A estranha criatura de dentes afiados encontrada em praia do Texas após passagem de furacão

A estranha criatura de dentes afiados encontrada em praia do Texas após passagem de furacão

Uma misteriosa criatura do mar apareceu numa praia do Texas, após a passagem do furacão Harvey no final de agosto.

A carcaça do animal sem olhos e com dentes afiados foi encontrada por Preeti Desai, que trabalha para uma sociedade de conservação de pássaros nos EUA. Ela fotografou o animal e pediu ajuda no Twitter para identificá-lo.

Ela postou várias fotos com a legenda: “Ok, que diabo é isso?”.

O pedido dela foi encaminhado ao biólogo e especialista em enguias Kenneth Tighe, que acredita que se trate de uma enguia do tipo Aplatophis chauliodus, da família Ophichthidae, pertencente à ordem dos anguilliformes – das enguias e moreias.

O especialista, contudo, não foi categórico. Levantou a possibilidade de o animal ser um representante de outras duas espécies que também são comuns na costa do Texas e têm dentes grandes parecidos com presas.

Depois de pedir ajuda para identificar o animal, Desai disse que ele não era “um monstro” (Foto: Twitter/@preetalina/BBC)
Os Aplatophis chauliodus, que já foram vistos na costa do Nordeste brasileiro e assunto de um estudo da Universidade Federal de Alagoas, geralmente vivem na costa Atlântica do sul da América do Norte, Caribe e norte da América do Sul, a uma profundidade de 30 a 90 metros. Eles passam a maior parte do tempo escondidas em buracos no fundo do mar.

O furacão Harvey, que provocou fortes ventanias e enchentes no Texas, pode explicar por que o animal apareceu na praia no Golfo do México.

Desai diz ter encontrado a carcaça enquanto averiguava os danos provocados pelo Harvey na praia. Ela cuida do setor de mídias sociais na Audubon Society, organização americana voltada para a conservação de pássaros. “Foi completamente inesperado, não é algo que você normalmente encontra na praia”, disse ela à BBC.

Ela conta que pensou que pudesse ser alguma criatura do mar profundo. No Twitter, disse que não era assustadora, nem colossal. “Não era um monstro”.

“Minha primeira reação foi curiosidade, queria descobrir o que era”, disse.

Desai disse que postou as imagens no Twitter porque muitos cientistas usam a rede social. Um amigo dela logo respondeu, colocando-a em contato com o biólogo.

“Eu sigo muitos especialistas e pesquisadores. Há uma comunidade enorme desse pessoal que é muito útil, especialmente quando é preciso buscar respostas sobre o mundo e identificar animais e plantas”.

Desai afirma que deixou a criatura na praia para deixar a “natureza seguir seu curso”.

Fonte: g1.com

Vídeo mostra perseguição após presa tirar algemas e roubar viatura

O caso foi tão impressionante que o departamento de polícia da cidade chegou a compartilhar a filmagem da criminosa no Facebook

Uma mulher de 33 anos realizou uma tentativa de fuga no Texas digna de filme. O caso foi tão impressionante que o departamento de polícia da cidade chegou a compartilhar a filmagem da criminosa no Facebook.

Toscha Sponsler teria furtado alguns itens de uma loja, e enquanto a polícia buscava os itens roubados em sua bolsa, ela deu início a sua ação. A mulher estava algemada, no banco de trás de uma viatura, quando conseguiu se soltar do cinto de segurança. Em seguida se livrou das algemas, e discretamente pulou para o banco do motorista através de uma pequena janela que costuma separar os assentos dos carros policiais nos Estados Unidos.

Ela então acelerou e logo teve início uma perseguição policial a 100 milhas por hora, algo em torno de 160km/h, durante 23 minutos. Ela ainda tentou destravar uma arma que estava dentro da viatura, mas não conseguiu desprender a pistola.

Os policiais conseguiram alcançá-la, e ela foi presa. A fiança foi definida no valor de US$ 18 mil.

Fonte: 24horasnews

Mulher prende filhos em carro e crianças morrem por insolação

Mulher prende filhos em carro e crianças morrem por insolação

Duas crianças foram encontradas mortas por insolação dentro de um carro após a mãe prendê-las como forma de castigo.

Juliet, de pouco mais de dois anos, e Cavanaugh, de 16 meses, foram trancados por Cynthia Randolph, 25, porque a mais velha se recusava a sair do veículo. A família retornava de uma viagem e, para “ensinar uma lição” a eles, a mãe decidiu pela trágica punição.

