Grupo tenta roubar caixa eletrônico imitando série “La Casa De Papel” e se dá mal

Na trama de La Casa de Papel, um grupo de assaltantes invade e faz reféns na Casa da Moeda de Madri, usando macacões e máscaras para não serem identificados.

Série que se tornou um fenômeno entre usuários da Netflix, La Casa de Papel atravessou as fronteiras da Espanha e está influenciando a criminalidade no Chile. Um grupo de 10 assaltantes foi interceptado pela polícia tentando roubar um caixa eletrônico no bairro de Maipú, na capital Santiago, usando macacões vermelhos, assim como na trama.

Segundo a polícia chilena, os ladrões utilizaram um gás para explodir o caixa eletrônico. Porém, conseguiram pegar pouco dinheiro, pois logo o sistema de segurança foi ativado e os policiais chegaram.

Durante a fuga, os criminosos trocaram tiros com os agentes. Um dos bandidos foi baleado e precisou ser socorrido e levado ao hospital. Pelo menos dois suspeitos foram presos.

Segundo testemunhas do crime, os ladrões usavam os macacões vermelhos, porém não as máscaras com o rosto do pintor Salvador Dalí. Na trama de La Casa de Papel, um grupo de assaltantes invade e faz reféns na Casa da Moeda de Madri, usando macacões e máscaras para não serem identificados.

Fonte: veja

Netflix confirma a aguardada terceira temporada de ‘Stranger Things’

E a Netflix anuncia, através de suas redes sociais, que está confirmada a terceira temporada da série Stranger Things.

Uma das grandes revelações da plataforma de streaming, que estreou em julho de 2016, a série conquistou o público jovem, mas, mais que isso, agradou em cheio os amantes dos anos 1980.

A primeira temporada de Stranger Things conta a história de como um menino (Will) desaparece sem deixar rastros na fictícia cidade de Hawkins, no estado americano de Indiana, durante a década de 80.

Na segunda temporada, que terá nove episódios – um a mais que a anterior -, os acontecimentos se desenvolvem no outono de 1984 em um momento de exploração dos fenômenos paranormais.

Agora é esperar para ver o que os criadores da série, os irmãos Matt e Ross Duffer, vão preparar para essa nova temporada de Stranger Things.

Fonte: otempo

Imagem de ”pênis” aparece em animação da Netflix e revolta pais

O desenho de um pênis foi notado ao fundo da cena de um dos episódios da animação “A Abelha Maia”, da Netflix. A imagem causou revolta nos pais das crianças que curtem a história. O programa fala sobre uma abelha que deixa sua colmeia para descobrir as belezas da natureza.

O pênis aparece na marca de 18m45 do 35º episódio da primeira temporada. O desenho do órgão sexual masculino é claramente notada em um rabisco na parte de dentro de um tronco. Veja:

Uma mãe, furiosa com a cena, usou o Facebook para mostrar sua frustração. O site BoingBoing captou a reação dela em um post privado: “Eu sei que não estou ficando louca, estou certa de que algo assim não deveria aparecer em uma série para crianças”. Ela concluiu dizendo que está com nojo disso tudo e que nenhuma criança precisa ver algo assim.

A equipe da Netflix tirou o episódio do ar após as reclamações.

Fonte: 24horasnews

Site pornô se oferece para produzir nova temporada da série “Sense8”

Site pornô se oferece para produzir nova temporada da série "Sense8"

Sense8”, série cancelada pela Netflix em junho, continua rendendo reviravoltas. Semanas após o anúncio que chocou os fãs, o canal de streaming divulgou a produção de um especial de duas horas para encerrar o seriado. Desta vez, o site “xHamster”, de vídeos pornôs, se ofereceu para produzir uma nova temporada inteira do programa.

“Nós temos mais visitantes diários do que ‘New York Times’, ‘Daily Mail’ ou ‘ESPN’”, diz Alex Hawkins, vice-presidente do site, em carta aberta endereçada às irmãs Lana e Lilly Wachowski, criadoras de “Sense8”. “Não estamos falando de paródia, mas de um revival da série”, reforça o comunicado.

A carta de Hawkins foi motivada por recentes declarações de Lana Wachowski. Numa live transmitida via Facebook, a diretora brincou dizendo que escreveria uma terceira temporada por “acreditar nos fãs”.

O “xHamster” toparia produzir novos episódios por apostar numa convergência de ideias dos dois lados, site e série, em temas como diversidade sexual e comunidade LGBT. “Nós temos uma longa história de luta pelos direitos do discurso sexual e da sexualidade não normativa.”

