 sem conseguir o leito de UTI.

Para ler a matéria completa no UOL clique aqui.

Bolsonaro não tem poder de tirar Globo do ar; concessão só vence em 2022

Político - https://politico.painelpolitico.com

Cancelamento de concessões públicas depende de decisão judicial; Poder Executivo não pode, sozinho, suspender funcionamento da TV

Vídeos no YouTube com mais de 460 mil visualizações afirmam que o presidente Jair Bolsonaro vai tirar a Rede Globo do ar no dia 21 de abril de 2020. Em uma das gravações viralizadas, um homem diz que a concessão pública da emissora será suspensa. No entanto, o presidente não tem o poder de, sozinho, cassar a concessão pública de uma rádio ou TV — a Constituição Federal estabelece que o cancelamento depende de decisão judicial.

A concessão da Globo vence apenas em 5 de outubro de 2022, de acordo com decreto presidencial assinado em 2008. Antes deste prazo, o cancelamento só pode ocorrer por decisão judicial. O professor de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Carlos Ari Sundfeld explica que, para tirar a Globo do ar, o Poder Executivo poderia propor uma ação argumentando falha jurídica na concessão ou irregularidade grave por parte da emissora. O processo seria julgado na Justiça Federal, e a Rede Globo poderia entrar com recursos até o Supremo Tribunal Federal (STF).

Prédio da Rede Globo

Mesmo na remota hipótese de que uma ação desse tipo se sustentasse, a TV não sairia do ar imediatamente. “Se o juiz decidisse em favor do cancelamento da concessão, poderia ter efeito imediato, mas é comum em casos de liberdade de expressão que haja o efeito suspensivo do recurso”, explica Sundfeld. “O efeito prático é que a emissora não sairia do ar até que a ação transitasse em julgado”.

Um dos autores da Lei Geral de Telecomunicações, Sundfeld afirma que “as concessões de radiodifusão têm a maior proteção jurídica que existe no Brasil”. Segundo o professor, a legislação foi desenhada de forma a resguardar a liberdade jornalística e de expressão.

Bolsonaro já ameaçou, em outras ocasiões, adotar critérios rígidos para renovar a concessão pública da Globo. No entanto, mesmo que o presidente decidisse pela não-renovação, isso dependeria de “aprovação de, no mínimo, dois quintos do Congresso Nacional, em votação nominal”, de acordo com a Constituição Federal.

Estadão Verifica consultou o Planalto sobre este boato, mas não obteve resposta até a publicação desta checagem. Procurada, a Rede Globo informou que não iria se posicionar.

Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Um pré-requisito para participar da parceria com o Facebook  é obter certificação da International Fact Checking Network (IFCN), o que, no caso do Estadão Verifica, ocorreu em janeiro de 2019. A associação internacional de verificadores de fatos exige das entidades certificadas que assinem um código de princípios e assumam compromissos em cinco áreas:  apartidarismo e imparcialidade; transparência das fontes; transparência do financiamento e organização; transparência da metodologia; e política de correções aberta e honesta. O comprometimento com essas práticas promove mais equilíbrio e precisão no trabalho.

As informações são do Estadão Verifica

Cartolouco anuncia que foi demitido pela Globo: ‘É a vida’

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Apresentador teve seu desligamento comunicado pela emissora nesta segunda-feira

O repórter Lucas Strabko, conhecido como Cartolouco, anunciou que foi demitido pelo Grupo Globo nesta segunda-feira. Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o jornalista confirmou a saída e agradeceu por tudo que viveu na emissora.

“É real. Fui mesmo demitido. É a vida”, disse Cartolouco ao “UOL”. Ele foi desligado após retornar nesta segunda do período de férias.

View this post on Instagram

Sim, é verdade. Veja até o final.

A post shared by Cartolouco / Lucas Strabko (@cartolouco) on

Via O Dia

“A Globo é um lixo, Bolsonaro tem razão”, diz mulher ao invadir reportagem ao vivo

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Enquanto o jornalista Renato Peters fazia uma entrada ao vivo em frente a um hospital, uma apoiadora de Jair Bolsonaro tomou o microfone das mãos do repórter e disparou: “a Globo é um lixo”

O repórter da Globo Renato Peters foi atacado por uma apoiadora de Jair Bolsonaro durante entrada ao vivo nesta sexta-feira (10).

Enquanto o jornalista trazia informações durante o programa SPTV em frente ao Hospital Geral de Vila Nova Cachoeirinha, a mulher tomou o microfone das mãos do repórter e disparou: “a Globo é um lixo, Bolsonaro tem razão”.

No estúdio, o apresentador Cesar Tralli pediu desculpas pela interrupção.

“A Globo é um lixo, Bolsonaro tem razão”, diz mulher ao invadir reportagem ao vivo

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Enquanto o jornalista Renato Peters fazia uma entrada ao vivo em frente a um hospital, uma apoiadora de Jair Bolsonaro tomou o microfone das mãos do repórter e disparou: “a Globo é um lixo”

O repórter da Globo Renato Peters foi atacado por uma apoiadora de Jair Bolsonaro durante entrada ao vivo nesta sexta-feira (10).

Enquanto o jornalista trazia informações durante o programa SPTV em frente ao Hospital Geral de Vila Nova Cachoeirinha, a mulher tomou o microfone das mãos do repórter e disparou: “a Globo é um lixo, Bolsonaro tem razão”.

No estúdio, o apresentador Cesar Tralli pediu desculpas pela interrupção.