Quando interpelada pela polícia da cidade de Weatherford, Texas, a mulher inicialmente argumentou que os filhos haviam sumido e se trancado dentro do carro. Ao ser pressionada a contar a verdade, outros detalhes foram revelados, informa o Mirror.

Logo depois de trancafiar as crianças, Cynthia fumou maconha e tirou um cochilo por cerca de três horas. Para os policiais, a mãe disse acreditar que os pequenos conseguiriam sair sozinhos em algum momento. No dia em que o caso aconteceu, 26 de maio, os termômetros chegaram a marcar 35ºC.

Fonte: metropoles.com

Homem atira em tatu, bala ricocheteia e atinge atirador no rosto

Homem atira em tatu, bala ricocheteia e atinge atirador no rosto

Um morador do Texas ficou ferido após disparar uma arma contra um tatu em seu jardim. A bala ricocheteou no animal e atingiu o atirador no rosto, segundo o xerife do condado.

Larry Rowe, xerife do condado de Cass, disse que o homem, cujo nome não foi divulgado, saiu de sua casa na cidade de Marietta, por volta de 3h. Ele viu o tatu em sua propriedade e abriu fogo três vezes.

A carapaça do animal fez pelo menos uma das balas ricochetear, e ela atingiu o homem na mandíbula. Ele levado a um hospital próximo.

O estado do tatu é desconhecido. “Não o encontramos”, disse o xerife.

Fonte: g1.com

Oito mortos e 20 feridos são encontrados dentro de caminhão no Texas; vídeo

Oito pessoas foram encontradas mortas e 20 feridas dentro de um caminhão estacionado em San Antonio, no estado americano do Texas, informou hoje (23) a polícia local. Segundo a polícia, trata-se de um caso de tráfico de pessoas. As informações são da Agência EFE.

Alguns dos feridos hospitalizadas estavam em estado crítico. Segundo esclareceu o chefe da polícia de San Antonio, William McManus, eram jovens e adultos entre 20 e 30 anos.

O motorista do caminhão foi detido, disse o policial, porque receberam ligação de um funcionário de armazéns informando que uma pessoa que estava em um caminhão de carga estacionado se aproximou para pedir água.

“O funcionário voltou com a água, chamou a polícia e, quando chegamos, encontramos oito pessoas mortas na parte traseira do veículo”, disse McManus, acrescentando que “havia pelo menos 38 pessoas dentro do caminhão”. O policial disse que entre os 20 feridos havia alguns em “estado crítico ou muito grave” e que estes tinham sido levados de helicópteros a diversos hospitais próximos.

O chefe de bombeiros de San Antonio, Charles Hood, informou, em coletiva, que o ar-condicionado do veículo não funcionava e não havia água. “Estavam muito quentes ao tato”, disse Hood sobre as vítimas, sem detalhar quanto tempo o caminhão estava estacionado em San Antonio.

McManus ressaltou que a polícia considera o caso “um crime de tráfico de pessoas” e que “o Departamento de Segurança Nacional está envolvido na investigação”.

Menino de 11 anos hackeia urso de pelúcia para mostrar como objetos conectados podem ser uma ameaça

Menino de 11 anos hackeia urso de pelúcia para mostrar como objetos conectados podem ser uma ameaça

Reuben Paul, um menino de 11 anos chocou uma plateia de experts em segurança digital na última terça-feira, 16, ao hackear os dispositivos bluetooth deles para manipular um ursinho de pelúcia. O teste foi feito para mostrar como brinquedos ‘smart’ podem virar armas.

O menino mora em Austin, Texas, e está no 6º ano da escola, mas surpreendeu pelo conhecimento em programação. “De aviões a automóveis, de smartphones até casas inteligentes, qualquer coisa ou qualquer brinquedo pode ser parte da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês)”, disse ele no The Hague World Forum. “Qualquer coisa ou qualquer brinquedo pode virar uma arma”.

Para demonstrar, ele conectou seu notebook num pequeno computador, chamado Raspberry Pi, escaneou o local para procurar dispositivos com bluetooth ativado e baixou dezenas de números de celulares da plateia.

Depois, usando um software de programação, ele hackeou o urso por meio de um dos celulares da plateia e fez com que acendesse as luzes na pelúcia, e ainda fez o urso falar uma mensagem para a plateia.