“Sense8” mistura erotismo e ficção científica

A carta termina propondo um encontro dos donos do site pornô com as irmãs Wachowski. “Sabemos que somos uma casa incomum”, diz Hawkins. “Mas, cinco anos atrás, as pessoas riram da ideia de a Netflix produzir séries originais. Acreditamos que a nossa hora chegou”.

Fonte: metropoles.com

 

Funcionária pede licença do trabalho para ver Game of Thrones

Funcionária pede licença do trabalho para ver Game of Thrones

Quem acompanha uma série de perto sabe a dor que é perder o início de uma nova temporada. Ansiosa pela tão aguardada sétima temporada de Game of Thrones, a recepcionista Andrezza Malcher entregou uma carta à gerência do hotel onde trabalha pedindo para ser liberada nos dias e horários em que os episódios serão transmitidos a partir do próximo domingo, 16.

Andrezza publicou em seu perfil no Facebook a solicitação que fez, na qual explica a importância da série que ela acompanha há sete anos. Mas ela também pensou na empresa e afirmou que, embora a ausência dela afete negativamente a companhia, estar trabalhando nos horários dos episódios comprometerá a produtividade dela.


A funcionária se colocou à disposição do hotel para compensar as horas ausentes ou adaptar a escala de trabalho pré-determinada desde o início do mês. Para justificar ainda mais o pedido, Andrezza falou de como o comportamento dos personagens estão ligados ao mundo corporativo.

“O respeito e a lealdade por opção com a personagem Daenerys e seus imaculados; o trabalho em equipe com as diversas alianças criadas; a importância de um networking com o Varys; e do planejamento com Mindinho; a relevância da participação da mulher na política com Cersey, Daenerys, Catelyn e várias outras”, escreveu a recepcionista.

Dois dias depois, Andrezza publicou a resposta da gerente, Amanda Jarces, que a parabenizou pela criatividade do pedido e afirmou que outros funcionários e hóspedes também acompanham a série.

“Estaremos disponibilizando os canais HBO durante toda a temporada nos televisores do hotel. Na recepção, seu posto de trabalho, nos dias e horários em que serão exibidos os episódios da série, será transmitido o episódio, acompanhado de pipoca, que é por nossa conta. Nossa intenção é transformar esses encontros a cada domingo em momentos memoráveis para todos”, escreveu Amanda, como resposta ao pedido.

Andrezza, claro, ficou muito feliz com a solução dada pela gerência. “Brasil! Vocês não estão entendendo minha emoção. Recebi minha resposta, vai ter transmissão de Game of Thrones na minha recepção”, comemorou na publicação.

Fonte: exame.com

Jovem italiano salva a vida do pai com técnica vista na série Grey’s Anatomy

Um estudante italiano de 18 anos da comuna de Montale, na Toscana, tornou-se herói ao salvar a vida de seu pai, de 54 anos, com um conhecimento médico nada acadêmico: tirado da série norte-americana Grey’s Anatomy, que registra o dia a dia de um hospital. O homem sofreu um infarto agudo do miocárdio e contou com ajuda rápida e decisiva do jovem para sobreviver.

O caso aconteceu há alguns dias, mas foi divulgado nesta terça-feira (11) por autoridades da Toscana. Além da experiência vinda da série de TV, o jovem contou ainda com o auxílio de uma operadora da central de serviços médicos de emergência da Itália, que guiou o jovem por telefone. Ele, então, continuou a fazer massagem cardíaca em seu pai.

“Eu estava dormindo quando fui acordado abruptamente pela minha mãe, por volta das 6h, porque meu pai não acordava ou respirava mais. Eu entrei no quarto e ele estava deitado na cama, inconsciente”, relembra o estudante.

Segundo o jovem, a ambulância chegou apenas depois de 10 minutos, período no qual ficou a cargo dele executar a massagem cardíaca – sem um segundo sequer de pausa. Após a chegada ao local a equipe de resgate usou um desfibrilador imediatamente no seu pai, assim como outras manobras de ressuscitação.

O homem foi submetido a um eletrocardiograma, transmitido do local de atendimento a um cardiologista do Hospital de San Jacopo, na região da Pistoia.

Ele foi diagnosticado com um infarto agudo do miocárdio e direcionado ao tratamento adequado.

Transferido para a ala de hemodinâmica do hospital, o homem de 54 anos foi recebido pela equipe de intervenção cirúrgica que, rapidamente, o submeteu a uma angioplastia coronária na artéria responsável afetada. Ele recebeu alta após alguns
dias de tratamento intensivo.

Fonte: uol.com

El Chapo processará Netflix por ‘difamar’ sua imagem em série

O “rei das drogas” mexicano Joaquín ‘El Chapo’ Guzmán, que foi extraditado para os Estados Unidos em janeiro deste ano,
está irritado com a imagem de “criminoso cruel” apresentada por uma nova série produzida sobre sua vida e transmitida pelo Netflix e pela emissora de TV “Univisión”.

Através de seus advogados, o poderoso chefão criminoso avisou que irá processar a gigante do streaming e a cadeia televisiva nos tribunais norte­-americanos.

“Netflix e Univisión estão explorando seu nome e sua imagem com fins lucrativos e não com fins informativos”, disse o líder dos
advogados de Guzmán no México, José Refugio Rodríguez. Ele ainda acrescentou que é “inegável que isso afete, inclusive, seu processo
penal nos Estados Unidos”.

“Por essa razão, necessariamente, vamos abrir uma ação a qual estamos habilitados legalmente a fazer por ele em virtude de uma
procuração”, destacou o advogado para a emissora local “Radio Formula”.

“É inegável que isso incomoda porque estão passando coisas que não correspondem à realidade e com respeito ao fato de que não há
uma sentença condenatória sobre elas. Isso constitui uma grave violação da presunção de inocência”, disse Rodríguez.

A série “El Chapo” foi lançada em 23 de abril e está sendo um grande sucesso de audiência nos dois países. Rodríguez, todavia, não
antecipou quando será impetrada a ação contra a Netflix e a “Univisión” e incluiu que não tem uma comunicação direta com Guzmán, que
está virtualmente isolado em uma cela de prisão em Nova York.

Não obstante, disse que espera a “luz verde” para iniciar a ação legal porque o conteúdo da série reflete coisas “que não são certas” e
perfilam a imagem de Guzmán como “um criminoso cruel”, o que poderia constituir um “ato de discriminação”.

O advogado adiantou ainda que o mais provável é que a causa seja aberta nos EUA porque esse é o país onde as duas empresas tem
seus domicílios fiscais.

A ameaça de ir à Justiça ocorre pouco mais de 48 horas depois que uma deputada do estado de Sinaloa, ao qual Guzmán é ligado
sentimentalmente, foi presa em San Diego, na Califórnia, por crime de “conspiração”.

Lucero Guadalupe Sánchez, acusada de visitar o chefão do Cartel de Sinaloa, o mais poderoso do México, quando ele estava na prisão
de Altiplano, foi presa quando tentava buscar asilo político com documentos falsos, informou sua advogada.

“El Chapo” tornou-­se uma lenda por conta de sua audácia ao escapar por várias vezes de bunkers carcerários no México. A primeira vez,
escapou da prisão de Puente Grande, no estado de Jalisco, em janeiro de 2001, e a segunda foi do presídio de Altiplano, em julho de
2015, através de um túnel de 15 metros de profundidade e de 1.500 metros de extensão.

Além disso, projeta também uma imagem combinada de “delinquente bom”, um “Don Juan” ­ que se casou três vezes e teve casos com
muitas mulheres com as quais teve diversos filhos ­ e um “empresário de sucesso” que edificou sozinho um império criminoso com
presença em 52 países.

O próprio ativista e ator de Hollywood, Sean Penn, que o visitou em outubro de 2015 enquanto ele se escondia nas montanhas de
Sinaloa, publicou para a revista “The Rolling Stone” uma fala de Guzmán.

“Providenciei serviços indispensáveis nas montanhas de Sinaloa, financiando tudo, desde comida até a construção de estradas e ajuda
médica para as comunidades”, disse o traficante.

Sem embargo, o governo mexicano fez o possível e o impossível para desmitificá­lo e borrar o imaginário popular sobre essas crenças,
apresentando-­o como um “criminoso cruel” ao qual se atribuem entre dois e três mil assassinatos. (ANSA)

Estrela da série “Glee” muda oficialmente de nome após anunciar mudança de gênero

Estrela da série "Glee" muda oficialmente de nome após anunciar mudança de gênero

Estrela televisiva nos Estados Unidos e fenômeno musical em seu país natal, as Filipinas, Charice Pempengco anunciou uma nova identidade transgênero, revelando no Twitter o nome que usará a partir de agora: Jake Zyrus.