“A maioria das coisas conectadas a internet tem tecnologia Bluetooth… Eu basicamente mostrei como eu conectaria isso, e mandei comandos para ele, apenas gravando um áudio e apertando a luz”, disse Reuben a AFP. “A IoT pode ser usada todos os dias nas nossas vidas, nos carros, em geladeiras, em tudo o que é conectado e também pode ser usado como armas para nos espionar e nos prejudicar”, completou.

Fonte: emais.estadao.com

Homem processa mulher por mexer no celular durante filme em primeiro encontro

Homem processa mulher por mexer no celular durante filme em primeiro encontro

De acordo com o jornal Austin American-Statesman, Brandon Vezmar, um homem que vive Austin, Texas, está processando uma mulher por ficar mexendo no celular na sala de cinema durante o primeiro encontro deles. Ele pede indenização US$ 17,31 (cerca de R$ 56,66), o preço que pagou no ingresso para assistir a Guardiões da Galáxia Volume 2 em 3D.

Na petição, registrada na vara de pequenas causas, o rapaz descreve o momento como “um primeiro encontro dos infernos”. Vezmar disse ao jornal que a mulher começou a mandar mensagens apenas 15 minutos após começar o filme, e, desde então, ela “usou o telefone umas 10 ou 20 vezes”, até que ele pediu para ela parar.

Vezmar contou que sugeriu que ela saísse da sala de cinema para mandar mensagens – e ela o fez, deixando o homem sem carona para casa. Ele ainda disse que pediu para que ela reembolsasse o ingresso, mas ela se recusou.

Na petição, ele disse que o comportamento da mulher é “uma ameaça para a sociedade civilizada”. Procurada pelo jornal, a mulher – que pediu para não ser identificada – disse que não sabia da ação judicial. “Meu deus, isso é loucura”, falou, e ainda relatou ter enviado mensagens apenas duas ou três vezes no cinema.

Fonte: emais.estadao.com

Prefeita de cidade no Texas revela ser transgênero

Prefeita de cidade no Texas revela ser transgênero

‘Vivo minha vida como mulher e realizarei meus deveres na cidade como tal’, afirmou Jess Herbst.

Jess Herbst é prefeita na pequena cidade de New Hope, que possui menos de mil habitantes, no interior do Texas, mas chamou atenção recentemente ao escrever uma carta aberta aos moradores da cidade afirmando ser transgênero.

“Como sua prefeita, eu preciso dizer a vocês sobre algo que está comigo desde as minhas memórias mais antigas. Eu sou transgênero. Dois anos atrás, com o apoio de minha esposa, minhas filhas e meu afilhado, eu comecei a terapia de reposição hormonal. Àquela altura, eu não imaginava que me tornaria prefeita, mas aqui estou. Eu vivo minha vida como uma mulher, agora, e realizarei meus deveres na cidade como tal”, publicou no site oficial da prefeitura.

Ela também aproveitou para citar a presença de personalidades transgêneros como forma de ajudar a população a conhecer mais sobre o tema, como Caitlyn Jenner, do seriado I Am Cait, e Laverne Cox, de Orange Is The New Black.

Fonte: Oestadão.com

Ao fazer selfie de topless, estudante bate em carro da polícia

Estudante levava uma garrafa de vinho aberta e foi detida por suspeita de dirigir intoxicada

Uma estudante nos Estados Unidos bateu num carro de polícia enquanto tirava uma selfie de topless ao volante para enviar ao namorado.

O boletim de ocorrência feito pelo policial envolvido no incidente descreveu a cena assim:

“Perguntei a ela por que não estava vestida enquanto dirigia, e ela declarou que estava tirando uma foto para compartilhar via Snapchat com o seu namorado enquanto aguardava o sinal vermelho.”

O acidente ocorreu em Bryan, cerca de 160 km de Houston, no Texas.

O policial atendia a uma ocorrência quando teve sua viatura abalroada na traseira pelo veículo de Miranda Rader, de 19 anos, uma estudante da Texas A&M University.

A batida acionou o air-bag do carro da estudante e, ao se aproximar do veículo, o policial notou que Rader estava com o sutiã solto e tentava vestir a sua blusa.

A estudante também levava uma garrafa de vinho aberta junto a si.

Rader, que relatou estar retornando ao seu dormitório na universidade, foi detida por suspeita de dirigir intoxicada e liberada no dia seguinte após pagar fiança de 2 mil dólares (cerca de R$ 6,3 mil).

Ninguém se feriu no acidente.

G1