“Meu primeiro tuite como Jake. Vi todos os seus comentários de amor e estou tão feliz. Finalmente”, escreveu o artista, de 25 anos, esta semana em sua conta no Twitter que foi rebatizada e que tem quase um milhão de seguidores.

“Não deixarei que ninguém estrague esse momento. Não vou deixar ninguém estragar minha felicidade. Obrigado por todos os bonitos comentários sobre mim”, acrescentou.

O artista, nascido Charmaine Clarice Pempengco, inspirou milhões de jovens filipinos com sua odisseia pessoal. Nascido na pobreza, dividiu o palco com Celine Dion, Andrea Bocelli e Josh Groban, e até mesmo cantou para o ex-presidente americano Barack Obama.

Em 2013, Pempengco anunciou ser lésbica, causando grande polêmica nas Filipinas, país predominantemente católico onde a homossexualidade é tolerada, mas não totalmente aceita.

“Basicamente, a minha alma é masculina”, havia dito um ano mais tarde no programa de TV de Oprah Winfrey.

Charice Pempengco assumiu sua identidade masculina

Fonte: odia.com

Selton Mello vai protagonizar série da Netflix sobre Lava Jato

Selton Mello vai protagonizar série da Netflix sobre Lava Jato

A série sobre a Lava Jato conduzida por José Padilha para a Netflix começa a ganhar forma. O site de streaming divulgou nesta terça-feira o início das gravações do programa, que será rodado em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília, além de nomes do elenco e o título do programa: O Mecanismo. Selton Mello será o protagonista, na pele de um delegado aposentado da Polícia Federal. A paulistana Caroline Abras (Entre Idas e Vindas e Avenida Brasil) será uma agente federal que segue os passos do personagem de Mello.

Criada por Padilha, que fez Narcos para a Netflix, O Mecanismo é livremente inspirada na investigação do esquema de corrupção em empresas de petróleo e construção no Brasil.

Os atores Enrique Diaz (Justiça), Lee Taylor (Velho Chico), Antonio Saboia (Felizes Para Sempre?), Jonathan Haagensen (Cidade de Deus), Alessandra Colasanti (A Verdadeira História da Bailarina de Vermelho), Leonardo Medeiros (Cabra-cega), Otto Jr. (Malhação) e Susana Ribeiro (O Dono do Mundo) completam o elenco.

A série com oito episódios está prevista para estrear em 2018 em todos os países que possuem a Netflix.

Sob sigilo, Globo prepara série sobre Roger Abdelmassih

Sob sigilo, Globo prepara série sobre Roger Abdelmassih

“Assédio” recebeu sinal verde da emissora e será escrita por Maria Camargo.

O assunto é pouco falado nos interiores da Globo, mas o projeto de uma série sobre o médico Roger Abdelmassih, condenado a mais de 180 anos de prisão por estuprar dezenas de pacientes, recebeu sinal verde de Silvio de Abreu, chefão da dramaturgia da emissora. Programada para 2018, a série já tem título. Se chamará Assédio. Diretor e elenco ainda não foram escolhidos.

A autora da ideia é a escritora Maria Camargo.

Contratada da emissora desde 1998, Camargo passou a maior parte desse tempo na condição de colaboradora, compartilhando com outros autores o crédito de novelas como Lado a Lado e Babilônia. “Ficava aflita com a demora da Globo em aprovar meus projetos-solo”, confessa. Se hoje ela é um nome ascendente na dramaturgia da emissora, isso se deve sobretudo a seu empenho em emplacar um projeto em particular. Em 2003, ela sugeriu que a Globo adaptasse Dois Irmãos, romance de Milton Hatoum — que só foi virar minissérie em janeiro deste ano. “Poucos acreditavam nesse projeto. A Globo vivia outra fase”, diz. Aos 45 anos, mãe de quatro filhos, Maria tem duas missões pela frente: supervisiona o roteiro de uma minissérie de dez capítulos baseado no livro Fim, de Fernanda Torres, e escreve Assédio.

“Essa é uma história que deveria ser contada em qualquer época. Estamos vivendo um momento de consciência das mulheres. O caso foge do cotidiano. É tão inacreditável que sempre achei que poderia virar uma série. E será uma série que falará também do tempo que vivemos. Roger só chegou a virar o que virou, porque de alguma forma a sociedade permitiu. Havia quem silenciava. As mulheres não tinham coragem de falar. Não me interessaria falar apenas de um médico que estupra suas pacientes. O mais interessante é o personagem e seu entorno — a vaidade, a ambição, a onipotência de achar que nunca seria capturado.”

Fonte: veja.com